Lipidose Hepática Felina


mel-antes-da-lipidose.JPG Essa gatinha ai é a Mel, uma S.R.D, com 6 para 7 anos de idade, que vive em grupo social humano de um casal e um grupo social de felinos que somam agora 5 gatos, com a entrada do mais novo membro que é o Juvenal, um gatinho de aproximadamente 8 meses de idade.

Alguns meses atrás, no ano que passou, a Marília, sua proprietária havia marcado uma consulta com a Mel para verificar peso, pois acreditava que a Mel estava já obesa; o que de fato confirmei. Expliquei como tentar reduzir o sedentarismo dela e sugeri controle da quantidade do alimento , assim como a troca para uma ração que tivesse proteína e gordura animal na sua composição, evitando aquelas rações em que as proteínas e gorduras são de origem vegetal – o que é um grande fator para os gatos adoecerem, tanto quanto, ganharam peso. Não esquecendo que o sedentarismo somado a castração favorece o ganho de peso excessivo em gatos.

mel-doente.JPG Passando alguns meses a Marília começou a perceber perda de peso na Mel, mas a principio não se preocupou, talvez imaginando que a Mel estivesse perdendo esse peso pela própria redução do alimento. Mais algum tempo ela desconfiou que a Mel estava mais abatida, mais quieta, saindo um pouco do seu padrão comportamental diário. Observou uma discreta recusa do alimento e alguns vômitos. Isso a fez procurar um atendimento Veterinário. Não comigo, com outro colega, mais próximo ao bairro onde ela residente. Meu consultório fica em bairro bem oposto ao que ela mora, achando mais prático ir a um local mais próximo a casa dela.

O colega agiu corretamente ao pedir uma ecografia abdominal, fez coleta de sangue e dosou algumas enzimas hepáticas. Seu diagnóstico: Lipidose. Acontece que por uma falta de experiência, habilidade, vontade de abraçar a “causa” ( já que a Lipidose é uma doença difícil e insidiosa , mesmo), etc, foi categórico demais ao dizer a Marília que não tinha mais nada a fazer pela Mel. Não questionou a possibilidade , inclusive, da Lipidose da Mel ser de causa secundária, pois temos que fazer essa diferenciação, sendo que a mais comum de encontrarmos é a Lipidose Hepática Primária.

Marília resolveu, então, marcar um horário comigo para pedir minha opinião sobre o caso da Mel. Agendada consulta vieram até mim trazendo todos exames feitos. A ecografia, muito bem feita, deixava clara a imagem de um fígado totalmente alterado pelo acúmulo de gordura; imagem essa bem compatível com infiltração gordurosa intensa.

Os exames laboratoriais não me transmitiram “confiança” em função da imagem ecográfica e dos sintomas clínicos da Mel, então sugeri repetirmos, e acrescentarmos, outros exames que foram: Hemograma com reticulócitos, dosagens das enzimas hepáticas, uréia, glicose, Fosfatase Alcalina, triglicerídeos, colesterol, bilirrubina direta e indireta e um EQU.

Enquanto esperava o resultado dos exames coloquei a Mel em soro glicosado, repouso absoluto em gaiola e muita observação em suas reações posturais. Percebi que a recusa ao alimento, associada a uma discreta náusea era bem evidente. Fiz um exame de fundo de olho e percebi vasos retinais mais “brancos” sugerindo-me anemia ( o que não constava no hemograma feito antes) e era evidente uma ictericia da mucosa conjuntival, esclera, palato e pele.

De posse dos resultados laboratoriais não tive mais dúvidas de que estava mesmo frente a Lipidose Hepática, pois estavam alterados os exames, e fazendo a análise global deles, já suspeitei de Lipidose primária e não secundária. Mesmo que no primeiro EQU tenha aparecida glicose na urina, não cheguei a acreditar em Diabettes – que pode levar a uma Lipidose – considerei o soro glicosado aplicado como causa ou uma descompensação pancreática secundária a Lipidose. Inclusive comuniquei à Marília que dentro de mais uns dias eu iria repetir o EQU.

Com todos os exames na mão e com o diagnóstico firmado como Lipidose Hepática, fui categórica ao dizer a Marília e ao Sandro, marido dela, que é um caso difícil e que teríamos que colocar uma sonda esofágica para a Mel receber alimentação por essa via, com alimento calórico, e fundamentalmente, com proteína animal e de alto valor biológico e com baixa gordura. Ainda deixei claro, que mesmo assim as chances de recuperação da Mel ficariam em torno de 40% de chances de reversão e cura se conseguíssemos alimentá-la bem, caso contrário a possibilidade de perda dela seria em torno de 90% ( mortalidade), índices esses citados pela Dra. Helena Justen no seu livro Medicina e Cirurgia Felina.

Prontamente Marília e Sandro autorizaram a colocação da sonda e disseram que estavam dispostos a encarar esse tratamento longo e que exige paciência e dedicação dos proprietários. Depois de tudo acertado marquei a colocação da sonda esofágica para o outro dia.

mel-com-sonda-lipidose-hepatica.JPG Tive a preciosa colaboração do jovem Médico Veterinário Cirurgião Daniel Sia ( que acabou seu mestrado em cirurgia) para a colocação da sonda. Pretendo a partir de então, pela excelente colaboração do seu trabalho, a trazê-lo como colaborador para desenvolvimento dos meus trabalhos, pois busco a cada dia formar uma equipe terceirizada para apoio as minhas atividades clínico-cirúrgica, em função da alta demanda de trabalhos, assim como, por outras atividades paralelas ao consultório que desenvolvo, como esse site interativo, meus livros, pesquisas , palestras e, mais ainda, a Fundação Bicho Esperança que estou montando.

mel-recebendo-alimento-sonda-esofagica.JPG A Mel foi anestesiada com xilazina+Ketamina+ atropina e colocamos a sonda. A partir de então permaneceu internada sob meus cuidados particulares por mais 10 dias, onde a alimentava de 3 em 3 horas. E veio evoluindo bem, apresentando maior disposição, a urina melhorou seu aspecto de cor ( era âmbar escura – cor de “chá mate”), sua icterícia foi diminuindo.

Hoje a Mel está em alta em casa, ainda com a sonda, e a Marília e o Sandro se dedicando na alimentação equilibrada. Prescrevi L-carnitina a cada 24 horas para acelerar a degradação dos triglicerídeos nos hepatócitos e nada mais.

Apenas entrei com amoxilina+ ácido clavulônico pois antes da alta fiz outro EQU para ver se ia apresentar glicosúria novamente ( não apresentou) mas constatei uma discreta infecção urinária, com certeza por todo estresse da doença em si e da internação e seus manejo necessários.

Hoje obtive noticias da Mel ( que sigo acompanhando até tirarmos a sonda – creio que mais umas 3 semanas e podemos pensar em que ela poderá começar a se alimentar por conta, aos poucos, para podermos, então retirarmos a sonda) e ela está bem mais ativa e voltando aos seus comportamentos habituais junto ao ambiente em que vive; como me contou a Marilia: ” Dra., ela já está, até, arranhando no sofá e me esperando na porta como sempre fez!”

mel-5-5.JPG Eu, Marilia e a Mel. Desejo muito ver essa minha paciente recuperada. Tenho pedido muito a Deus que olhe por ela nessa fase.

EQU-da-mel-lipidose

laudo-hemo-e-bioquimica-gata-mel-lipidose.pdf

2° EQU – MEL

laudo-ecografico-mel.doc


Vou fazer uma explanação teórica sobre Lipidose Hepática agora, pois pretendo com esse site ser fonte de informação “prática” e teórica a todos aqueles que procuram informações sobre as doenças dos animais de companhia.

A Lipidose Hepática teve sua primeira descrição como patologia que envolve o sistema hepato biliar do gato em 1977, onde então, passou a ser detectada de forma mais corriqueira na clinica médica de felinos.

Como definição é uma entidade clínica que apresenta um acúmulo excessivo de triglicerídeos nos hepatócitos (células hepáticas) trazendo alterações significativas no órgão em si, tanto quanto, na sua função bioquímica. Mesmo sendo uma patologia hepática bem significativa e com bastante incidência na espécie felina, até hoje, não se sabe bem a causa de sua ocorrência, sendo sua etiopatogenia desconhecida.

Dizem os pesquisadores que qualquer gato, em qualquer idade e sexo pode ser acometido da doença, mas já se verifica uma maior incidência em fêmeas e em animais com histórico de obesidade.

A patogênese da Lipidose está relacionada com o excesso de gordura – lipídios – nas células hepáticas, fazendo com que o fígado exceda a sua capacidade de metabolizar e retirar esses lipídios de dentro das células. Já foi estimado que ao redor de 80% dos hepatócitos estejam comprometidos na Lipidose, ou seja, uma parte considerável do órgão fica comprometido em suas funções metabólicas básicas.

Sabe-se que a Lipidose pode ser secundária a uma gama enorme de condições, onde podemos citar o estresse, diabetes mellitus, pancreatite, inanição e as infecções como um todo. Mas na maioria dos casos não se consegue achar o sitio inicial do acúmulo de lipídios nos hepatócitos, sendo portanto, uma patologia de origem idiopática, ou seja, de ordem desconhecida.

Os pesquisadores dizem que vários fatores são envolvidos na patogênese da doença, entre eles: alta ingestão de ácidos graxos ou uma deficiência na oxidação desses ácidos, uma síntese excessiva de lipídios, uma deficiência na produção e/ou secreção de lipoproteínas ( proteína importante para remoção dos triglicerídeos de dentro dos hepatócitos), destruição deficiente das gorduras no jejum e uma síntese deficiente de triglicerídeos a partir dos carbohidratos ( aqui saliento as rações a base de carbohidratos em maior quantidade do que proteína animal como possíveis precipitador da doença – já que tendem, os gatos, a ganharem peso pelos carbohidaratos, assim como, já sabemos que eles convertem melhor em glicose quando as proteínas são de origem animal).

O relato do proprietário em relação ao histórico do gato com Lipidose vem primeiramente, citando anorexia, que pode variar de poucos dias à semanas. Sendo que,  geralmente,  se observa a presença da anorexia após situações de estresse, como a entrada de um filhote de gato no grupo social, algum novo membro na familia dos proprietários, alteração brusca de uma nova dieta menos palatável, doença crônica e, também, mudança de hábitat. Não podemos esquecer que o histórico de obesidade anterior é preponderante.

Os sintomas são progressivos, como vômitos, perda de peso, apatia intensa, letargia, diarréia e em alguns casos salivação ( náusea). Quando em estado avançado da doença, onde podemos ter a encefalopatia hepática podemos observar ventroflexão do pescoço por hipocalemia, hemorragias, demência, olhar fixo, convulsões e coma.

O diagnóstico é feito através da história clínica, exame clínico, exames complementares e, fundamentalmente, através dos achados histopatológicos de biópsia hepática ou necrópsia.

Dentre os exames podemos solicitar um hemograma onde tende a aparecer uma anemia não regenerativa normocítica e normocrônica de grau médio a moderado. Poiquilocitose é um achado comum no hemograma. O leucograma pode aparecer sem alteração, ou apresentar leucocitose de estresse ou neutrofilica em razão da presença de focos inflamatórios.

Na bioquímica sérica vamos ter aumento das enzimas hepáticas – ALT e Fosfatase Alcalina. A uréia pode estar em níveis de baixo a elevado passando pela normalidade, assim como a glicose. Também podemos encontrar alterações inespecíficas no nível sérico de diversas substâncias, entre elas podemos citar: hiperbilirrubenia, hipocalemia, colesterol aumentado, creatinina aumentada e uma leve diminuição de albumina.

Podemos ter alterações na coagulação sanguínea em face da insuficiência hepática na síntese de diversos fatores e/ou deficiência de Vitamina K, por anorexia, má absorção ou terapia com antimicrobianos.

No exame de urina podemos ver: lipidúria e bilirrubinúria. (A presença de lipídios na urina pode ocorrer em virtude da degeneração epitelial tubular.)

Na ecografia vamos encontrar hepatomegalia com hiperecogenicidade difusa. No Rx podemos observar aumento do figado com margem lisa e aguda, extensão da margem ventral do mesmo para além do arco costal, deslocamento caudal e dorsal do estômago e deslocamento caudal do rim direito.

Quanto ao tratamento nada mais é do que um bom suporte energético satisfazendo todos os requerimentos básicos de proteína e nutríentes específicos do gato, para promover a regeneração do figado e a recuperação dos desequilíbrios metabólicos com um todo.

Muitas vezes se faz necessária suplementações de vitaminas e outros componentes orgânicos, conforme o grau de disfunção metabólica; podemos citar entre eles: Vitaminas do complexo B ( B1 no caso de ventroflexão do pescoço), a L- carnitina como efeito protetor contra a cetose do jejum, etc.

Algumas vezes necessita-se o uso de antibióticos a base de amoxicilina, cefalexina ou ampicilina, em face da entrada de microorganismos na circulação portal pelas lesões gastrointestinais.

Quanto ao prognóstico dessa doença o consideramos reservado. Mas é o suporte nutricional adequado que dará condições de regeneração hepática. Muitas vezes, na verdade em sua grande maioria, necessitando de colocação de sondas para alimentação “forçada” e equilibrada, conforme exemplo do caso relatado por mim.

204 Comentários


Marilia
em

Dra. Synara!!
Muito bom todo o seu cometário e o seu profissionalismo diante desta situação tão delicada, e melhor ainda é a atenção que você está dando para a Melzinha. Tenho certeza de que juntas vamos vencer esta batalha.

Obrigada por tudo até agora!!
Marilia



Verônica
em

Mel….
vc é linda , e vai se recuperar !!!!!
Hj faz um ano que a minha gatinha “pop” não está mais entre nós (a Pop tbém passou pelas mãos da Dra. Synara, mas já era tarde d+)…mas vc Melzinha, vai ficar boa !!!!
abçs, Verô, Evandro, Fuma, Gaya, Graça



Dra.Jany
em

Parabéns Colega ! Seu Profissionalismo , Amor e Dedicação pelo Propósito do Bem Estar Animal, fico imensamente Feliz, que ainda existem pessoas capazes de fazer a diferença.
Veterinária nota 10 !!!!
Sucesso á vc



Suely Maria
em

Prezada doutora,
Hoje obtive o diagnóstico de lipidose hepática em minha gatinha Melina de 6 anos. Fiquei mto triste mesmo, embora exista chance de reação e o fato de não ser câncer me deixou um pouco mais aliviada. Fizemos hemograma e ultrassom, e a Dra. Silvana Giova prescreveu uma dieta. Vou ter que levar a Melina diariamente ao consultório para soro e vitaminas, e alimentá-la em casa com papinha de bebê. Espero que estejamos no caminho certo. Um grande abraço doutora !



synara
em

Opa! Obrigada colega! Bom sabê-los por aqui, no site. Nota 10 não existe! Existem os que levam à sério! E eu levo a profissão bem à sério.

Abraço, Dra. Jane!

