Centro de Vigilância Animal em Bombinhas -SC


                                                 FOTOS E FILME VIGILANCIA ANIMAL BOMBINHAS..... 002Por mais que eu tente não consigo entender as ações politicas frente a proteção dos cães e gatos. E nem mesmo as ações das ONGs que dizem proteger tais espécies.  No meu entender a proteção deve ser baseada em dois pontos principais: compaixão e bom senso técnico. A compaixão deve estar presente em todos os corações humanos e o conhecimento técnico cabe exclusivamente ao Médico Veterinário. E dentro desse bom senso técnico o profissional deve ter um forte embasamento do comportamento instintivo (natural) e ambiental dos animais. Percebo que muitos colegas ainda deixam a desejar nessas questões comportamentais quando precisam agir ou orientar para uma verdadeira proteção a esses animais. Também observo que a compaixão no coração do ser humano ainda traz o apego sentimental exagerado ( projeções afetivas sedimentadas nas doenças emocionais que todos temos), onde por sua vez faz com que muitos ajam e reajam de forma equivocada no bem estar animal.

Agosto de 2009 091 Nesse artigo minha critica construtiva vai para a Prefeitura Municpal de Bombinhas e seus “comandantes”, que instituiram a Vigilância Animal nesse Municipio, com  prédio localizado no trecho que dá acesso a praia de Zimbros. Essa semana passei por ali e decidi parar e pedir informações sobre a atuação dessa vigilância. Fui recebida pelo colega que é o responsável técnico do local e comentei com ele a grande incidência de cães perambulando pela ruas e praias,  e que muitas cadelas estão em fase de cio, gerando uma evidente aglomeração canina.  Minha intenção foi pedir que procedessem no recolhimento desses animais e que os mesmos fossem submetidos a castração para posteriormente serem recolocados no mesmo ambiente de onde foram retirados. Tive a resposta que no meu entender é a mais hipócrita na tentativa de proteger e fazer controle populacional: ” Não podemos agir assim por que a Legislação não permite o abandono animal. E as castrações visam os proprietários de baixa renda que possuem animais, com isso os agentes de saúde vão até as suas casas e fazem o cadastramento para agendar as castrações.”  Questionei o colega alegando que desde quando animal solto pelas ruas e sem dono – já caracterizado o suposto abandono – seria novamente abandonado?? Perguntei por que ele como Médico Veterinário contratado não levantou junto ao poder público questões pertinentes  ao que pode e deve ser feito para um efetivo controle populacional dos cães que infestam as cidades e praias, trazendo risco para a saúde humana. Ouvi a resposta que temia: ” Não posso me manifestar muito pois a recém passei no concurso e estou em fase probatória, posso perder meu cargo”.  Depois dessa breve conversa que me deixou pensares rodando pela minha cabeça,  pedi com o meu direito de cidadã para conhecer as instalações da Vigilância Animal. Meu olhar técnico atestou boas instalações, tudo muito bem montado: canis, sala de pré-operatório e uma razoável salinha cirúrgica.  Acho apenas que deviam ter dado mais suporte para condutas anestésicas. Poderiam ter colocado oxigênio e um aparelho de anestesia inalatória oportunizando mais segurança ao profissional para fazer as cirurgias, tanto quanto maior garantia ao bem estar do animal durante o trans operatório e pós operatório. Os fármacos anestésicos que vi ali são limitadores para uma boa cirurgia quando o cão for de grande porte; alguns deles podem oferecer riscos cardio respiratórios dependendo da habilidade do cirurgião/anestesista, assim como das condições de saúde dos animais. Ou será que o orçamento foi “estrangulado” para a montagem da estrutura da Vigilância Animal? Se foi, o primeiro erro já parte dai.

