E segue a bailanta do ridiculo!! Não é, Tulio Milman??


    18 de maio de 2010 002                                                   Antes que me digam, eu mesmo me acho chata. Estou, a cada dia que passa,  tornando-me repetitiva nos meus textos sobre cães e gatos. Todos os dias, como operária de um ideal, tenho que pensar, analisar, ler, estudar, ficar atenta e opinar frente aos fatos que envolvem os bichos;  profissão essa que me veio como missão ou vocação ( a terminologia vai do entendimento de cada um). Tem dias que penso: “ Não vou mais me envolver com isso de proteção -  a real, não a ilusória - aos animais de companhia…”  Mas algo maior me chama,  e cá estou eu com esses textos para lá de chatos.  Mas minha lucidez  me faz perceber que,  talvez,  possa não ser eu a chatinha nessa de proteger os cães e gatos.  As pessoas, no geral,  é que estão ajudando para que essas noticias surjam e tragam para uma idealista feito eu,  a obrigação de não deixar passar em branco uma noticia que em sua intenção, a principio, não afeta  muito o coração dos que amam  os animais .

 Mas não afeta àqueles que são  simplórios perante a vida – para não dizer ignorantes -  que se dão ao trabalho de vestir um cão  e sentar em um local público para divertir (??) as outras pessoas. Que da mesma forma  fazem parte do grupo dos simplórios, que param, olham,  fotografam e postam na internet tal foto,  para que milhares de outros ignorantes se fartem de rir às custas de um cão e da tradição de um povo.  Será que o Tulio Milman é um simplório ou um mero vendedor de noticia,  que se dignou a dar mais margem para que tornem os cães, cada vez mais,  os palhacinhos sociais atuais?

Não tenho como avaliar a verdadeira intenção de tão renomado jornalista da Zero Hora. Quase nada sei dele e de sua atuação perante a vida. Nas poucas vezes que pude vê-lo em ação na sua função jornalistica , entre elas sua participação no programa “Café da TVCOM”  de Porto Alegre, ele demonstrou ser bem esforçado,  debatendo temas diversos com outros jornalistas da mesma emissora, entre eles Tatata Pimentel, Tânia Carvalho, David Coimbra e o Pinheiro Machado. Mas os temas não eram sobre proteção animal, portanto, sigo sem saber da sua intenção frente a esse fato. No meu ponto de vista ele se enquadra nos simplórios,  ajudando a divulgar o circo onde encarceram os animais.

claudio moreno artigo 001 Ainda bem, que o Jornal Zero Hora tem seus cronistas de altíssimo nivel intelectual, que além de serem cultos na verdadeira acepção do termo, possuem um coração amigo dos animais. E não vendem opinião barata nem noticia que desrespeita a essência dos cães e gatos. Nesse caso estou me referindo ao Cláudio Moreno que escreveu um belo texto em sua coluna do dia 4/5/2010. Além de mostrar sua vasta cultura sobre a história da humanidade junto aos animais,  nos dá um exemplo de cidadania e respeito aos bichos.  Aqueles que não se enquadram nos simplórios, corram para ler o texto do Claudio Moreno, é de encher os olhos e a alma de cultura e sabedoria sobre a evolução dos homens e o papel dos animais.

 Para os simplórios, a noticia do Informe Especial sobre o cão travestido de gaúcho – não falo nem de pilchado, travestido é o termo exato – foi publicada no dia 12/5/2010, corram para ver a foto e o comentário bobinho do Tulio Milman, fazendo coro com aqueles que batem palmas no circo ridiculo da vida fútil. Pobres cães..

Até o próximo comentario – chatinho – sobre noticias que envolvem os cães e gatos.

2 Comentários


Carmen Coelho
em

É de dar pena!



kvadrocikl
em

How should I invest my money to make more money in a short amount of time?


Comente