Synara



synara
em

Oi Sueli, eu não tenho dúvidas de que estão no caminho certo…A Lipidose requer reposição energética ao gato ( rica em proteina animal, leite, ovo, queijo branco ( ricota), vitaminas e sais minerias…tem é que comer!! A papinha´para crianças humanas, até vale..
Se a eco deu com muita infiltração gordurosa, um acelerador da metabolização da gordura de dentro das células do figado é uma boa alternativa e evita a cetose do jejum que pode haver na Lipidose.
Desejo boa reação da tua gata. Te dedica e tenha paciência e um Veterinário te apoiando, que a lipidose pode reverter. Atentem-se ai para a Lipidose não ser secundária à alguma disfunção do pâncreas…façam exames.
Por ai…
Grande Abraço!
Obrigada pela participação no site.
Dra. Synara Rillo



raquel rosa
em

Oi, Dra.
Estamos muito nervosos com relaçao ao nosso gato e precisamos muito de uma opinião!!!
uma semana atras, meu gato ( 1 ano e meio)vomitou a ração, e nos proximos 4 dias não vomitou mais, mas ficou extremamente apatico e com tosse.
No quarto dia levamos ao veterinário onde foi feito o emograma (normal) e ultrassom (alteração amorfa na região mesogastrica, aumento no basso.
Foi feito exames de AMILASE E LIPASE, com os respectivos resultados:

AMILASI : 4600
LIPASI: 360

Diante destes resultados, o veterinário diagnosticou pancreatite grave e internou com o tratamento de fluido terapia (soro mais vitamina).

o Veterinário falou que se não houver melhora no quadro em 24 horas, o quadro se torna irreversivel, podendo ocorrer a eutanásia do animal.

No primeiro dia de internação o animal não tossil mais.

O tratameno está correto, tem algo mais que possa ser feito?

Aguardo uma resposta, e agradeço muito a atenção.

RAQUEL



Synara
em

Ola Raquel!

Nossa!! Mas que colega “contundente” no prognóstico…biologia não é uma ciência tão exata assim onde possamos “bater o martelo” dessa forma. Sabe que percebo que alguns colegas agem assim de forma tão categórica e acho, sei lá, que tentam com isso se “garantir” de que se não deu certo o tratamento o proprietário já estava avisado da suposta gravidade do quadro do seu animal. Eu penso que quem age assim na profissão não tem o devido respeito ao seu semelhante, donos desses animais, que possuem sentimentos de afeição e apego. Acabam deixando os proprietários ansiosos e sofrendo, muitas vezes, por antecipação.
Quanto ao que relatas e baseada no que me escreves ai, esse laudo ecográfico, em primeiro lugar, no meu ponto de vista, por que tenho um ecografista que me assessora nos meus exames com meus pacientes e, no decorrer de 8 anos trabalhando junto, aprendi com ele a interpretar imagens ultra sonográficas, e, também, a forma mais correta de se colocar no laudo. Sob meu ponto de vista, no teu relato, é um laudo curto demais, com expressões não comuns de serem usadas em laudos. E baço, não tem a ver com pancreatite, e sim o pâncreas.Há casos de algumas situações clinicas onde estamos frente a quadros de hemólise ( destruição das hemácias por parasitas – hemobarthonela, erlichia, babesia, etc) que vamos ter um aumento do BAÇO ( não pâncreas, veja bem, o que te explico!).
Quanto as enzimas analisadas a amilase e lipase, são enzimas, sim que nos direcionam a pensar em disfunções pancreáticas. E estão exageradamente altas, sim! Mas outro fator importante, é o laboratório que fez esse exame….eles têm experiência?? Têm kits apropriados para medir tais enzimas?? Quando os exames que peço ( embora eu confie e trabalho com um excelente laboratório Veterinário aqui de Porto alegre) estão em faixas altas demais e não compatíveis, em tese, com os sinais clínicos, digamos assim, tendo a repetir os exames.
Outro ponto que me chama a atenção que a tosse ( se é tosse mesmo que teu gato manifesta) não tem associação com pancreatite, o vômito tem! E além disso gatos com faringite ou bronquite podem no ato da tosse regurgitar alimentos; e regurgitação não é vômito!
Outro dado importante para que penses e raciocine junto com que estou te explicando é que os sinais clínicos e o exame clínico do paciente ( bem feito!) é mais importante, na maioria das vezes que os resultados de exames por si só, além disso, não basta pedir exames se o profissional não tem experiência na interpretação associado ao que o exame clinico do paciente sinaliza. Por exemplo, pacientes com pancreatite aguda apresentam uma dor muito forte na região epigástrica ( para entenderes é a porção mais alta do abdômen, logo abaixo do diafragma ( músculo que separa a cavidade torácica da abdominal).
E o profissional que sabe usar as mãos para apalpar esse abdômen pode detectar ao toque aumento dos órgãos nessa região, entre eles, pancrêas, figado, vesicula biliar, baço e algumas vezes estômago, já com isso prevendo ou suspeitando qual órgão está mais aumentado; e ai, sim, direcionar bem o exame ecográfico. E toda a ultrasonografia abdominal feita deve avaliar e trazer no laudo como se encontram todos as vísceras contidas ai, desde intestinos, bexiga, rins, etc.
Pancreatite aguda quando bem diagnosticada, com soroterapia de ringer lactato glicosada e antibióticos adequados a essa doença – e posso te citar a enrofloxacina como um deles para uso nesse doença – esse gatos tendem a se recuperar bem.
Bom, acho que é isso que posso te deixar em resposta ao que me colocas ai no comentário.
Evidente que não tenho como dar diagnóstico e nem mesmo prescrever nada por aqui, pois não estou examinando e nem fazendo uma boa história clínica junto ao dono.
Mas procuro explicar como as doenças se manifestam e com isso oportunizar a quem me solicita comentários sobre seus animais de companhia que tenham elementos para questionar o Veterinário sobre o que está ocorrendo com seu bicho. Se não te sentiste segura com a conduta de algum profissional deves sempre ouvir uma segunda opinião de um outro.
Percebo pelos comentários que recebo pelo site que há profissionais precisando estudar mais!! E se me posiciono dessa forma critica construtiva tenho como único objetivo defender a minha profissão. E percebo que a Medicina Veterinária dos animais de companhia esta precisando ser levada mais a sério por determinados profissionais, e basta estudar!
Se por ventura me acham competente, digo apenas que sou estudiosa ao extremo, pratico minha profissão com orgulho e sei respeitar tanto os animais que sofrem tanto quanto aos donos que gostam e gastam com seus animais de estimação; além disso, falo muito, e penso isso, que os proprietários entregam junto com seu animal seu maior patrimônio que é a ligação emocional com eles.
Por ai, Raquel!
Obrigadissima pela tua participação no site e desejo de coração que teu gato se recupere bem. Que Deus te dê paz interna sempre.
Dra. Synara Rillo



Sabrina Veiga Costa
em

Olá Synara,

me chamo Sabrina, sou médica veterinária e estou começando uma pesquisa para meu curso de Pós – graduação. Estou relatando um caso de Lipidose Hepática. Lendo seu Blog me indentifiquei muito, pois sou como vc, vou até o fim, acho que estudar é fundamental, e infelismente muitos colegas levam nossa profissão na brincadeira. Sou Carioca, formei e trabalhei, durante 3 anos no Rio, mais hj moro no interior do Espírito Santo (Marataízes), mas não deixo de me atualizar, fazer exames complementares…. Para mim a clínica é soberana, veja esse relato que vou fazer: o paciente chegou praticamente morto, gatinho de roça, castrado, só come comida de panela e ração de cão, proprietária relata que era obeso, mais a dois meses vinha perdendo peso e que estava sumido a dias, e quando o encontrou veio para uma consulta. Por estar no interior uso o meu exame clínico como a minha maior arma, só de olhar para o gatinho (icterícia generalizada, ventroflexão, muito nauseado…), ou seja, antes de examinar, já pensei de cara em lipidose, como o gatinho chegou na sexta a noite, e tudo no interior final de semana é impossível. Internei logo a paciente, no dia seguinte coloquei uma sonda de faringostomia, comecei todo protocolo para Lipidose, e iria fazer os exames complementares na segunda, mais infelismente, mesmo com toda dedicação o Chico veio a óbito na segunda 10:00, fiquei arrasada, mas feliz por ter tentado de tudo para ele salvar. Enfim, amo minha profissão, me dedico muito e tenho raiva por alguns colegas acharem que a melhor solução é fazer eutanásia.
Gostaria tb de pedir ajuda para o meu relato, preciso de artigos, trabalhos, se puder me ajudar, agradeço muito.

Atenciosamente, Sabrina (CRMV-RJ 6214 e CRMV-ES 513)



Sabrina Veiga Costa
em

Olá Doutora, sou eu novamente, Sabrina

Esqueci de falar, que fiz necrópsia do gatinho, e o fígado estava totalmente gorduroso, com aspecto de nós moscada, vesícula biliar normal e outros órgão aparentemente sem alteração. Mandei o órgão para análize histopatológica.



synararillo
em

Ola Sabrina! Bom saber que existem profissionais com a tua dedicação também! Pelo que relatas e pela necrópisia creio ter sido realmente a Lipidose. É uma patologia que requer pronta ação e muita paciência, tanto do profissinal quanto do proprietário. Geralmente o indice de recuperação é baixo, salvo se o gato for colocado sob a sonda e receber alimentação calórica, associado com algumas medicações que aceleram o processo da degenereção gordurosa, entre eles a L- carnitina que podes mandar manipular e usar por um periodo minimo de 60 dias.
A minha paciente Mel hoje está totalmente recuperada. Segue a tua luta por ai! Te oriento como uma boa leitura para esses casos o livro da Dra. Heloisa Justen – ” Medicina e Cirurgia Felina” – estudo muito nele; e ela é uma exclente mestre!! Procure por ele.
Obrigadissima pelos força!
Grande Abraço,
Dra. Synara Rillo



silvana aparecida moretto
em

Dra.Synara:
Comecei a procurar pela Internet uma solução para o problema da minha gatinha Martina.E encontrei o seu site.Por favor me ajude.Ela já passou por alguns veterinários mas os vomitos continuam, agora já não sei se são vomitos ou regurgitação.Ela passa bem alguns dias sem vomito, e depois volta a vomitar, e aí vomita por um dia ou mais.Ela tem 14anos, em ultasom recente foi diagnosticado rins policisticos,esplenomegalia em grau discreto, sem alteração de contorno, aspecto e ecotextura do parenquima.Hepatomegalia moderada, de contorno bem definido, apresentando bordos afilados, padrão vascular congesto, aspecto e ecotextura do parenquima preservados.Alteração observada em pacientes com cardiopatia.
Após período de jejum os vomitos cessam e aí voltamos a alimentá-la com papinha caseira e ração úmida da Royal Canin Sensitivity S/O control por 5 dias, depois ela se alimentou com ração seca Persian, e voltou a apresentar vomitos, A veterinária prescreveu jejum e fluidoterapia, Plasil, Cimetidina.Hoje ela voltou para casa, mas temo por ela pois já não sei o que devo fazer em termos de alimentação, pois sei que ela precisa de um bom aporte de proteínas e gordura, o que a papinha caseira não dá.Voce pode me ajudar?
Será que o que ela tem é uma intolerância alimentar a presença de algum componente da ração seca, talvez milho integral moído que é comum nas rações?
Dosagem de uréia 58mg/dl
Dosagem de Creatinina 1,5mg/dl
Fosfatase Alcalina 78U/L
Dosagem de TGP 79U/L
Dosagem de TGO 54 U/L
por favor me oriente o que devo fazer para poder salvar minha gatinha.Ela vomita e volta a pedir comida.Está agora com 3,6kg.Mas já foi mais gordinha, ela é castrada a mais de 12anos.Foram feitos tb.sorologia para leucemia e imunodeficiencia felina e deram negativos.
O que seria estes vomitos?
Aguardo anciosa sua orientação. Muito obrigada
Silvana



Michele
em

Olá Synara!
Com a colega acima é só um comentário, atendi uma gatinha obesa, com ictericia acentuada e anorexia, dor a palpação região epigastrica e leve aumento hepatico.
começei logo o tratamento para lipidose, sonda naso-esofágica, coletei sangue, no dia seguinte veio os resultados.
No segundo dia tirei a sonda, aquele “papo cabeça” para ela comer, voltou a comer bem, mas só quando estimulada.
Visivel diminuição da ictericia.
Foi pra casa com dieta e medicação.
No dia seguinte a propr me liga dizendo que ela não estava comendo, e eu tive que repetir todas as recomendações inclusive o estimulo para ela se alimentar. Acho que o que falta da parte do propr é paciencia com o seu animal e conciencia que que as coisas não se resolvem da noite para o dia.
No dia seguinte ela falou que a “técnica da conversa” funcionou.
A Mosa está se recuperando bem.