                                                

                                                FOTOS E FILME VIGILANCIA ANIMAL BOMBINHAS..... 009Qualquer atitude pública que vise o bem estar das espécies, sejam elas humana ou animal deve ter um bom respaldo técnico, acima de tudo! Não pode ser calcada apenas em cima de boa vontade politica, e muito menos baseada em interesses politicos ou favorecimentos pessoais para angariar simpatia de alguns correligeonários. Já basta a burocracia a atravancar o progresso e as necessidades sociais públicas. Portanto, enquanto visitava o prédio da Vigilância Animal em Bombinhas e me deparava com algumas contradições nas propostas que são oferecidas, levantei algumas questões para mim mesma – os meus pensares como costumo dizer quando observo algo ou alguma situação na vida e na profissão. São essas as questões:

Qual será a verdadeira intenção dos “comandantes” do poder executivo no quesito proteção animal e saúde pública para o municipio de Bombinhas e suas praias?  No veraneio passado uma placa alertava para que as pessoas não transitassem pela praia com seus animais de estimação para evitar ciclos parasitários. Certa lógica por esse aspecto. Mas e os animais que viviam soltos, classificados como abandonados onde foram parar ? Eu que sou moradora atualmente de Zimbros notei que sumiram. Se os órgãos públicos querem controlar ciclos parasitários e doenças infecciosas  caracterizadas como zoonoses ( que são transmitidas para o ser humano),  por que não assumem a castração desses animais que perambulam durante todo o ano pelas cidades e praias? Se esterilizarem tais animais teremos, claramente, uma redução na população canina errante. Um cálculo para lá de óbvio: vamos supor que apenas na praia de Zimbros temos hipotéticamente cinquenta cadelas  errantes, que por sua vez entram no cio duas vezes por ano e alguns cães machos conseguem cobri-las nesses dois ciclos,  com isso podemos ter de cada gestação uma média de 4 filhotinhos ( cálculo bem por baixo), portanto,  num espaço de um ano teremos mais  400 cães entre machos e fêmeas que serão somados com as já existentes cinquenta cadelas e alguns cães machos.

                                       Agosto de 2009  Zimbros          E a Vigilância Animal de Bombinhas vem querer alegar que recolher animais errantes, castrá-los ( machos e fêmeas) e depois soltá-los na via pública novamente fere a lei de proteção animal relacionada ao abandono? Conversa para “boi dormir”!! Esses animais vivem bem no meio urbano, estão adaptados e são dóceis com os seres humanos. Quanto a serem perpetuadores de doenças parasitárias é discutivel isso pelo aspecto da imunologia. Muitos tornam-se resistentes aos parasitas impedindo uma continuidade dos ciclos. Outros, sim, podem por baixa eficiência imunológica serem perpetuadores. Mas se efetuarem a esterilização e trabalharem com orientações e conscientização da população – principalmente com as crianças , os adultos do amanhã – em poucos anos podemos ter um excelente controle dos animais errantes. Além disso, sabe-se que animais que vivem em via pública tem sua meia vida reduzida por perigos inerentes a urbanidade.

Outro questionamento que me veio,  foi que se a Prefeitura de Bombinhas e seus “comandantes” não ficarem atentos,  logo, logo, estarão com os canis da Vigilância Animal abarrotados de animais errantes – ou abandonados como os classificam – por que as pessoas irão largar animais feridos que serão, inevitávelmente, encontrados pelas rua, e farão valer seu papel de compaixão , mas deixando na responsabilidade dos órgãos públicos os cuidados e o destino de tais animais. Fica aqui um alerta para que não transformem esse espaço de suposta proteção animal numa prisão vergonhosa e sem sentido para os cães e gatos. Quando estive visitando o local já presenciei um fato como o que descrevo aqui. Atenção, “comandantes” do poder público!