Ana Ballard
em

Sou proprietária de uma gata de +- 6 anos, cstrada e obesa, estou com um problema.
A Mirela é uma gata caseira não vai a rua e nem tem contato com outros gatos. Há um ano ela apresentou SUF (por estar usando uma ração não apropriada), soube que gatos ebesos possuem tendências a desenvolver a SUF, foi tratada mudei a ração e ela ficou boa.
Moro no Rio e como todos sabem sobre o surto de dengue, estive usando em minha casa o produto Baygon e a gata permanecia no interior.
A gata começou a apresentar frequentes idas para urinar, nos levando a creditar que ela estaria de novo com SUF, levada ao veterinário (no dia 15/04)e foi contatada uma cistite foi medicada com (Amixicilina e Mercepton ambos injetáveis).
Dois dias depois ela parou e comer ficou apatica e voltamos ao veterinário que fez um soro subcutâneo, ela ficou mais esperta, porém ainda rejeitava a ração. Na manhã seguinte voltamos para colher sangue, (não foi observado nenhuma alteraçao no hemograma e lipidograma e sua glicose estava 149) porém a vet. percebeu que ela estava bem amarelada (ictérica), fizemos uma ultra onde tds os orgãos estavam normais, e as alterações encontradas configuravam hepatopatia, podendo estar associada com lipidose ou hepatite. Pensamos imediatamente na exposição ao Baygon, porém lendo o seu relato tb tudo indica que seja uma lipidose por se tratar de uma gata obesa.
Estamos usando Legalon 70mg e tb por sujestão de outro med. veterinário o uso do Ornitargim, mas depois de ler o seu relatório, resolvi suspender o ornitargin e usar o Xantinon Complex (orientação dada a uma semana atrás pela protetora que me deu a gata), onde verifiquei na bula e percebi que se tratava de um remédio cuja a finalidade era remover o excesso de gorduras e agentes tóxicos no fígado.
Ela esta se alimentando via seringa (numa boa) uma sopinha Nestlê de bebê, de 3 em 3 horas, vc fala de um alimentação que utilizou na Mel (vc poderia nos dar a receita?) ou se fizermos uma sopinha de peito de frango, arroz e cenoura sem gordura, seria o ideal?.
Este quadro já se apresenta desde do dia 12/04, quando ela começou a apresentar as diversas idas para urinar.
Quanto ao comportamento dela: ela está andando devagarinho, bebe muita água, faz muito xixi e notei uma ligeira diminuição do amarelado ela atende ao chamado, ou seja não está apática.
O que você sugere…..
Aguardamos anciosamente sua resposta e desde já agradecemos.
Aproveitamos para parabenizá-la o seu relatório e explicações oferecidas que foram de grande ajuda. Ana Ballard e Mirela(a gata)



synararillo
em

Oi Ana! o que posso te dizer em primeiro lugar que através de uma ecografia temos como saber se a alteração hepática é por congestão ( inflamação)ou se trás acumulo excessivo de gordura que quando degenerada pelo figado é tóxica causando hepatite tóxica gordurosa. Se não há imagem ecografica compativel com “figado gorduroso” e, insisto, é bem classica a imagem (tem uma ecografia da Mel ai postada que mostra bem um figado gorduroso clássico da lipidose.) Podemos estar frente a uma congestão hepática, tão somente, ai , talvez , pensar em uma absorção do baygon levando a uma hepatite tóxica externa. A principio toda hepatite leva perda de peso pela evidente anorexia que ela produz no gato. Acho que a alimentação com baixa ingestão de gordura seria mais importante se há confirmação do figado com gordura nos hepatócitos, ai sim, sendo indicado, redução quase que total da gordura através do alimento e entrar com alimentação à base de proteinas de alto vlaor biológico, como ovo cozido, queijo branco e uma portiena padrão que é o peito de frango, carne essa sem gordura. Se a hepatite foi tóxica pela baygon , ai acho que devias fazer estimulo alientar com a própria ração que ela está acostumada e acrescentando alimentos tb mais palatáveis a ela, pois o importante é que não deixemos os gatos, principalmente obesos, sem alimento por muitos dias quando entram em anorexia prolongada, pois ai pode ser uma forma indireta de induzir a lipidose. Se for confirmada a lipidose na eco, sugere ao Vet da Mirela em prescrever L-carnitina_que é mais eficaz para o gato na “retirada” da gordura de dentro das células hepáticas. Outra orientação é que independente da causa da hepatite ou disfunção hepática é importante manter uma antibioticoterapia por uns 10 dias seguidos, por via oral, ai sugiro amoxilicina com ácido clavulônico. Insisto, leva esses pontos que te deixo como orientação e discute suas ações e dosagens com o Vet da tua gata. Ok, Ana?
Agora é tudo contigo! Gracias pela participação no meus site interativo!
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



synararillo
em

Oi Silvana! A primeira coisa q tens que diferenciar é se são vômitos ou regurgitação ( a regurgitação é o conteúdo gastrico quase sem digestão). Outro caso para pensares é na cavidade bucal…pensar em complexo estomatite- genvivite com comprometimento de dentes molares ou não. Isso faz com que o gato possa vir a vomitar, ou até mesmo, apenas, regurgitar depois que o alimento passa pela boca e esôfago inflamados.É importante saber se essa situação a levou a perder peso, os vômitos, me refiro. Quanto aos aspectos ecográficos não são a principio tão importantes e nem preocupantes, me pareceu mais serem alterações anátomo-citológicas de “envelhecimento” dos orgãos internos abdominais. Quando a cardiomiopatia com envolvimento do coração direito ( que atinge o figado) não é tão comum no gato, não! Quando eles apresentam alguma suspeita de alterações cardiacas devemos primeiro pensar no hipertireodismo do gato – e as alterações cardíacas serão secundárias a ele. Mas ai terás qeu antes do exame da tireoide ter um rx de tórax da tua gata, para ai depois ir investigar com dosagens hormonais da tireóide. O vômito até e poderá ser um sinal do inicio de um hipertireoidismo se tiver alteração cardiaca por confirmação de rx de tórax!! Veja bem!!
Podemos pensar tb em faringites virais…podemos pensar em regurgitação idiopática do gato, etc , etc. ect…Mas investiga a parte bucal primeiro..vamso pelo mais simples..aposto mais nisso no complexo gengivite- estomatite e dentes…e tem q diagnosticar bem…para poder saber tratar!
Entra no meu artigo ” A História de Nicolau e Abóbora” que nesse artigo falo dessa doença que te cito. Certo Silvana!! Abraço! Gracias pela participação!
Synara Rillo
Médica Veterinária



Catarina Costa
em

Dra Synara,
Obrigado pelo excelente site, acabei de dexar o Rudolpho ( gato castrado e obeso, com 12 anos) internado, foi-lhe diagnosticado uma Lipidose Hepática.Com a ajuda do seu site consegui tirar todas as duvidas, acerca dessa doença.

Obrigado
Catarina Costa



Synara
em

Ola Catarina! Saber disso só me alegra, que meu trabalho possa estar contribuindo para que vocês donos de animais possam ficar mais esclarecidos sobre as doenças que seus bichos podem ser acometidos. Com esse objetivo que busco consigo dar elementos para que os donos ganhem força em conhecimento e possam com isso tanto entender mais o que seu animal tem quanto ter subsidios para questonar os profissionais que atendem seus cães ou gatos.
Obrigada pelo elogio e pela participação no meu site!
Abração!
Synara Rillo
Médica Veterinária



Katia Martins Cordeiro
em

Dra Synara,
Tenho um gatinha chamada Cindy, de 10 anos que foi diagnosticada com lipdose hepática, ela teve vôtmitos e diarréia e perdeu peso rapidamente (era muito gorda). Sua veterinária fez exames de sangue, ultra-sonografia e também constatou diabetes. Ela está no soro e recebendo comida através de uma sonda, está lúcida, me reconhece, mas estou achando que ela não está reagindo. Depois de todos os exames o quadro é o seguinte: segundo a veterinária a diabetes pode ser um sintoma diante do quadro apresentado e o mais importante agora é que ela não vomite a comida ingerida, ela está dando comida de 2 em 2 horas,em pequenas quantidades, para que Cindy não vomite.

Não sei quais medicamentos ela está recebendo, estou muito nervosa, confio na veterinária, porém também gostaria de seus conselhos.

Ps: a veterinária também disse que ela está com retenção de líquido do abdomem, consequência do quadro, vulgarmente chamada de “barriga d’água”.

Obrigada

Katia



Synara
em

Ola Katia! Até pode ser lipidose, sim. Entra na imagem ecografica do caso da gata Mel que ali tem a imagem classica de um figado com lipidose. Mas tb podemos pensar em pacreatite ( diabetes)… e liquido livre na cavidade abdominal podemos pensar em quadro hepático, mas é mais raro de aparecer liquido livre na cavidade abdominal com lipidose. Devem pensar tb em PIF. Certo? Te deixa luz para questionar mais a colega.
Certo?
Abraço
Synara Rillo
Médica Veterinária



Rubia
em

Olá! estou muito preocupada como meu gatinho Lilo, ele tem aprox. 7 a 8 meses, ele não é castrado, sempre foi um gato bastante passeador, não gosta de usar a caixinha de areia,(sai todas as manhãs para fazer as necessidades)gosta muito de se exercitar, de correr, morder enfim tudo que um gato normal faz. Mas notei que de uma semana para cá ele mudou seu comportamento, no dia 14/06 notei ele muito abatido, não quis comer o dia todo, e não se levantou da caminha dele, no domingo ele estava ainda bem tristinho, e comendo muito pouco, na segunda ele comeu poucas vezes com incistencia minha, nos outros dias que se passou ele continuou comendo, mas até hoje ele está muito quieto, não sais mais de casa, não brinca com seus brinquedinhos, e só fica deitado, notei que quando passo a mão em cima da sua perninha ele repuxa a perna como se sentisse dor, ele fica incomodado e logo sai até do lugar que está para se esconder, eu notei tb que ele está andando mais devagar que o normal e me parece que com as pontas das patas trazeiras, ele anda bem lento e evita subir nas coisas como fazia antes, gostaria de uma ajuda sobre isso, eu sei que é complicado para fazer um diagnóstico mas é que estou muito preocupada com ele e moro em um local que (acreditem se quiserem) não existe veterinario disponivel, tem que marcar um horario com ele, mas isso eu já fiz, mas ele só vai poder atender o meu Lilo dia 27/06 e estou muito apreensiva… se puder me ajudar eu agradeço muito!



synararillo
em

Ola Rubia! Tudo indica um quadro de dor musculo esquelética; gatos são ativos, pulam, saltam… podem se machucarem. Isso, vai num Veterinário que ele poderá identificar qualquer danos possivel que ele possa ter. Ok?
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



silvia
em

Oi Synara. tenho pesquisado sobre doenças felinas que provocam sintomas neurológicos e a de hj é encefalopatia hepática… bem, tenho um siamês de 6 meses e há 1 mês venho tratando o gatinho, que apresenta sintomas neurológicos bastante graves, sem ninguém saber direito o que ele tem.
Começou com certo grau de anorexia, com “dificuldade” de engolir por mais ou menos 1 semana e depois começou a mostrar-se debilitado, com sinais de dor na regão cervical. foi qdo levei-o ao veterinário, que inicialmente tratou-o com meloxican por 2 dias, sem melhora. voltei e outro veterinário examinou-o e percebeu alguns sintomas neurológicos, que eram leves nesse início. pensou-se em meningite e tratei o gato com batryl 12/12. houve melhora nos primeiros 5 dias, porém começou a piorar novamente, e muito, com quadro neurológico bem evidente, com pouco controle motor das patas posteriores, sem conseguir subir ou descer degraus e alguns dias, andar com mta dificuldade e cambaleando. bem, até aqui havia-se feito rx, que foi normal, hemograma, creatinina e alt. na época, o vet. disse que estavam normais, mas não cheguei a ver os resultados que só vi esta semana (e apareceu anemia e plaquetopenia e aumento da ALT – por isso comecei a pensar em encefalopatia hepática). começou-se a desconfiar de pif e se associou prednisolona e ainda vertix… de novo houve pequena melhora nos primeiros dias, mas piorou novamente. se retirou o corticoide e iniciou interferon. bem, a antibioticoterapia foi feita por 20 dias, após o que foi tirada toda medicação. ele teve uma melhora enorme no dia seguinte, voltando a subir e descer escadas, brincar, comer… mas no dia seguinte, piorou muito novamente, sem conseguir sequer ficar em pé. foi então medicado com clindamicina (pensando em possibilidade de toxoplasmose). nesse tempo chegou resultado de sorologia para toxoplasmose que foi negativa. optou-se por continuar com a clindamicina até fechar 7 dias, o que aconteceu hoje. foi feita outro rx, que o vet. comentou como “imagem não muito limpa” da região abdominal, foi feito dosagem de prot. total e alb e a relação alb/globulina, que estavam todos normais e marcadores inflamatórios como alfa1-GPA e PCR, também normais, e aspecto do soro normal, sem icterícia, embora não tenha sido dosado bilirrubina. estou aguardando o resultado de pesquisa de corona vírus… na última semana ele passou em alternancia de dias melhores (porém nunca mais tão bem) e outros muito piores, comendo só se oferecido na mão, a papinha de lata da hills, ingerindo pouca água, evacuando menos e algumas poucas vezes com vomito, que geralmente ocorreram qdo observei piora do quadro neurológico.
mas hj, depois de ler alguns artigos, saber dos resultados, inclusive iniciais dos exames, a hipótese de encefalopatia hepática parece bem viável.
Hoje ele amanheceu muito ruim, quase sem andar, sem aceitar nada de comida, miando o tempo todo e pra completar agora a noite, ele caiu da escada, um tombo de quase 3 metros, pois não detectou a ponta da escada…
Bem, estamos sem saber mais o que fazer… com um nó na garganta, por ver o bichinho assim… sem fechar um diagnóstico, mas com algumas melhoras súbitas, que duram pouco tempo.
poderia nos dar alguma sugestao?
agradeço muito desde já.
abraço
silvia



Evelyn
em

Olá Synara! Acabei de encontrar este site q foi um grande alívio para mim, minha gata Pretinha está sofrendo de Lipidose Hepática,
no começo, confesso me uma dona relapsa já q não perçebi a rapida evolução da doença, pois tenho mais outros 4 gatos cada um com sua individualidade e preferencias alimentares como tipo de ração etc, a Pretinha era a menos exigente e mais caseira por isso não percebi q havia parado de comer já q os outros estão sempre aprontando mil e umas, como foi muito rápida a evolução +ou- tres dias. Após exames de sangue a suspeita maior é q ela deve ter experimentado algo em algum momento q a intoxicou, pois ela só teve um grande vomito, levei ela no veterinário de minha confiança onde ela ficou internada por 6 dias com soro mais alimentação forçada, após esse tempo o veterinário me disse q era necessário o tratamento em casa pois ela já estava apresentando auto nivel de stresse.
Estou preocupada agora porq ja se passaram 7 dias q chegou em casa e sua melhora apesar de gradativa me parece muito lenta ela ainda não demonstra interesse em comer sózinha nem em beber agua, tenho alimentado ela com a ração A/D da Hills e agora lendo algums textos fiquei preocupada se não estaria fazendo errada a alimentação pois só tenho tempo de fazela nos meus intervalos do trabalho sendo assim 4 vezes ao dia e sempre peço favor a quem estiver em casa, (mesmo sabendo q não posso contar com a fiel colaboração) em forçar água nestes intervalos da alimentação.
Será q a recuperação estaria melhor se eu forçasse a alimentação em espaços de tempos mais curtos? E a água de quanto em quanto tempo deve ser forçada? Ou a recuperação esta certa e é realmente lenta?
Meu veterinário é Ótimo com cirurgias de todos os tipos em pequenos, já salvou vários bichinhos meus e sou muito grata mais sinto nele um pouco de inexperiençia neste assunto apesar da boa vontade. Me ajude por favor a salvar minha Pretinha!



mariene
em

Olá dra. Synara
Eu tenho 8 gatos, destes apens dois vieram de fora,sendo que os seis são irmãos, primos, etc.
O Toquinho tem 18 anos, sempre vai ao veterinário para vacinas, pulgas e vermifugos pois nunca ficou doente. Há dois meses perdi a Pretinha (rins) filha do Toquinho, castrada, e tinha 15 anos, tratei e não teve jeito. Logo após, o Toquinho apresntou mudança de comportamento: emagrecimento, apatia, fiou diferente, lrvri so veterinário, fizemos exames e não deu nada considerável a um tratamento (me disse a Médica Veterinária) mas o estado dele foi modificando, percebi que não queria comer como antes, e percebi que estava emagrecendo muito rápido, en’~ao o levei a outra Médica (recomendada) com muito desedpero eu fui avisada que Toquinho está com lipsdose hepática (orelhas amarelas, boca e não quer comer) Foi receitado homeopatias, foi medicado tb, durante 10 dias com Baitryl, depois ficou com uma cpsula Silimarina duas vezes ao dia. Não tenopercebido melhora, levei a outro Veterinário (professor que já conheço) confirmou que é sério e que trata-se de lipsdose,foi pedido reptição deexames e outros novos acrescentados, que estao para ser feitos amanhã. Acontece que eu, estou totalmente desestruturada emocionalmente, tive perdas e não estou preparada para outra. Toquinho queria vê-lo melhor (apesar da idade)peço a Deus, a São francisco, está sendo muito duro para nós, principalmente pq eu trabalho das 14às 20:00 h e apenas das 15:00 às 18:00h minha sobrinha de 15 anos vempara minha casa cuidar dele,é depois quando eu chego, tenho dado AD (recomendação médica) Agora ele já não quer mais a papinha. Ví no seu relato da Mel que pode ser dado leite, queijos magros (ricota)e o que me dizem aqui é que~só pode ser dada a pastosa AD, por favor, hoje entrei na internet com a intenção de buscar novos esclarecimentos, será que não existe um tratamento mais epois percebi que vc. e.ficacaz? e encontrei seu site. Muito bom, isntrutivo e animador, gostaria de um aconselhamento, gostaria de susgestões se for possível porque a dor, a trsiteza, a minha impotência de não saber como proceder, é muito ruim, Sinto culpa, sinto medo, peço a Deus sua misericordia e o meu perdão. As pessoas dizem-me: Olha vc. não deve fazer nada, ele já é um velho gato, vai ter que morrer… Fico transtornada, choro sòzinha e ninguem me entende.
Quero ajuda.Se conhece algum médico aqui em SP me indique.
Um grande beijo
Mariene



Roberta
em

Olá Doutora!
Tudo bem?
Me chamo Roberta, e estou cursando o 4 ano de medicina veterinária. Comecei a pesquisar sobre minha monografia, pois já havia escolhido o tema “Lipidose hepática felina”, pesquisando aqui e ali encontrei esse site, e desde que comecei a ler sobre o caso já pude perceber tamanha a profissional que você é. Deveriam haver mais profissionais
como você, Profissionais sérios que dividem
a sua sabedoria com pessoas como eu, que
pesquisam, e tentam achar sites que sejam sérios, para que possa nos ajudar!
Parabéns pela atitude.
Um grande beijo.