FOTOS E FILME VIGILANCIA ANIMAL BOMBINHAS..... 012 Outro pensamento que tive,  foi que os responsáveis técnicos que estão no controle das ações de saúde pública estão temerosos com as ONGs de bem estar animal. Afinal, quem são os conhecedores do comportamento animal, da vigilância sanitária e do real bem estar animal? O cidadão comum ou aquele que se graduou em uma Universidade – e faz jus a esse titulo, evidente -? Me questiono sobre esse fato pois a maioria dessas entidades trabalha mais com a compaixão desenfreada,  e são fortes pressionadores para que se façam leis a favor do bem estar animal; e muitas dessas leis não têm sentido técnico para a efetivação desse bem estar. E como há politicos interessados em corações cheios de suposta piedade! Como há!

Tema delicadíssimo esse da proteção dos cães e gatos aos dias de hoje. Mexe com grandes interesses! Do privado ao politico. Já sabemos a quantidade de milhões de moedas que gira esse patético “mundo pet”. Dos cãezinhos e gatinhos cheios de mimos – presos em uma falsa existência – aos pobres párias caninos e felinos que querem apenas ser livres, perambulando ou tendo um dono como guia. Portanto, vamos associar esterilização em massa aos cães e gatos, conscientização sobre o papel dos animais de companhia na  atual sociedade ( mas o verdadeiro papel, não o ilusório), adoção canina e felina, combate ao criador e vendedor de cachorro e gatos, às feiras que vendem esses animais, às lojas sem sentido, e combate aos Médicos Veterinários que compactuam com as dores e o abandono indireto por meio dos seus estabelecimentos que são bazares animais; precisamos de profissionais que amem os animais e que não iludem seus donos,  para, tão somente,  sobreviverem em uma sociedade consumista e destruidora do planeta. Aos dias de hoje sinto mais vergonha do que orgulho da profissão que escolhi. Por isso meu site. Por isso meus gritos de alerta por meio dos meus artigos e das minhas criticas.

De qualquer modo, que seja bem vinda a Vigilância Animal do Municipio de Bombinhas, mas que venha com coragem, dignidade e bom suporte técnico. E que a “politicagem” fique do lado de fora.

Há dias venho cantarolando o refrão de uma música do Cazuza e encerro meu artigo com ela. Entenda quem puder a intenção desse meu cantarolar: “Vamos pedir piedade/ Senhor, piedade/ para essa gente careta e covarde/ vamos pedir piedade, Senhor piedade…(…)”

Até o próximo artigo.

22 Comentários


Laura
em

Excelente! Como sempre, um convite à reflexão.



Hanai
em

Estou sem palavras… encontrei seu site através de uma busca que fazia sobre cuidados pós cirúrgicos para minha gatinha (piometra)… passei a ler os casos clínicos e “causos” como diz…(rs)
Me identifiquei com o caso do Centro de Vigilância animal de Bombinhas… moro no litoral vejo a mesma situação (acredito até que pior) e sofro muito com isso, não consigo ser complacente com essas questões… Não sou da veterinária, minha posição e atuação e apenas como cidadã… e isso faz com que eu fique ainda mais indignada! Minha ausência de conhecimento técnico consegue ver coisas!!!… em resumo, os envolvidos não vêem porque não querem! só pode…



synara rillo
em

Oi Laura.

Obrigada pelas palavras de incentivo. No que me compete nessa vida – proteger os cães e gatos em suas essências – tento fazer o melhor e sempre deixar um grito de alerta para que algumas pessoas reflitam com suas atitudes perante esses fatos ligados a tais espécies.
Um abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara rillo
em

Oi Hanai.

Fico feliz de saber que há pessoas com consciência desenvolvida quanto a proteção animal e que ainda conseguem ficar indignadas – para não dizer revoltadas – com algumas atitudes que ferem tanto o bem estar ( real, não o ilusório)dos animais quanto a digna e virtudes dos seres humanos como cidadãos de um sistema público.
Abraço fraterno.
Synara Rillo
Médica Veterinária