Milise
em

Boa tarde.

Navegando pela internet afim de descobrir algo mais sobre essa doença,me deparei com o blog e gostei muito dos depoimentos e esclarecimentos. Desde já agradeço porque foi de tamanha importância para mim.

Bem,adotei um gatinho há quase 1 ano atrás tirando-o da rua e levando para minha casa.Ele sempre foi saudável,bonito mesmo.Levei ao veterinário assim que adotei e tudo perfeitamente normal. Tudo começou quando comecei a trabalhar muitas horas por dia e a rotina dele mudou.Isso faz mais ou menos uns 3 meses. Antes ele comia,comia que nem um desesperado. Hoje em dia recusa-se a comer e já perdeu peso. Eu levei no veterinário que suspeitou que fosse lipidose hepática,mas receitou-me um remédio e disse p tentar administrar,caso não desse resultados,retornar para os exames. Eu não consigo recordar nesse momento o nome do remédio é alguma coisa como EUROPET (n tenho certeza).Depois de uma semana ele simplesmente melhorou do dia para a noite e voltou a comer. O que realmente me atormenta diariamente é que desde que começou a desenvolver essas mudanças de comportamento, ele apresenta uma e´spécie de TOSSE SECA! Não sei mais o que fazer…me agonia! Isso têm a ver com sintomas dessa doença,ou pode ser outra patologia? Ele fica encurvado,abaixadinho como se fosse vomitar,mas não sai nada.ele apenas fica naquela ânsia,tosse mesmo… e fazendo movimentos com o abdômen. Nunca tinha visto coisa sememelhante! Eu observei que quando estava fazendo o tratamento com esse remédio,ele começou a voltar a comer e diminuiu essas TOSSES. Porém do nada,faz uma semana que ele começou tudo de novo…As tosses fortes e constantes, a falta de apetite e apatia.
Você pode me ajudar????
Agradeço desde já.

Milise Silva



Roberto Santander
em

Dra. Parabéns pela sua coragem em exercer o não corporativismo usual nas categorias, em criticar os diagnósticos de alguns profissionais que como a Dra. comentou “querem se garantir” isto e incomum no meio veterinário, foi este artigo que me levou a mudar de opinião em relação a nossa gatinha (temos 7) “Chiquilina”, ela esta neste quadro de Lipidose Hepática Felina estávamos em um encontro de amigos, e um medico veterinário nos “receitou” a eutanásia, muito triste eu e minha esposa tínhamos decidido fazê-la hoje dia domingo pois segundo ele a Chiquilina estava sofrendo muito pois sente muitas dores. lendo os seus artigos e respostas em nenhum momento a Sra. se refere a dor, poderia por favor me dizer se neste quadro o felino sente dor? veja bem… se realmente ela estiver sofrendo nos optaríamos por fazer ela dormir, do contrario continuaremos o tratamento até o fim.
Muito agradecido antecipadamente pela sua resposta.
Roberto



Luciana
em

Boa noite Dra Synara,

Obrigada pelas informações postadas, quando recebi o diagnóstico da minha gatinha pesquisei em várias fontes e fiquei muito satisfeita com as informações que a Sra. oferece.
Eu também tenho uma Mel que foi diagnosticada hoje com lipdose hepática.
Minha gatinha tem 4 anos, é castrada, e estava um pouco acima do peso.
De algumas semanas para cá, sem motivo aparente, reduziu sua alimentação até que parou de comer.
Ela vinha perdendo peso, mas não me dei conta, na verdade estava achando bom, pois a obesidade dela me preocupava, mas depois percebi que ela não estava realmente bem. Começou a recusar suas comidas prediletas e estava muito apática, prostrada.
Levei para a clínica veterinária, e a Dra pediu hemograma com:

BIOQUÍMICA SÉRICA
Creatinina: 0,5
Uréia: 23
ALT (TGP): 80
Fosfatase Alcalina (FA): 240
Icterícia 1 (+) Hemólise 1 (+)

ERITROGRAMA
Hemácias 5,8
Hemoglobina 9,6
Hematócrito 28
V.C.M. 48,3
H.C.M. 16,6
C.H.C.M. 34,3
Proteína total 7,4
Eritroblastos 0
Morfologia celular normal

LEUCOGRAMA
Leucócitos totais 5200
Metamielócito s0
Bastonetes 0
Segmentados 3744
Eosinófilos 312
Basófilos 0
Linfócitos típicos 1092
Linfócitos atípicos 0
Monócitos 52
Morfologia celular normal
Plaquetas: 547000
Pesquisa de hemoparasitas : Pesquisa negativa.

No leucograma, os linfócitos típicos apresentaram pequena alteração.
Na bioquímica sérica, a fosfatase alcalina apresentou-se muito elevada.
Assim que recebeu o resultado a Dra solicitou um ultrason e ela me passou que o fígado apresentava um aumento de tamanho (cerca de 2 dedos), que a bile estava com uma consistência espessa.

Vamos iniciar o tratamento com alimentação forçada em casa (ração A/D da Hills, 156 gramas por dia – no mínimo) e um protetor hepático
Eventualmente a Mel irá tomar soro em seu consultório.

Gostaria muito de receber a sua opinião.

Desde já agradeço,

Luciana



synara
em

Ola Silvia! Com essa idade e com esses sintomas pode crer que é Peritonite Infecciosa felina com comprometimento neurológico. Vai ser dificil curar. Se quiser tentar alguma coisa teria que ser corticoterapia bem agressiva para agir no processo inflamatório cerebral. Eu não faria isso. Será uma doença evolutiva para a degeneração cerebral, atingindo o cerebelo e outras regiões. Não é encefalopatia hepatica, não! Sinto muito .
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola Evelyn! Se o caso foi confirmado como lipidose a recuperação é lenta, sim. Penso que deviam colocar uma sonda , pelo menos nasofágica nela, se não der para ser esofágica direta. Assim poderá alimentá-la melhor, com frequencia de 3 a 4 refeições diárias e usar a l- carnitina pela sonda como medicação, pois esse aminoácido vai ajudar a retirar a gordura em depósito nos hepatócitos. Geralmente, os gatos morrem por essa doença por não usarem sonda para alimentar. Gatos são de dificil manejo para a alimentação forçada, por isso penso em sonda logo. E se for lipidose cautela com medicações, pois o figado fica bem comprometido nas suas metabolizações. Por ai.
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola Mariene! Pois então, os bichos por viverem menos que nós, humanos, acabam nos oportunizando o aprendizado desapego. Evidente que o teu gato está bem velho, sim. A média de vida dos felinos é de 17 anos, então, ele está cumprindo seu ciclo. Quanto a doença em si, se for de fato a lipidose ( e outras associadas??) a situação passa a ser séria, sim. Se é feito diagnóstico por que os colegas não colocam sonda nos gatos quando frente a uma lipidose?? Não entendo muito isso…é mais fácil de maneja-los, e quando um felino deixa de comer por questões hepáticas a “cura” – recuperação – vem, fundamentalmente, da nutrição adequada e balançeada a um felino. Essa espécie trás exigências nutricionais sérias, devendo receber determinados aminoácidos especificos, assim como, algumas vitaminas importantes ao metabolismo deles. Essa ração em lata da hills é uma alimentação mais calórica; mas não precisa ser ela para a Lipidose ou para qualquer outra recuperação de um gato; quando me refiro a ricota, leite sem lactose e desnatado, ovo cozido e um punhado de ração estou com isso oferecendo alto nivel proteico de origem animal e de alto valor biológico ( ovo). Misturo tudo isso usando um liquidificador e administro pela sonda. Se ele está com sonda fica mais fácil colocar as medicações que se fizerem necessárias por essa via, também.
Mas deves pensar bem em todos os manejos que teu gato vai precisar, ver seu estado geral como um todo, pois ele está velho e debilitado. Quanto a eutanásia, deves começar a pensar, sim. Não deixa o Toquinho morrer ” à mingua” !! Os animais têm outra relação com a questão da morte, se não há mais condição orgãnica real, para eles perde o sentido de viver. Talvez esteja ai uma possibilidade de usar o sentimento compaixão na tua vida e o desapego, permitindo teu animal descansar de um longo 18 anos de vida para a espécie dele. Mas tenha a certeza da irreversibilidade do quadro dele. Mas pela idade e as condições que relatas, acho bem complicado o caso dele.
Que Deus te serene o coração e que tudo seja da melhor forma possivel essa situação que vives hoje. Ok?
Abraço fraterno.
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola Roberta! Obrigada pela visita ao meu site e aos elogios que fizeste a minha pessoa profissional. Me viro, né? Temos que estudar muito quando escolhemos a medicina como profissão. Que Deus permita que você seja uma profissional exemplar na medicina veterinária. Seja bem vinda ao meio!
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola Milisi! Olha, gato jovem com quadro de apatia e anorexia com perda de peso, devemos pensar, em primeiro lugar, em alguma virose dando ” as caras” no organismo dele. Como há tosse, podemos raciocinar como uma rinotraqueite que se instalou nele. Quanto à tosse seca, nos gatos é comum de encontrá-la em casos de bronquite. Ele melhorou com o medicamento porque era um antibiótico e atacou alguma bacteria invasora pela baixa imunidade dessa provável virose.
Essa tosse pode ser auto-limitante e sumir dentro de um periodo de tempo. Podes, se quiseres, tentar usar um corticoide bem levezinho ( predinsolona 5mg – 1/4 de comprimido – na parte da tarde para obedecer o ciclo cardiano desse medicamento no organismo dele – a cada 48 horas, perfazendo um total de 5 tomadas.). Se for de origem bronquial cede. Mas ele pode ficar portador dessa bronquite e em situações de variados estresses vir a manifestá-la. Bom , raciocinei assim, baseada no teu relato. Pode ser por ai.
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola Roberto! Pois então, cautela ai na eutanásia! Lipidose, se bem diagnosticada e bem tratada ( vide artigo e a história da Mel)é passivel de reversão. Já tentaram sonda para alimentação?? Estão usando L- carnitina?? Estão protegendo o sistema hepático dela com antibióticos ( sugiro amoxicilina + ácido clavulônico)?? Estão controlando com exames adequados – não exames apenas por pedir-??
Quanto a tua pergunta em si, de ela apresentar dor frente a uma lipidose, te respondo assim: o figado só vai doer se ele estiver congesto ( inflamado)pois esse aumento hepático estimula a “cápsula de glisson” onde estão inseridas as terminações nervosas nesse orgão. Mas todo o mal estar da lipidose não associo muito com dor, pois há uma infiltração de gordura ( não congestão – ou ela é pouca)que faz com que haja uma desregulação no metabolismo do sistema hepático afetando outros orgãos da digestão, como estômago e pâncreas. E se o figado não for bem tratado quando alterado por qual causa for, não desintoxica o organismo todo e disso advém as complicações a todo o organismo, trazendo mal estar meio que geral no gato. Acho que é isso que posso te adiantar ou orientar. Luz para vocês e que a gatinha vença essa doença!
Abraço fraterno.
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola Luciana! Pelo teu relato e exames não afirmaria uma lipidose , não! Se a colega fez uma eco existe uma imagem que é bem compativel com infiltração gordurosa que vai caracterizar lipidose. Hepatomegalia e biles espessas e com uma fosfatase alcalina nessa faixa ( alta)penso em colangio -hepatite na tua gata. Terão que buscar a causa, ou tratar com esse enfoque ai, e não com o enfoque da lipidose, a meu ver; baseada no teu relato e nesses exames que postaste junto. Acho que vale um corticóide a base de prednisolona e não predinsona – veja bem esse detalhe – a primeira não é metabolizada no figado, com isso poupamos o mesmo e ela vai atuar com um bom agente antinflamatório para o esse órgão. Usaria por uns 7 dias, inicialmente. Tens que entrar urgente com antibióticos ( amoxicilina + ácido clavulônico) por 15 dias seguidos!! tem que proteger esse figado!! E ter certeza que não ha obstrução dos canaliculos biliare…te atenta ai. Essa fosfatase alcalina alta temos que ficar atenta para quadros de vesicula biliar, é nessas células que há a produção dessa enzima, pistas ai para vc. Ok?
Mais que isso me limito pela virtualidade.
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



Alessandra
em

Boa noite Dra Synara, eu tenho uma gatinha de 7 anos chamada Frida. Ela apresentou um vômito onde observei uma asa de algum bicho e passou o restante da noite nauseando. Pela manhã, a levei ao veterinario que examinou e pediu para que ela ficasse no soro até à noite. Retornou para casa com ranitidina, dieta especial e complexo B. Obsevei que a Frida não queria comer nada, mas achei que era pelo “mal-estar”. A veterinária já havia marcado um retorno para 3 dias após sua primeira consulta, a levei e ela pediu um exame de sangue, que resultou em alterações compatíveis com a lipidose mas, só foi confirmada com a ecografia realizada no dia seguinte. A Frida não ficou ictérica, mas precisou ficar 2 dias no soro e voltou para casa com complexo B e dieta úmida Recovery. Após dois dias de dieta via seringa, ela começou a comer esta mesma dieta em pequenas porções e quando estimulada (nunca espontaneamente). Estamos no 11º dia desde que passou mal, minha gatinha está bem, anda pela casa, responde ao chamado, mas ainda não voltou ao seu estado normal.
Adorei visitar o seu site e poder trocar idéias. Obrigada pela oportunidade.



synara
em

Ola Alessanda! Obrigadissima pela força e elogios! Tomara que tua gatinha se recupere completamente.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



MARIA HELENA ASSAD
em

DRA..
NOVAMENTE ESCREVO AQUI.
NAÕ ME CANSO DE LER OS RELATOS QUE FALAM DA LIPDOSE HEPATICA…
E GOSTARIA ATÉ DE SAIR E COMPRAR A L CARNITINA…,POIS ACRE DITO QUE ESTARIA SENDO BEM MELHOR PARA A MINHA CUCA.
POR FAVOR ASSIM QUE A SRA LER MEU EMAIL,ME RESPONDA..
UM GRANDE ABRAÇO.
E PARABÉNS PELO SEU SITE..É SIMPLESMENTE MARAVILHHHOOOOSSSSOOO.