Maria Cristina
em

Olá Cinara, gostaria de travar um dialogo com vc, já que tambe somos protetores e iniciando um trabalho de educação no municipio de Bombinhas, paralelo a Prefeitura e o CVA, nao sei onde vc reside, mas estamos realizando de 6 a 9 de outubro a I SEMANA DOS ANIMAIS, ontem tivemos a oportunidade de realizar palestra com Ongs de Florianopolisno auditorio da prefeitura, colocando o poder publico na discussao e alinhando ações com o secretário de saude, qe esta sendo bastante paceiro de nossas atividades, estou em pleno wevento e sem mto tempo agora a tarde mas teremos A FEIRA DE ADOÇÃO sabado em frente ao supermercado schmit de bombas, compareça e conheça nosso trabalho, assim poderas ter as respostas pras quetoes que abordaste no teu artigo, creio que sera bem interessante, pois na questao do recolhimento para castração de animais abanonados, ja conseguimos ontm uma vitora junto ao secretario de saude,

abraços
cristina
Presidente ECOD DO ATLANTICO
47-8472 2655

TE AGUARDAMOS NA FEIRA,



Rubens
em

Synara, só queria acrescentar uma coisinha, que acho que não tinha mencionado isso contigo aquele dia no CVA. A respeito dos animais abandonados, a idéia sempre foi de recolher eles, castrar, e soltá-los novamente. Sempre foi nossa idéia fazer isso, mas ai pedimos junto ao conselho veterinário, eles responderam que isso caracterizaria “abandono”.Nós ficamos indignados, e ainda até hoje estamos,mas estamos trabalhando ainda encima dessa questão, o CVA abriu faz pouco tempo, a gente, na medida do possível estamos evoluindo e tentando melhorar. Mas ainda temos essa idéia fixa sim, de castrar e solta-los novamente, pois pelo menos assim eles não reproduzirão mais, sem contar nos inúmeros benefícios que isso traria para o animal. Um abraco.



synara
em

Ola Maria Cristina.
Pedido feito, pedido atendido. Estive presente na feira, conversamos um pouquinho e pude, também, ficar observando vários pontos da proposta dessa feira de adoção. Na minha visão de proteção e de sua efetivação como ação, deixou arestas a serem aparadas para não ser uma via de mão dupla. Ou seja, essa mesma feira, pode redundar no abandono , novamente. Além de haver algumas pessoas fazendo a chamada “boas ações” nas costas dos outros…Sai desanimada, como de tantas outras, não vejo resultados. Mas boa intenção , sim. A discussão dos pontos que são levantados nessas reuniões ficam girando, girando e segue fortalecida a raiz primeira de toda a origem real da situação que chegou no abandono e nessa luta de proteger os cães e gatos. Será que ninguém vai levantar essa questão?? Acho que não, eu levanto, mas a minha luta ficou solitária. E ficou solitária por que mexe com interesses de todos! Do cidadão, dos politicos, das empresas, dos Conselhos de Medicina Veterinária, e dos próprios Médicos Veterinários. Com vocês a palavra. E boa sorte na luta.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Oi Rubens!
Ah, pois é…né? Tem que encarar a luta agora amigo… esqueça os peixinhos…E seja bem vindo a realidade da Medicina de cães e gatos quando na esfera pública. É briga de dentes e unhas…feras que mordem…mandam..discutem…enquanto isso tu castra os bichos… Mas a tua ação como profissional que representa os animais na atividade pública Municipal tem que ser de ATITUDE, CORAGEM, DIGNIDADE E CONHECIMENTO TÉCNICO AMPLO…Mas tens tempo para adquirir tudo isso. Estude, pense, reflita…
Sucesso e boa sorte, de coração. Tu já me conhece, sabes que o que tenho que dizer digo no olho. E escrevo, nessa luta que travo, como registro.
Grande abraço.
Synara