José Luiz de Freitas Alves
em

Prezada doutora, tenho uma gatinha de dez anos, há três meses ela adquiriu a LIPIDOSE HEPÁTICA, já constatado pelos exames de sangue e ultrasom. Tomou soro várias vezes, ela melhora alguns dias e depois para de comer. Ela emagreceu muito nestes meses! Esta doença tem cura? O que devo fazer? É muito triste ver o animalzinho sofrer! Muito Obrigado! Zé Luiz.



synara
em

Ola Maria Helena! Respondi seu e-mail hoje!
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola José Luis! Pode haver cura, sim! Mas terás que providenciar colocação de sonda esofágica para poder alimentá-la adequadamente e por sua vez usar medicamentos que ajudem esse figado a se regenerar o mais rápido possivel. Por ser um órgão onde tudo é metabolizado por ali, há situação de risco sempre!
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



raquel granja
em

por favor preciso de uma resposta urgente!!!!!!
meu gato de dois anos tá com uma barriga enorme parece cirrose.
ele continua se alimentando e urinando e defecando normalmente só q tá magro e barrigudo
uma barriga anormal alguém me ajude por favor a descobrir o que ele tem.



tania
em

Boa tarde Dra Synara,
parabéns pela iniciativa, sucesso!
Tenho sete gatos.
Há umas duas semanas tenho percebido uma certa apatia no Tico ( ele tem 7 anos) e encontrado alguns vômitos pela casa.
Fizemos um hemograma + glicose+ureia+creatinina+potássio + ALT + fosfatase alcalina.
A única alteração foi ALT(TGP) de 223, altíssima pois o valor de ref. do lab é de 1,7 a 14 u/l
A ultra deu fígado normal,presença de um rim atrofiado e pequenos cálculos biliares.
(0,2/0,3cm)
Estou dando xantinon, ele continua vomitando alimento,ou pêlo,uma vez ao dia, procura comer as plantas e parece enjoado, está comendo (pouco)não mudei a ração(Royal canin sensíble).
Dei patê AD hoje, ele adorou.
O que é que eu faço?? a vet está me orientando por telefone,
Pediu pra eu mandar fazer S-adenosina e L-metilonina…gostaria de saber se realmente ajuda, ou seria melhor a L-carnitina,
qual o possível diagnóstico,tratamento, e prognóstico?
Quando eu poderia repetir ou acrescentar alguns exames?
Ele é meu primeiro gato,é muito estressado com os outros gatos,estou muito triste e preocupada!!
um forte abraço e muito obrigado!
Tania



synara
em

Ola Raquel! Isso é ascite ( acúmulo de liquido no abdomêm que pode ocorrer por muitas causas, mas, geralmente, advém de comprometimento hepático. Há algumas doenças viricas dos gatos como a Peritonite Infeciosa Felina que podem levar a quadros assim. Por ai, posso te dizer alguma coisa. Mais que isso seria mágica, e não sou!
Abraço Fraterno.
Synara Rillo
Médica Veterinária



HELENA
em

Estou vivendo esta situaçao com minha gatinha sessy e o pior que eu nao tenho a minima condiçao de trata-la assim como a mel.Estou tentando, mas ta muito dificil, choro muito ao ve-la dia apos dia sofrendo e eu sem poder fazer nada para ajuda-la.



HELENA
em

Qual seria o alimento mais indicado neste caso? Pois ela nao come nada espontaneamente,confesso que ta uma guerra!! Faço ela comer na marra… e quanto a liquidos, devo dar agua ou algum tipo de soro?



HELENA
em

Me responda por favor, tudo é possivel quando se existe amor e força de vontade. Quero muito salvar a vida dela, pois a AMO MUITO.



Generosa Damiano
em

Dra. Synara,

Preciso de sua ajuda, a minha gatinha Sissi (moramos em São Paulo) está internada com este problema de Lipdose Hepática Felina. Tudo começou pós uma micose que pegou em um banho e ela tomou por 07 dias um quarto por dia do remédio cetoconazol da Meddly. Percebi nesses 7 dias houve uma intolerância muito grande por parte dela ao remédio e avisei seu veterinário que suspendeu o remédio, ela voltou a se alimentar, mas começaram os vômitos foi medicada,chegou a passar 2 dias bem mas os vômitos voltaram e ela ficou com a urina cor de gema de ovo e por denrro de suas orelhinas também o amarelo. Está internada foram solicitados vários exames, o veterinário me disse que ela corre risco de morte mas até o momento não foi solicitado o exame de ecografia abdominal e nem sugerida a sonda esofágica para alimentação; o hemograma ainda não chegou e já se passaram dois dias. Devo insistir com o veterinário nesses procedimentos , por favor me ajude, estou desesperada, se puder e quiser me ligue no meu celular em São Paulo a cobrar (11) 8234-9962, pois para mim fica impossível levá-la até a senhora, sei que não sou veterinária, não serei ética com o veterinário (aliás ele é ótimo) mas resolvi que vou fazer de tudo para salvar a minha bichinha, eu não aceito a sua perda.

A Sissi não é obesa, nunca foi e eu tenho certeza que foi a medicação que ela tomou que desencadeou esse processo. A Clínica em que ela está é considerada a melhor de São Paulo mas, lendo suas respostas notei que a senhora entende muito do assunto e tenho, preciso, interromper este ciclo para não perder minha gatinha.

Grata pela atenção e Deus lhe abençoe.

Abraços

Generosa Damiano
(11) 8234-9962
(11) 3284-5958

(LIGUE A COBRAR)



synara
em

Ola Tânia! Pode ser uma colangio hepatite! Dificil eu me posicionar em termos de tratamento. Vou tentar: Não vejo sentido no uso do xantinon ( ele vai vomitar mais)e muito menos de L- metionina e nem L-carnitina; essa é eficaz em lipidose hepatica verdadeira e perfeitamente identificado por ecografia ( se o ecografista for bom!). Achei estranho a enzimas hepaticas darem alta e o figado pelo menos não estar congesto. Mas enfim..Muitas vezes se há muito cálculo biliar é caso cirúrgico ( mas faça com cirurgião bem experiente!!). Penso que devas entrar imediatamente com o antibiótico amoxicilina + ácido Clavulônico ( vem tudo junto) e dar 5ml de 12/12 horas por uns 10 dias. Quem sabe pede opinião de outro Veterinário e refaz os exames e a eco?? Outra: Gatos não podem permanecer sem comer por muito tempo, pois pode trazer sérios desvios metabólicos. OK? Mais que isso me limito. Já me atrevi até demais, por não estar examinando e nalisando os exames do paciente. Sorte ai!
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola Helena! Se te referes a liquido abdominal é ascite e em felinos a causa geralmente é de ordem hepática. Pode haver uma PIF ai – Peritonite Infecciosa Felina – se for é grave. Se está dificil a coisa por ai tenha compaixão por ela e faça eutanásia nela. A PIF úmida ( com ascite) é de dificil cura. Por ai. Sinto muito não poder ajudá-la como gostaria.
Meu abraço fraterno e fique com Deus no teu coração.
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola Generosa! Lipidose não é!! O cetoconazol não leva a quadros de lipidose a obesidade, sim. Pode ser que o medicamento lesou o sitema hepático dela. Tem que fazer urgente hemograma com reticulócitos, dosagem de ureia e ALT. A sonda nem sempre é preciso usar. Mas antibióticos, sim e urgente! Sugiro amoxicilia+ ácido clavulônico para porteger esse figado. Outra hipótese é Hemobartonela!!! Será que essa clinica é “ótima” assim?? Doença hepática é quase sempre urgência!!! Eco é fundamental!!! Me parece haver ” descaso” ai dos profissionais. Se faço essas criticas não é com o objetivo de criticar ninguém de forma maldosa, mas lutar p/ dignificar minha profissão. OK?
Abraço fraterno.
Synara Rillo
Médica Veterinaria



Márcia
em

Olá Dra. Synara, hoje pesqisando na net alguma coisa que pudesse me ajudar em relação ao que estou passando com minha gatinha, encontrei esse site maravilhoso que me ajudou muito, coisa que os veterinários daqui não puderam fazer.

Tenho uma gata de mais ou menos 1 ano e meio, forte e ativa, na quarta feira passada ela amnheceu apática, não quis comer e nem bebebr água. De noite notei que a lingua estava meio arroxeada e a mucosa branca, liguei para um veterinário de plantão e levei-a, ele pensou que fosse envenenamento, e deu-lhe um anti tóxico, cefalexina e vitamina, e receitou-me Hemolipet Plus.
No dia seguinte ela estava um pouco melhor, comeu um pouco mas não bebeu água, ficou o dia inteiro deitada. No sábado foi feito um hemograma e deu que estava com uma anemia bem severa. No domingo de manhã já estava ficando ictérica, tomou uma dose de antibiotico, e receitou-me Legalon, e agua de coco de hora em hora.
De tarde, teve febre e vomitou com a agua de coco. Levei ao vet. e ela ficou internada.
Na terça feira foi feito novos exames de sangue.

Hemograma
Eritrócitos 2,1 milhões/mm3
Hematrócito 14%
Hemoglobina 3,3g/dl
VCM 66,7
HCM 15,7 pg
CHCM 23,6%
Leucócitos 24050/ul
Neut. bastonetes 1443/ul
Neut. segmentados 17556,5/ul
Linfócitos 4569,5/ul
Monócitos 481/ul
Eosinófilos 0
Basófilos 0
Mieloblastos 0
Promielócitos 0

Observações: Leucocitose. Neutrofilia, Anisocitose ++,Policromatofilia ++, 20% de metarrubrócitos, presença do macroplaquetas, presença de aglomerados plaquetários

CREATININA
Resultado 1,16 mg/dl

AST /TGO (Aspartato Transferase)
Resultado 193,3 ui/l

ALT/TGP (Alanino transferase)
Resultado 423,8 UI/L

Uréia
Resultado 47,1

Amostra ictérica + +

O veterinário disse que o caso dela é muito grave, que é uma virose.
Me perguntou se eu tenho fé, e disse reze muito então.

Ela saiu hoje do internamento. Estou dando papinha de bebê, e Legalon, e Hemolipet. Quando coloco o Legalon, ela acaba vomitando tudo o que havia comido antes.

Hoje ela estva melhor do que ontem.

Não sei o que fazer mais, o que devo dar para ela, que medicamento deve tomar????
Não perdi a esperança, pois ainda há vida.

Agreadeço muito a sua ajuda.



Déborah
em

Olá,Dra. Synara estou com uma grande problema com minha cadelinha chamada Shaiane, ela está com cinomose onde foi realizado e confirmado o exame ja tres semanas, hoje ela não fica firme 100% para andar e nem consegue erguer a cabeça para se alimentar. Faz uso de alguns medicamentos. Oque quero saber é se vale a pena continuar com o tratamento dessa doença cruel ou devo sacrifica-lá, pois tenho medo do seu sofrimento nao quero perde-la mas prefiro ao ve-lá sofrer. Agradeço pela oportunidade e aguardo pela resposta.
Bjs Déborah



HELENA
em

Oi Dra. Synara!!! Tudo bem? No dia 20 de fevereiro, te enviei um e-mail desesperada, pedindo ajuda pela minha gatinha sessy que estava muito doente (lipidose hepatica). Hoje estou eu aqui de novo, mas com outro intuito, dizer que por mais dificil que esteja a situaçao de sua(eu) gatinha(o),jamais desista! Falo isto porque a minha sessy esta vivissima, graças a Deus e a minha perseverança em salvar a vida dela, que nao foi nada facil… Sacrifiquei noites de sono, horas no meu trabalho, mas hoje quando olho para ela, se recupendo dia apos dia, vejo o quanto valeu a pena todo esforço. Entao torno a repetir, nao desista nunca daquilo que voce ama, e digo mais, o carinho, a atençao, o amor é fundamental no prosseco de recuperaçao dela, faça ela entender que voce a(o) ama, que precisa dela(e) e que ela(e) é muito especial em sua vida. Estou muito feliz, vejo minha sessy comendo sozinha, tomando sol, voltando ao seu ritmo de vida normal…é muito bom!!!! Obrigado dra. pois foi aqui neste espaço que aprendir mais sobre esta maldita doença,li a historia da gatinha mel me encorajei bem mais em cuidar da minha, na cara e na coragem, pois nao tive condiçao nenhuma de interna-la, fiz como o medico me instruiu (embora o proprio nao acreditasse na recuperaçao, disse: vamos tentar…)a medicou e eu fiz tudo certinho conforme ele havia orientado, sem falar na alimentaçao que eu tinha que fazer( mesmo forçada e em pequena quantidades)que luta… O importante é que deu tudo certo e que estou muito feliz!!! E vou ficar mais ainda em saber que voce ao ler este recado, e que se encontra nesta situaçao nao vai desistir de maneira alguma de seu bichinho…nao faça somente o possivel, se esforce um pouquinho mais, faça o impossivel e veras o quanto valera a pena… Abraço a todos!!!!



HELENA
em

Perdao pelo erro de ortografia em (processo) e outros mais que encontrar pela frente, é que fiquei euforica ao contar.