Maria Cristina
em

Olá Cinara, sem querer abrimos aqui em seu espaço um canal de discussão, hehehe. Muito válido e, neste momento, essencial. POis, como voce mesma viu, tivemos pontos positivos e também os negativos na Feira, os quais agora serão revistos e criteriados com mais conhecimento técnico.
Em contrapartida, somos voluntários e nosso tempo e disposição as vezes nao nos dá chance de ir mais além.
Novamente, estamos em outra encruzilhada, que é a grave questao dos animais abandonados na praia no verao, que repartem as areias com os animais que tem seus donos, irresponsaveis.
POder público está querendo solução, como vc deve saber não é a melhor. Contudo estamos buscando maneiras de amenizar os impactos negativos disso tudo tanto para humanos,como , principalmente para os animais,que sao os que mais sofrem nesta historia e nao podem se defender.
Estamos atentas e voce não está sozinha nesta sua luta, ok? venha para junto da gente.
ps – fins de semana sempre nos reunimos para tratar da demanda da semana, fique a vontade e entre em contato, pois as resoluções estao acontecendo.

abraços
Maria Cristina – Tina
Ecos do Atlantico



lidia
em

Oi pessoal,eu tenho um gatinho e quero castar,ja fui ai mas tava fechado gostaria de saber os horarios de atendimento de voces pra eu possa ir novamente se eu ja posso levar meu gato junto.abraços lidia.



Synara
em

Oi Lidia. Aqui é meu site. Não tem nada a ver com a Vigilância sanitária de Bombinhas. Apenas escrevi um artigo sobre a Vigilância. Mas estava fechado? Estranho…era para estar aberto, horario comercial acho eu. Dá outra passada la ou liga para a Prefeitura. Certo?
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



ingrid lucas
em

boa tarde synara
gostaria de esclarecer uma dúvida: gostaria de saber se vocês pegam animais maltratados por pessoas e ficam com eles para cuidarem e darem oum novo lar para eles.pois é assim,tenho uma vizinha que tem um cachorrinho de pequeno porte,só nao sei qual a raça dele,mais ela nao cuida do cachorro,ele nunca tomou banho,não tem condições de higiene,pois ela deixa o cachorro o dia todo amarrado no mato e sem comida,e ele tem uma doença que ele corre atrás do proprio rabo e fica rosnanda e latinho.de tanto ele correr atras do rabo ele está todo comido e cheio de feridas,fico morrendo de dó.pois eu tbm tenho um cachorro e eu adoro bichos ,não admito que maltratem eles.já conversei com a dona o cachorro varias vezes,e ela nao cuida dele,ela é uma pessoa ruim,pois se amasse o cachorro ela cuidaria dele e não o maltratasse.gostaria de saber se vocês tem como ajudar.pois ele chora muito todos os dias e eu não aguento ver isso.
fico no aguardo de uma resposta.
obrigada.



Synara
em

Oi ingrid. Veja bem, essa postagem que fiz sobre o CVA de Bombinhas foi apenas um ponto de vista meu colocado quando da inauguraçao desse centro. Acho que nesse caso deves fazer uma ocorrência policial sobre maus tratos animais e depois procurar uma ONG de proteçao animal. No momento não tenho como ajudar. E veja o tempo em que estou te respondendo, atrasei todas as postagens por estava em viagem a trabalho.
Boa sorte!
Abraço Fraterno
Synara Rillo
Médica veterinária



Matheus Ordoñez
em

acho que não mudaria nenhuma das suas palavras, também sou médico veterinário, e tenho casa de temporada em Mariscal, e todo ano que vou pra lá tenho esta mesma impressão, que os cães de rua estão aumentando e que o poder publico não está preocupado com isso, porem outro caso que me espanta são os turistas que levam animais a praia sem nenhuma responsabilidade, onde acabam enchendo a praia de merda e causando problemas de pele e stress nos próprios animais, alem de causar um grande dano na saude publica, me ofereço para ajudar no que puder, pois já trabalhei como cirurgião voluntário em um programa de castração, parabéns pelo olhar critico, tenho a mesma opinião