Paula
em

Ola Dra. tenho 15 gatos em casa, e hoje uma de minhas gatas a Bonnie, uma bela srd grandalhona e castrada de 5kl (ela nao eh obesa, eh grande mesmo, inclusive maior que a maioria dos meus machos), a principio, foi diagnosticado a lipidose hepatica, orelhas e boca amareladas, figado aumentado ao toque, vomitos, rejeitando alimento. A veterinaria, solicitou um hemograma e alguns marcadores, assim como uma ultrassonografia, que farei amanha pela manha, ja que tem um laboratorio aqui no Rio (CRV Imagem) que apesar de um pouco distante e mais caro, tem equipamentos novos e de excelente qualidade, a veterinaria, ja prescreveu uma receita de manipulacao, com carnitina e outros na sua formulacao, como ainda nao temos o quadro fechado, estou fazendo hidratacao sub-cutanea com soro fisiologico esteril (endovenoso), ja que se usasse o glicosado, talvez mascarasse alguns marcadores, tambem estou forcando diluido com agua pela seringa o AD suplemento supercalorico, e estou mantendo ela afastada dos outros gatos, apesar dela nao estar totalmente gostando de ficar presa no closet e banheiro do meu quarto (que tem um tamanho que muito gato de apartamento ficaria com inveja) mas acho que eh por causa da bagunca, e de um dos machos que eh muito companheiro e carinhoso com ela.
1o. Essa doenca pegaria nos meus outros gatos, porque ja procurei e nao achei nada a respeito.
2o. o tratamento antecipado esta correto??
3o. Essa doenca equivaleria nos humanos a esteatose hepatica??
4o. Existe mais alguma coisa, algum exame, alimentacao, cuidado especial, que eu possa oferecer a ela?
5o. A racao que dou aos meus gatos (Classe Premium) tem alguma coisa com isso, teria alguma racao melhor para prevenir que os outros gatos tenham isso
6o. Tenho um gato (srd, macho de 8kl) bastante ativo e brincalhao, acha que ja devo fazer uma dietinha nele pra evitar esse sofrimento?
7o. Meus gatos nao saem de casa, ficam em um segundo andar da casa, tem um quarto pra eles onde fica a comida e no banheiro deste quarto ficam as caixas de areia, dormem comigo na cama, e nunca ficam presos, tem acesso a um telhado onde passam horas ao sol (porque querem eh claro, pois tem a minha cama a disposicao o dia inteiro como faz uma boa parte deles), porem as vezes trazem alguns objetos indesejados, a Bonnie e vidrada nas folhas da mangueira do vizinho que caem secas no meu quintal (as vezes traz uma manga tambem pra brincar), outro dia vi uma disputa por uma largatixa, e ate hoje estou procurando algum pedacinho de um passarinho que foi depenado pelo chao da sala… o passaro, acredito nao ter problema, pois trata-se de carne fesca, mas fiquei com o pe atras quanto a lagartixa, so que ja tem uns 2 meses (pelo menos que tenha visto), e uma barata tambem virou cabo de guerra, ja mandei dedetizar as areas externas da casa, para evitar que aconteca novamente, meus gatos todos usam coleira anti-pulga (ja que a maioria foi recolhido na rua, e alguns vieram com pulga, tomaram capstar e coloquei a coleira).
Por favor me ajude, se me prontifiquei a tira-los da rua, tento dar a eles o melhor que posso!



synara
em

Ola Marcia! Por tudo que relatas e pelos exames não deve ser anemia dos felinos, que pode haver várias causas. Mas há pelos exames um comprometimento hepático junto. Há um processo inflamatório ou infeccioso bacteriano junto tb, pois estão muito alto os leucócitos. E não estou crendo na anemia infecciosa grave pois a medula ossea dela está respondendo bem, ou seja produzindo bem células sanguineas ( anisocitose, policromatofia…essas coisas). Penso que devias entrar com antibiótico urgente! Amoxicilia+ Àcido clavulônico (em farmácia humana) e faz ela tomar 5ml de 12/12 horas por 15 dias sem parar. Vou me arriscar a um tratamento baseada nesses dados o que o colega já devia ter feito a meu ver. Compra em farmácia humana o medicamento predinisolona ( não prednisona, veja bem!) na dosagem de 5mg e dá 1/2 comprimido 1 x ao dia – na parte da tarde – durante 7 dias.
Quanto a alimentação um erro que estou percebendo que os colegas estão fazendo é orientar papinha de bebe para gatos!! Os felinos possume exigências nutricionais especificas!!! Faça assim: um punhado de ração para gatos batido com leite no lquidificador – coar bem – e o que sobrar de mais liquido coloca numa seringa e vai dando 10 ml a cada 2 horas. Parar com legalon! Não serve para nada no sistema hepático de um gato! Acho que era isso! Me atrevi de novo! Não devia fazer isso, receitar por aqui. Mas com exames fico mais “à vontade” em fazer isso. Matar teu gato sei q não vou com esse tratamento, mas se não resolver, ai é por que não pude de fato examiná-lo e os exames não estavam corretos. OK? Sorte ai!
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola Débora! É uma doneça com varias cepas virais, algumas mais virulentas que outras, em alguns casos é de dificil reversão. Mas sem eu ver o animal e em que condições apresenta suas reações neurológicas não posso “assumir” por você a decisão da eutanásia. Isso deve ser feito junto com o Veterinário que é quem tem condições de falar em prognósticos para vocês e dos donos pelas suas visões particulares sobre a compaixão. Certo?
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola Helena! Fico feliz por você e por sua gata! Obrigada por seres um estimulo aos outros leitores do site! É bem isso, com competência do profissional – como foi o do teu Veterinário – e com a paciência forte dos donos podemos reverter alguns casos que podem ser “graves” ou de longa duração o curso da doença. Obrigada por meu site também ter te dado forças por meio de um resultado positivo de um paciente meu que aqui publiquei o caso clinico.
Abraço fraterno!
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola Paula! Bom vou tentar te responder no que me é possivel. Os sintomas dela a principio é somente por exame fisico, então eu diria que PODE HAVER algum dano hepático primário ou secundário, não necessariamente a lipidose. A Lipidose, seu diagnóstico, é feito por diagnóstico ecográfico e a imagem é bem sugestiva de infiltração gordurosa. Se esse figado estiver apenas congesto e aumentado de volume sem infiltração por grânulos de grodura não será lipidose e sim uma hepatite ou colangio hepatite. As causas de danos hepáticos em felinos são múltiplas, quando não se confirma a Lipidose, já que esta é relacionada a obesidade.
A principio, penso que tem lógica o tratamento inicial, sim. Vamos ver depois a bateria de exames que eles irão fazer e com os resultados poderão saber melhor como conduzir. A Lipidose não passa para outros gatos! Se eles suspeitam de algo viral por pedirem o isolamento dela, a meu ver, não tem maiores sentidos. Não vou me aprofundar em imunologia de felinos por aqui, mas o estresse do isolamneto é, está e será prejudicial a tua gata ( comportamento felino deve ser levado em conta nos manejos clinicos desses animais – muitas vezes mais que a teoria das doenças.) Quanto a tua outra pergunta: Sim, a Lipidose felina é similar – não igual por diferenças metabólicas – a esteatose hepática em humanos quando a causa não é por ingestão alcóolica e sim por obesidade associada ao diabetes tendo maior incidencia em mulheres.
Vai indo assim, sem exames, nada mais posso te indicar. A não ser soltar essa gata para sua rotina, ela saberá se recolher se não quiser contato ou estiver desconfortada. Quanto as rações, as classficações Premuim nada querem dizer, em principio. Ração para gatos boa é aquela que prioriza nos seus ingredientes as proteinas de origem animal e de alto valor bióligo ( como pó de ovo que algumas contém). Não interessa o nivel de proteina que diz no pacote: 30% 40%…isso não diz nada da qualidade!! Ração boa, me repetindo, leia os ingredientes e deve conter em ordem decrescente: primeiro proteinas e gorduras de origem animal em terceiro ou quarto item devem estar os carbohidratos ( proteinas vegetais, que seja). Muita Lipidose em felinos está surgindo pela péssima qualidade nutricional das rações ( como saber da seriedade da empresa?? É dificil aos dias de hoje onde o mundo pet só quer o lucro farto, não é verdade??) e pelo sedentarismo que os gatos tendem a ficarem sujietos pelo confinamento junto ao dono. Mas pelo que relatas os teus tem uma boa vida ativa, maravilha serem caçadores!! Isso é vida felina, Paula!! E , geralmente, gato bem alimentado no sentido de saciado não come a caça. Pobre lagartixa..mas?? A meu ver , até agora, a ração para gatos que vejo ser de muita qualidade é a Eukanuba Imas adult feline. Uso para os meus e vejo isso no organismo deles! Meus pacientes costumo também indicar que comam essa. Não é propaganda para a empresa, não! E nem levo nada por falar nessa ração como boa, apenas digo o que é verdade baseada nos meus estudos e observações. O dia que essa empresa falhar na composição, serei a primeira a criticar!! Eu não me vendi e não me venderei para o mundo pet mercantilista. O que é bom tem que ser valorizado o que é ruim deve ser alertado. Decisão fica com os donos dos animais. OK? Boa sorte como um todo para você e seus gatos.
Abraço fraterno.
Synara Rillo
Médica Veterinária



Paula
em

Dra.

Ficou de fato confirmada a lipidose hepatica, com os exames de sangue e a ultrassonografia…. hoje temos 17 dias de tratamento, porem ela apresentou um novo sintoma hoje (pupilas dilatadas, como se nao estivesse enxergando), fizemos um novo exame de sangue no final do dia e amanha de acordo com o VG dela tentaremos uma transfusao de sangue…. ela se alimenta apenas de AD forcado pela seringa, soro fisiologico e uma formula com l-carlitina que foi manipulada em forma de xarope.



Lidia
em

Prezada Dra. Synara:
Na cidade onde resido, não existe pontos de venda da ração Eukanuba. Os meus cinco gatos comem ração super premium da Royal Canin; o que a senhora acha dessa ração? Pelo fato de ter uma gatinha com soprepeso, eu procuro oferecer uma ração fabricada com proteína 100% animal e com médio índice de extrato etéreo. O problema é ter certeza, de que os ingredientes utilizados na ração são os mesmos informados no rótulo. A Royal Canin, por exemplo, utiliza “proteina isolada de soja” na ração Young Male, para gatos castrados. Agradeço antecipadamente a orientação recebida.
Lidia



Marcia Lacerda
em

Adorada Dra Synara,
Permita chamá-la de Adorada, pois pude observar a sua dedicação e amor aos nossos eternos e fiéis amiauguinhos. Bem, tinha 16 felinos todos SRD’s, resgatados nas ruas do RJ, todos castrados e a maioria já velhos. Sempre gozaram de boa saúde. Morávamos em um apto e lá “perdi” três, um macho(meu amorzinho)cego de duas vistas que foi meu companheiro por uns 15 anos, vítima de uma pneumonia, a segunda com 17 anos(minha loura) com cancer, e uma piratinha de um olho só de um ataque do coração(obesa). E, há uns 7 meses mudei-me para uma casa que, ainda, infelizmente, por falta de muro e de cachorros que invadem o quintal não pude soltá-los como gostaria. E, nestes 7 meses já perdi mais dois, minha dona – Madalena com uns 10 anos e a minha caçula com uns 5 anos – Tonton, com essa maldita doença – Lipdose Hepática e agora meu amigo Zen, Frajola está apresentando o mesmo sintoma, ele com os seus 15 anos(+ ou -). Gostaria de sua orientação, pelo que li em seu site, pela idade avançado de meu velho menino. Vale dizer, que, todos os meus animais viviam, literalmente, juntos conosco num apto de 46 m2, dormiam nos sofás e camas e em todos lugares que possa um felino gostar. Agora nesta nova casa com receio de que eles possam sumir pelo mato, alguém comê-los, pois são gordinhos, e, mesmo dos cães devorá-los, estão presos em um cômodo, pequeno, mas isso não acredito seja o problema, eles sentem falta da interação conosco, penso. Quando os solto o que mais gostam de fazer é acariciar-me, esfregando-se em minhas/nossas pernas e acredito que isso está fazendo meus amiguinhos morrerem…estou de fato muito triste e em depressão, pois queria o melhor para eles proporcinando espaço com árvores, sol! Que eles no outro apto não recebiam! E, acho que não vão aguentar esperar até que mure todo o terreno, que é grande. E, outra dúvida é quanto a ração, eles sempre comeram a IAMS por ter mais fibra, fico pensando na possibilidade dessa alimentação ter efeito cumulativo e ser também um fator a se considerar. Dra não sei o que fazer, a casa é grande e mesmo que solte-os e feche toda a casa eles não teriam mais aquela interação total conosco. Quatro fêmeas dormem comigo, a mais velha de 18 anos,e, consecutivamente, 17, 16 e 12 anos. Por favor, me oriente o que fazer com meu amiguinho, pois como acima citei a mais nova morreu em minhas mãos e não quero mais ver aquele quadro, eles morrem a míngua mesmo! Devo tentar salvá-lo? Ou a eutanásia seria a melhor solução?(nem acredito que estou perguntando isso, sempre fui contra, mas não vou permitir que sofra agora)Eles sofrem Dra quando estão com essa maldita doença? Porque não me parece que ele sinta nem um tipo de dor, somente a apatia(por enquanto)e a falta total de apetite. Registre-se Dra que a última gatinha ficou internada durante 8 dias, mas somente com medicação e soro e faleceu, por isso não tenho muitas esperanças quanto ao meu velho amiguinho. Obrigada por este site, OBRIGADA por existir. Amorosamente.



synara
em

Ola Paula! Agora é confiar nos profissionais que a estão atendendo. Prefiro não me posicionar, pois a virtualidade me limita, OK? Desejo que tenha bons resultados com os tratamentos empregados.
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola Lidia! Não conheço todas as marcas da Royal Canin. Usei por um tempo para meus gatos a Fit 32. Depois desisti por motivos que não quero trazer a público. Além do custo que ficou alto demais. Rações são mais marketing do que qualidades!
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola Maria! Pois é, bonito gesto com teus animais. Eles devem sim estar um pouco estressados pelo “confinamento” e os gatos sofrem muito por mudanças abruptas em suas rotinas. Não creio que a Iams tenha precipitado a Lipidose dos teus gatos, a considero uma boa ração. Geralmente, a Lipidose advém da obesidade e sedentarismo, associado com rações de baixa qualidade, mas não é caso de Iams, isso te garanto. Veja bem, gato com 15 anos é velhinho, pode junto estar cursando uma Ins.Renal mais crônica. Há 6 meses atrás tive compaixão pelo meu gato mais velho que estava com 16 anos, adoeceu, não aceitava os manejos do tratamento, estava muito magro, e por fim vim a descobrir que ele estava portando uma leucemia. Com isso optei pela dignidade de vida dele e eu mesma fiz a eutanásia nele. Os animais velhos quando perdem qualidade de vida perdem o sentido de viver junto. Pode ser uma opção , sim.
Obrigada pelos elogios. Que Deus te abençoe.
Abraço fraterno.
Synara Rillo
Médica Veterinária



Lidia
em

Olá, Dra. Synara
Sem ser a Eukanuba, que não encontro na minha cidade, qual na sua opinião, é a melhor ração para gatos, a top de linha?
Os meus gatos sempre comeram a Proplan, o que a senhora acha dessa ração?
Eu também acho que a Royal Canin, é mais marketing, do que qualidade.
Muito obrigada e um grande abraço,
Lidia



Lidia
em

Olá Dra.Synara,

Complementando o meu comentário acima, descobri que a senhora se referiu a ração IAMS, e esta eu encontro para comprar em Curitiba. Eu morei nos EUA, e lá a IAMS é classificada como “Standard”, enquanto a Eukanuba, como “Premium”, já que nos EUA não existe a classificação “superpremium”, como no Brasil. Bem, a Eukanuba é muito mais palatável do que a IAMS, que nem todos os gatos aceitam. Quando a IAMS era importada dos EUA, eu até confiava na mesma, mas agora que passou a ser fabricada na Argentina, tenho ouvido muitos criadores reclamarem que a qualidade já não é a mesma. Os ingredientes da ração variam muito, dependendo do país em que é fabricada, apenas a fórmula permanece a mesma. Sei disso porque a Linha Veterinária da Royal Canin, quando era importada da França, era excelente, agora que está sendo fabricada aqui, virou um lixo. Até proteína isolada de soja está sendo utilizada na ração, e soja não é boa nem para humanos, quanto mais para felinos. Se a senhora confirmar que a qualidade da IAMS, Made in Argentina, continua a mesma, posso ver qual vai ser a aceitação por parte dos gatos.



Synara
em

Ola Lidia! Obrigada pelo esclarecimento quanto a classificação comercial ( nutricional?? dúvido!)da linha de rações da empresa Eukanuba. Esse papo ou discussão sobre rações, é “perigoso” demais para assinar em baixo; mas enquanto os meus olhos verem os resultados nutricionias positivos no organismo dos meus gatos e dos meus pacientes, será uma ração boa, em principio – sempre resguardando essa qualidade de vida alimentar com condições ambientais ( estresse), também , evidente. A nutrição não é tudo; mas parte grande e importante para os animais como um todo. Então, cara Lidia, essa discussão de qual a melhor ração, eu não entro, mesmo! Não tenho interesse nisso. Mas estudo, observo, faço contatos com nutricionista e doutores na área, aqueles que já estiveram por dentro da dinâmica das empresas,inclusive. Meu interesse é tirar as minhas conclusões, com essas pesquisas empiricas minhas. De resto, que se “mordam” as empresas dessa área e que permaneça viva a de melhor qualidade, pelo menos no que podemos quantificar e opinar sobre “ração boa”. Não é mesmo!?
Abraço fraterno.
Synara Rillo
Médica Veterinária



Renata
em

Boa Noite!

Dra.Synara Rillo, preciso da sua ajuda, estava pesquisando em alguns sites os sintomas do meu gatinho LINO e não consegui achar a resposta, tenho percebido através das mensagens anteriores o seu amor pelos amiginhos felinos, e agradeço a Deus por colocar no seu coração esse amor. O Lino já tem 13 anos e a exatamente 8 meses ele sofre com fortes crises de tosses, isso resultou no emagrecimento dele,
logo quando surgiu esses sintomas levei ele ao veterinário, que realizou alguns exames e diagnosticou que o problema era que o coração dele estava crescendo e que ele estava com água no pulmão e me deu alguns medicamentos, percebi que ocorreu alteração na personalidade dele, parecia que ele estava estressado e começou a arrancar os pelos, assustada levei ele novamente ao veterinário que resolveu suspender a medicação do coração, e como meu amiguinho não estava comendo mais ração, ele me disse que poderia dar carne para ele, que não tinha mais nada a ser feito, já que a ele não gostou do medicamento.Tenho outro gato (Bebê) de 14 anos que também tem crises de tosse e foi diagnosticado que estar com insuficiencia renal, de acordo com o veterinário ele deveria comer uma ração especial para gato de (IR),ele já está enfadado da ração, só quer comer o sache da Wiska, por gentileza me ajude a diagnosticar a doença do meus AMIGUINHOS, para que possamos combater. A minha mãe e meu irmão acham que é problema de respiração.



Ana
em

Olá Dra., acredito que talvez vc possa me ajudar (apesar de não ter examinado a paciente), pq minha gatinha Teka, de 6 anos, está a quase 3 semanas sem comer nada sozinha e nem tomar água. Levei na veterinária logo no 3º dia que percebi que estava sem apetite e apática. Marcamos um ultrassom e foi detectado que estava com início de obstrução na vesícula biliar e isto estava comprometendo o fígado. Desde então ela tomou soro alguma vezes no consultório vet. Passei a dar complexo alimentar Recovery na seringa a cada 3 horas, além de água e como medicação: Ursacol e Meticorten 1 vez ao dia. Estava dando Legalon misturado no leite – 1 colher de café a cada 12 horas, mas sempre que dava só o legalon ela vomitava, por isso parei, já que li o que vc escreveu acima, que este remédio não resolve para problemas de fígado em animais. O problema é que com quase 10 dias de tratamento com os remédios ela ainda não se interessa por comer sozinha e parece sentir dor na barriga, apesar de parecer estar um pouco menos apática.
Por qual remédio eu poderia substituir o legalon?
Espero que vc consiga me dizer o q fazer, pq amo muito essa gata e não posso perdê-la, ela chegou em minha vida qdo eu estava em depressão pela perda de minha mãe e encheu minha vida de alegria.
Obrigada
Ana



Jaciara Marques
em

Boa tarde doutora,

Este site foi um alivio para mim, pois tirei muitas duvidas sobre Lipidose. Tenho um gato de 10 anos e foi diagnosticado Lipidose decorrente de uma internaçao longa devido a retirada de calculos da bexiga.

Ele teve alta com suspeita de lipidose e semanas depois notei que ele estava amarelinho, levei na minha clinica de confiança (ele foi operado em um HV conceituado de uma universidade), ele ficou um dia internado e como comeuq uando fui visita-lo as veterinarias decidiram realizar o tratamento em casa pois uma nova internação seria ainda pior para a lipidose, elas temeram que ele iria parar de comer de vez. Ai prescreveram:

- Doxociclina 1/2 comprimido a cada 12hs
- Aminomix 1/2 comprimido a cada 24 hs
- Vitalife 2g a cada 12 horas
- Ração a/d hill´s ou convalescence da Royal batida com agua 40 ml a cada 2/3 horas na seringa. (não sondaram)

Após dez dias foi retirado a doxo e os demais mantidos, também foram acrescidos ranitidina e 2g de ciproheptadinha a cada 24hs. Ele tem apresentado melhoras, esta menos amarelo, o a urina que era quase alaranjada esta bem clarinha, mas as vezes noto uma certa fraqueza nele e quero intercalar a a/d com comida caseira, hj fiz uma papinha caseira com figado de boi, arroz integral, ovo…. agora a noite irei fazer a que a srª descreveu aqui no site (ricota, ovo cozido, leite e peito de frango)..em relaçao ao figado posso colocar ou é preferivel o peito de frango?

Outra duvida varias amigas minhas e amigos veterinarios falaram da L-carnitina, na composição do Nutralife possui este elemento, seria bom eu manipular e dar uma vez ao dia como a senhora descreveu ou a composiçao do Nutralife é suficiente? (em niveis do produto – bula – L-carnitina….10.000 mg)

Ele apesar de nao gostar da alimentaçao forçada nao vomita, alias ele nao teve nem vomitos nem diarreia, estamos entrando na terceira semana de tratamento. Tenho laudo ecografico indicando a lipidose…

A senhora foi um grande achado, procurei no Orkut ajuda, mas nao obtive hj vasculhando a net encontrei este site e me sinto bem mais aliviada com as informaçoes obtidas aqui e pela atenção que a senhora desprende aos proprietarios!

Grande profissional….parabens!

Abs

Jaciara



Luisiana Lamour
em

Prezada Dra.Synara
Meu gato também teve lipidose hepática, só que ele colocou uma gastrostomia e cuidei dele orientada por uma veterinária excelente, dra. Lirêda( Recife-PE).Ele passou 06 meses doente e fez um esquema bem pesado de medicação, aprendi a colocar soro, injeções e fiz todo o tratamento em casa, levando à veterinária para as consultas e acompanhamento.Foram feitos muitos exames , dentro dos que foram citados pela Sra.Ela me ensinou como cuidar e como não estressar mais o animal.Hoje ele está curado, já se passaram 02 anos e estamos felizes.Ele hoje está com 11 anos, na época tinha 09.
Quis deixar este pequeno depoimento porque acho importante mostrar que esta doença pode ser vencida desde que sejam feitas as intervenções a tempo.
A gente se desespera, é normal, mas temos de tentar manter a calma e seguir em frente.
Boa sorte para quem está atravessando estes momentos e não desanimem, a doença pode ser longa mas tem cura e depende da nossa disponibilidade e perseverança
Atenciosamente
Luisiana Lamour



Luisiana Lamour
em

Dra.Synara
Uma observação: Mel é a “cara” (ou será foçinho) do meu gato.Como posso enviar uma foto para a Sra. e para a dona da Mel? A Sra. tem e.mail para contato?
Atenciosamente
Luisiana Lamour



Regina Lima de Souza
em

Dra. Synara,
Meu gatinho Felipe (um persa de 03 anos) está muito doente, a única coisa que o veterinário me disse que é problema hepático, mais ainda não o diagnosticou. O único exame que ele fez foi o de sangue para função hepática e renal eestá muito alterado. Ele está tomando xantinon e vibramicina, e já foi duas vezes ao consultório tomar soro. Ele não se alimenta sozinho, eu tenho tentado dar a AD/HILLS diluída em água na seringa ou fígado batido com beterraba, mas hoje, toda vez que eu dou ele em seguida vomita. Ele até está me evitando, porque sabe que vou forçá-lo a comer. Ele está muito magrinho, apático e com icterícia. O que a Sra. acha? Estou preocupadissíma!! Ah, eu tenho mais 3 gatinhos, mas o veterinário pediu para deixá-los separados, eles não tem nenhum sintoma. O que eu faço??? Por favor, me ajude!
Um abraço,

Regina



synara
em

Ola Renata! Tenha em mente em primerio lugar que teus gatos estão com idade avançada, e que distúrbios fisiológicos pelo envelhecimento podem surgir. Tosse em gatos, geralmente, é comprometimento bronco-pulmonar, mas não secundário, necessariamente, a um problema cardiaco. Os gatos desenvolvem pouco disturbios cardiacos primários, a Ins. do coração – e todos seus simntomas – geralmente tem como causa o HIPERTIREIODISMO. E um dos sintomas pode ser a agressividade que o gato passa a manisfestar. Mas penso que no caso do teu gato, a agressividade pode ter surgido pelo estresse de medicar. Mas é importante um BOM laudo de Rx de toráx no caso dele – do teu gato que tem tosse. E ai decidir como tratar , ou não tratar ,até. Quanto a pergunta da Ins. Renal, os gatos são bem propensos a danos renais na velhice. Acho importante um ex. de urina que dá excelentes pistas sobre se há Ins. Renal e qual seu grau de perdas no funcionamento dos rins. Outra seria dosagem de ureia/creatina ( coleta de sangue) para ver a capacidade de filtração dos agentes mais tóxicos ao organismo que os rins são responsáveis pela eliminação dos mesmo. Geralmente, teremos junto uma anemia pelo deficiência da eritropoetina – um hormônio que os rins “fabricam” que ajudam na manutenção e produção de células vermelhas ( sangue). O importante, de fato, quanto a alimentação mais eficza para essa patologia é que haja controle da ingestão de fósforo e vitaminas do complexo B, já que são hidrossolúvies e se os rins não estão legais, eles não retem tais vitaminas, elimimando-as do organismo. O fosfóro deve ser baixo. Quanto a redução de proteinas para não haver sobrecarga renal, há controvérsia; nelas temos que usar um bom senso na hora de eliminar ou diminuir para “poupar” a função renal ou a produção de amônia ( ureia) que vem da metabolização proteica. Minha opinião é que teus gatos estão envelhecendo e terás que ter um diagnóstico mais “preciso” e ai achar meios de como manejar tudo isso, seja com alimentos, com algumas, talvez, medicações e ter em mente que é uma espécie que se estrssa muito e quando envelhecem é dificil empregar manejos de tratamentos a eles.
Era isso. Medicar, prescrever não posso fazer, pois não tenho esses exames em mãos e nem tão pouco examinandos teus gatos. Mas te deixei uma explicação sobre tuas dúvidas.
Abraço fraterno.
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola Ana. Minha opinião: não vejo com bons olhos o uso do ursacol ( é medicação humana e com dosagens bem diferentes para um gato – cuidado com medicações que são para patologias comuns ao animais também, mas não devem esquecer que cada espécie tem suas exigências e suas metabolizações especificas. Legalon não contribui e estressa o gato, tem gosto estranho para o palador dele. Meticortem não, mas sim um corticóide que não seja metabolizado no figado que já esta comprometido, mas é legal um corticóide, pois age como anti-inflamatório e ajuda na estimulação da gliconeogênese hepática ( para você entender seria um ciclo para gerar energia que é feito no sistema hepatico) além disso, os gatos, tem poucas alterações colaterais com o uso de corticóides ( mas temos que saber qual deles usar!)em comparação ao cão e ao ser humano. Vale um antibiótico como proteção. Quanto a comida; não curto essas latinhas ( são caras) percebo que os gatos não gostam; costumo forçar uma alimentação mais leve e que facilite o manejo e a digestão. Faz uma “sopa” com um punhado de ração que ele comia, leite desnatado para diluir apenas, um pedaço de ricota, um ovo cozido, óleo de sardinha um pouquinho. Bate tudo no liquidificador, coe, puxe 5ml e vai dando varias vezes ao dia, e a cada dia auemnte a quantidade 7 ml, 10 ml. Com isso tu vais mantê-lo alimentado, sem muito estresse e dá tempo para ver se ele se recupera. Vá testando o apetite ao natural, oferecendo pedacinhos de figado de frango ( ou boi) cozido…por ai, OK? Já deixei um monte de dicas.
Abraço fraterno.
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola Jaciara! Obrigada pelos elogios ao site. Acho que está tudo indo bem ai no que prescreveram, confie nos profissionais, troque idéias no sentido de questoná-los. Por ai. Boa sorte com teu bicho.
Abraço fratrerno.
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola Luisiana! Muito grata ao teu querido depoimento de paciência e compaixão aos bichos. Passarei a foto que recebi do teu gato para da Marilia, dona da Mel. Obrigada!
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola Regina! Dificil opinar assim…leia os meus comentários sobre essa doenças…leia com atenção o artigo..Conversa mais com o Veterinário sobre as causas. Ok? Façam exames mais extensos…sei lá..por ai.
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



Marcia Lacerda
em

Adorada Dra.Synarillo, novamente aqui em seu espaço. Como acima relatei, meu amiguinho zen – Frajola, adquiriu a lipidose hepática aos 12 anos de idade (corrigindo a idade). Após as informações obtidas em seu site e muita reflexão, cheguei a conclusão que meu amigo só tinha uma única chance – sonda esofágica! E resolvi apostar nela. Assim, com a orientação da Dra Priscila coloquei a sonda em uma clínica aqui do Rio, no bairro da Tijuca, e meu menino ficou 50 e poucos dias com a sonda, registre-se que antes de completar um mês já começava a comer sozinho novamente. E, graças ao meu bom Deus e ao nosso intenso e imenso Amor, vencemos a lipidose. Quero agradecer-lhe por sua atenção anterior e dá-lhe mais este testemunho que contra a lipidose a sonda, acredito, seja a única solução, é claro que cada caso é um caso, mas acredito que em sua maioria e para a garantia de sobrevivência do animal o caminho a seguir é a sonda. Só lamento não ter tido a informação anteriormente, para poder salvar as minhas meninas. Com o peito explodindo de felicidade e agarrada a ele deixo um grande abraço. Que Deus a ilumine sempre.