Synara
em

Ola Matheus. Obrigada pela participaçao no site e pelas tuas palavras de incentivo. Bom poder contar com os colegas interagindo por meio do meu site. Já aceite teu pedido de add no face, valeu!
Grande abraço.
Synara



graciela
em

LES QUERIA CONTAR QUE ESTOY EN BOMBINHAS, SIEMPRE VENGO, HAY MUCHOS PERROS, EN BUEN ESTADO, PERO HABIA UNA PERRA EN CELO HACE UNOS DIAS Y ME DIO PENA.
ESTE ES UN LUGAR PEQUEÑO COMO PARA LIMITAR LA POBLACI{ON. ALGUIEN CASTRA (ESTERILIZA) AQUI?
LES DEJO LA INQUIETUD.
LA GENTE EN BOMBINHAS QUIERE MUCHO A LOS PERROS Y LOS CUIDA. HACE UNOS AÑOS CUANDO VINE VI UNA PERRITA QUE ESTABA POR ENTRAR EN CELO Y DEJE EL DINERO PARA QUE LE ESTERILICEN Y CUANDO VOLVI AL AÑO SIGUIENTE LO HABIAN HECHO.
CARIÑOS Y ESPERO QUE ALGUIEN PUEDA VENIR A HACER UNA CAMPAÑA POR AQUI. NOSOTROS LO HACEMOS EN BUENSO AIRES, ES LA UNICA FORMA DE LIMITAR LA POBLACIÓN ANIMAL Y EN UN LUGAR COMO BOMBINHAS ES SIMPLE HACER UNA CAMPAÑA,SOLO FALTA VOLUNTAD POLITICA, ESPERO PUEDAN HACERLO PARA QUE SIGAMOS VIENDO A ESOS ANIMALES “COMUNITARIOS” TAN BIEN COMO ESTÁN PERO “ESTERILIZADOS”!!



Maria das Dores Webber
em

Olá!estive em bombas e Bombinhas do dia 04/04/13 a 08/04/2013,fiquei muito triste de ver tantos animais de porte grande abandonados,cães lindos ,que brincavam com turistas e os acompanhavam na praia,até alimentei alguns,mas isto é muito pouco .queria aqui só manifestar minha tristeza pelo poder público não tratar este animais com dignidades e castra-los.Parabéns pela tua atitude ,pois são pessoas como vc e outros que poerão ajudar nossos irmão de patas . abraços. Não desista nunca.



Synara
em

Maria das Dores, isso que observaste é fato real nesse municipio. Em todas as praias há um demanda alta de caes que perambulam. Estamos em virada de Prefeito por aqui, quem sabe muda alguma coisa. Eu estou na espera…
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Ola Graciela. Essa é a realidade atual dos caes em Bombinhas. Mas esse novo governo Municipal está propondo açoes mais efetivas. Vamos ver no que vai dar… Há castraçoes sendo feitas pela Prefeitura, sim. De forma gratuita.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica veterinária



Synara
em

Ola Maria das Dores. Muito obrigada.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



katia fernandes
em

ola, eu apoio tudo isso que vc falou mas na verdade nao sei mas com quem contar aqui em bombas aqui na minha rua ja chequei a cuidar de 10 animais abandonados cachorros gatos pequei todos e levei para castraçao , mas infelismente nao consiqui doar nemhum e eles foram morrendo atro pelados e restaram so 4 caes de rua e 8 gatos todos fortes castrados sempre fis o possivel para comprar raçoes para eles mas agora estou passando por uma crise financeira e nao sei quem pedir ajuda com raçoes para eles estou muito triste com isso mas nao deixo eles passarem fome nao me ajuda vc sabe quem poderia me ajudar obrigad



Synara
em

Oi Kátia. A situaçao de abandono por aqui é muito grande e cruel. Terá que fazer teu trabalho de solicitar para teus amigos um ajuda com uns pilas para manter os animais. Ou pressionar a prefeitura para que tomem alguma atitude. Já houve reunião para esse caso com a prefeita Paulinha. Mas até agora nada vi de concreto no que se propos a Prefeitura nessa reunião.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinaria


Comente