Luisiana Lamour
em

Prezada Márcia Lacerda
Concordo com você quanto à colocação da sonda, pois o animal vai desnutrindo e a forma que encontramos de alimentar é através da mesma.Meu gato passou 06 meses doente e 03 meses com a sonda.Só com esta foi que começõu a reagir.Agora , a sonda que ele colocou foi gastrostomia, faz uma cirurgia e coloca diretamente no estômago, fica na lateral do animal,deu muito certo com ele.Agora tem que ter muito amor pelo animal e muita, muita paciência.Eu, nas horas de desespero ,”conversava” com Deus, pedindo luz e serenidade, pois é muito difícil, mas a gente pode vencer esta maldita doença.
Uma abraço
Luisiana Lamour



Jéssica
em

Oiiii Dra.
Descobri seu site hj. Infelizmente tarde demais. Minha gatinha faleceu ontem á noite 12/06. Ainda não consigo acreditar que isso aconteceu com ela, mas tentamos de tudo. Ela tinha 2 anos e era castrada, estava acima do peso também. Levamos ela durante 2 semanas para fazer soro e tomar umas injeções mas não adiantou. Hj penso que deveríamos ter tentado com a tal sonda, mas tinhamos medo que desse complicações. Sei que é uma doença muito difícil de se tratar mas espero do fundo do meu coração que todos os gatinhos (as) que tiverem esta doença, consigam se tratar. Se vcs perceberem que seu gatinho não está comendo leve imediatamente no veterinário, pois eu demorei um pouco para fazer isso e me arrependo. Antes de morrer ela parecia estar em coma pois não fazia nda estava com a pupila dilatada e morreu no colo da minha mãe. Amo gatos e sei o que os donos desses bixinhos sofrem com esta doença. Mas n vim tirar a esperança de qm está lutando contra a doença. Com muito amor e ajuda de um bom veterinário seus bixinhos irão se curar. Beijo



Rafaella Vianna
em

Synara, olá eu sou academica de medicina veterinária na Universidade Federal Rural da Amazônia, eu gostaria de saber se vc me autorizaria a utilizar esse caso clinico de lipidose para realizar uma apresentação na disciplina de Patologia Geral,que devo utilizar como nota para minha avaliação. Aguardo a sua resposta.
=)



Mônica
em

Oi, Drª Synara:
Em primeiro lugar, quero parabenizar-te por tua singularidade como ser humano. És um exemplo de dedicação tanto para os médicos veterinários como para outros profissionais da área da saúde.
Bem, tenho uma gata muito fofa (por assim dizer, obesa), com 10 (dez) anos de idade, que ultimamente tem se mostrado apática, deprimida, anorética (só quer dormir, não tem levantado pra praticamente nada; tenho que dar comida na boca e levá-la pra fazer necessidades no cantinho dela), febre, pêlos arrepiados. O veterinário que cuida dela desconfia de lipidose hepática, mas nenhum exame foi feito ainda.
Recentemente, ela recebeu a vacina quádrupla pela primeira vez, visto que apresentava sintomas fortes e incômodos nas vias aéreas superiores (inclusive sons ruidosos – tipo roncos – secreção muco-sanguinolenta e múltiplos espirros). Cerca de uma semana depois, ela melhorou dos problemas respiratórios, apresentando apenas leve secreção. No entanto, os sinais mencionados anteriormente (apatia, fraqueza, falta de apetite, febre) tornaram-se evidentes. Podem ter sido desencadeados por uma reação à vacina ou estavam mascarados e só vieram à tona porque a imunização diminuiu a intensidade dos transtornos respiratórios?
Outra dúvida: a minha gatinha tomou somente uma vez a tríplice (em 1999), com um ano de idade; daí, não foi aplicada nova dose. Na Internet, li que os felinos, com mais de 4 (quatro meses) de idade, que voltam a ser vacinados precisam de outra dose aproximadamente 21 (vinte e um) dias após a primeira. A partir de então a vacina passa a ser anual. Esta informação está correta, tem fundamento?
Fico agradecida antecipadamente por teus esclarecimentos.
Muita luz e saúde!!!
Mônica.



Mônica
em

Querida
Drª. Synara,

Considera a ração “PREMIER – Ambientes Internos” adequada às necessidades calórico-protéicas dos gatos idosos (> 10 anos)?
Aguardo sua valiosa opinião.
Beijos! Mônica.



Danielle
em

Oi Dr Synara , teria alguma ligaçao lipidose hepatica constatada em exames laboratoriais e Us , a leucopenia e linfopenia??



Ana Ribeiro
em

Numa pesquisa sobre lipidose hepática, dei com este site.
Neste momento, tenho o meu ‘menino’, o Napoleão com essa doença.
O Napoleão tem 9,5 anos e era ‘gordinho’, para ser simpática.
De repente, começou a perder peso, vomitava imenso, ficou muito amarelo e deixou de brincar connosco e com a Neka, a nossa ‘gatinha’ de 15 anos…
Fui com ele á Clínica e ficou logo internado.
Tudo isto aconteceu na passada 3ª feira.
5ª feira colocaram a sonda e sábado veio para casa.
Está a ser alimentado com uma seringa, com Royal Canin Intestinal e a tomar medicação também.
Mas continua a vomitar algumas vezes e eu desespero por vê lo assim, tão apático :( (
Sei que é uma doença que demora a curar, mas tenho alturas em que não sei o que mais fazer por ele.
É normal ele continuar a vomitar algumas vezes?
Em 16 refeições, vomitou 5…



Luciana
em

Maravilhoso o seu trabalho, o mundo precisa de mais pessoas como vc. Descbri o site pois minha gatinha tb esta com um quadro de lipidese agravado por um mal funcionamento renal e tenho buscado todas as possíveis informações para tratá-la da melhor forma. Minha veterinária receitou Amoxicilinha com Clovanato, Flagil pediátrico, Ursacol e tb plasil. Achei mta coisa, vi que vc tem uma certa restrição ao Ursacol,seria imprudente parar de dar? Vi tb que vc foi firme em relação à Sonda, mas tenho conseguido alimentá-la bem com a seringa, variando AD e papinha de neném de frango.Vou fazer a sopinha que vc recomendou… devo triturar o ovo cozido inteiro? Faz mal alternar as opções de alimentação? Minha gatinha está com 2,800 k. Quantas vezes por dia e quantos ml é uma boa quantidade?
Aguardo ansiosamente sua resposta.



Rita
em

Olá!
Meu nome é Rita, e infelismente o meu gatinho morreu com esta doença, ainda está tudo muito recente visto ter sido dia 03/08/09 o nome dele era CHICO, e vai ficar nos nossos corações para sempre!
A única coisa que tenho sempre dúvida é se ele sofreu muito pois estava medicado, e tenho medo que tenha pensado que nos o abandona-mos ao deixá-lo internado na Clínica Veterinária pois fica longe e não o podemos ir ver todos os dias, ao verificarmos a doença o Chico apenas durou uma semana e já estava conosco a 7 anos, era o nosso bébé!
Beijinhos



Claudia
em

Bom tarde Dr Synara
Preciso muito de sua opinião, tenho um gato persa com 11 anos, esta semana fizemos uma ecografia de rotina(na ultima apareceu hidonefrose) e para minha surpresa na ecografia segundo a veterinaria um fígado de aspecto muito ruim sugestivo de hiperplasia ou carcinoma, a mesma solicitou biopsia hepatica e me disse que a TGP deu 500. e uma linfopenia. Enquanto aguardamos a biopsia o gatinho esta tomando interferon e legalon. O que o dr acha deste caso, parece lipidose? Meu gato sempre foi magrinho não é castrado, como um persa não é de correr e pular. Vomitos 1 x por semana. Aguardo sua resposta, desde já muito obrigada. Que São Francisco proteja nossos bichanos!



Luciana
em

Que coincidência, Rita, meu Bóris também tinha 7 anos e em apenas uma semana aconteceu tudo. Percebi ao carregá-lo que ele estava mais “leve”, porque ele era muuuuuito pesado, não queria se alimentar e morreu, embora estivesse medicado e indo ao veterinário todos os dias, sofrendo muito, foram 5h de agonia para mim e para ele. Outra coincidência, eu também o chamava de “meu Bebê”!
Dra. Synara, parabéns pelo seu lindo trabalho. É de pessoas como você que o mundo precisa.

“Quanto mais conheço os homens, mais gosto dos animais!”



Luciana
em

O Bóris foi atravessou a “Ponte do Arco-Íris” no dia 22/08/09.
Um beijo!



Irene
em

Dra. Synara,
busco orientações para salvar a Cherry, uma mestiça persa que de 6kg hoje está com 4,5kg.
Teve diag. de Lipidose Hep. há 3 semanas, tentei alimenta-la sem sonda e foi impossível,
assim, sondamos e começamos alimentar com frequencia de 3/3 a 2/2 horas.
É incrível ela vomita dependendo do que colocamos na sonda: Recovery ela vomita tudo, papinha de maça-OK,suco de frutas-OK, Chá de boldo -Maravilha, Batata com peito de frango -OK, papinha de bebê-nem pensar…
Estou tendo que armar um circo com minhas filhas para distrair a Cherry e conseguir alimentar.
Confesso que depois de 4 dias eu consegui progresso, mas só de ela ouvir a minha voz, ela começa a babar espumando a boca. o que é meio passo para o vomito.
Depois de 4 dias a frequência dos vômitoss diminuiu, mas aguardo uma estabilidade para insistir na recovery.
Ela sempre foi muito apegada a mim, mas acho que quebramos nossa afinidade, sacrificio que faço pela vida dela.
Por favor me ajude a conseguir alimenta-la com sucesso.
Pois vi histórias de pouco sucesso e de grandes sucessos com a recuperação de gatos nesta condição.
Pela Cherry eu queria ter uma bela história.
Com carinho e esperança…
Irene e Cherry



Irene
em

Cherry se rebelou!!!
Arrancou a sonda, fechou a cara e num lapso se dirigiu ao pote de ração e…COMEU!!!
Comeu sozinha, e depois bebeu água, sozinha também.
Nem parece a mesma gata, numca mais vomitou, roubou o nutry que eu estava comendo e eu tenho que tomar cuidado com o que ela acha.
Haja reza pra São Francisco, agora é só agradecer.
Faremos os controles de função hepática em uma semana e continuamos com o ursacol que é o único que eu consigo administrar.
Foi um milagre, e rogo para que todos tenham a mesma alegria que hoje eu sinto e espero ver a Cherry totalmente curada.
Que São Francisco esteja com vocês!!!
Da Irene e Cherry.



ederson silva
em

Hoje estou muito triste, pois minha gata siamesa morreu por conceqüência não sei do que.
Ocorreu o seguinte: ela vivia com vermes, não importava o tipo de vermífugo. O melhor foi o comprimido que dei, ficou boa por um tempo, depois voltou a ter vermes e novamente passou a não ter mais sem nenhum tratamento.
Neste último domingo notei um entristecimento nela, domingo denoite ela não pulou a janela para comer dentro de casa, como fazem todos meus gatos. Segunda não vi ela o dia todo e mem de noite, foi então que terça procurei ela pelo pátio.
Achei ela e estava bem magra, muito fraca e não comia nada e a temperatura dela parecia baixa, mas estava tomando muita água, porém uns 3 dias sem comer nada, então logo comprei Mercepton injetável e dei por baixo do coura dela, quando voltei da faculdade encontrei ela morta. Quando a encontrei (em vida) deixei o tempo todo num viveiro desativado que virou uma espécie de UTI para meus gatos.
Será que eu matei ela injetando este Mrcepton? Obs: Injetei 3 ml, o mínimo recomendado são 2 ml?
O que será que ela teve? Veneno acho que não é,pois se fosse ela teria morrido um poucas horas e não levaria todo este tempo.
Me ajudem alí! Beleza?



mariana baptista
em

olá doutora, venho aqui desesperadamente pedir-lhe ajuda. Pois foi diagnosticado em minha gata esse quadro de lipidose hepática, mas não tenho recursos financeiros para o tratamento dela. Me doi ver o quanto ela está sofrendo. Ela é minha companheira a quase dez anos e a sensação de inutilidade em mim é muito grande. Gostaria de saber como cuidar dela em casa, quais alimentos posso dar. Fui ao veterinário algumas vezes e ele receitou Ornitargin, vitamina B, Legalon, Hemolitan e indução forçada (sem sonda)de alimentos, que no caso estou dando papinhas infantis. Gostaria de saber se é o procedimento correto. Doutora não posso perder minha gata,pois em minha vida já tive muitas e sei que o pior do que minha gata morrer é saber que ela morreu por falta de recursos. Como disse a sensaçao de frustraçao é muito grande. Por favor me ajude, me responda. Obrigada. Mariana.



Jacinta Amaral
em

Tenho 3 gatos a Sophia a Brigite e o Halley todos adotados (SRD), o mais novinho o Halley com 11 meses sempre foi muito ativo as vezes ele vomitava mas sempre comia bem, muito ativo, mas há uma semana tudo mudou ele começou a vomitar se esconder embaixo da cama e não quer se alimentar e tem fortes cólicas, desde o primeiro dia que notei que ele não estava bem levei-o a veterinária e ela solicitou (hemograma-result.normal),(uréia-35,0),(creatinina-1,6),(TGO/AST-45,0),(TGP/ALT-122,0),(fosfatose alcalinaALP-37,0)e Glicemia-76,0.Foi feito 3 sessões de soro glicosado ela receitou plasil, dorless vitamina B(nutrifull) e o complexo alimentar A/D pela seringa,ele continua muito apatico e e vomita muito principalmente pela manhã. Amanhã vamos marcar uma ultrasonografia para detectar alguma alteração no figado ou outros órgãos. Penso que seja lipidose hepática mas ela insiste pelos primeiros resultados dos exames em um ataque de figado.
Por favor me ajude estou desesperada como o meu anjinho não consigo comer e choro muito sei que isso não faz bem a ele e as outras gatinhas que tenho, mas não me contenho em vê-lo sofrendo.Lendo esses depoimentos todos e vendo sua dedicação fiquei um pouco mais calma, mas é desesperador. Também sou gaúcha mas moro em Itapema-SC e se for diagnosticado uma doença hepática mais complexa gostaria de levá-lo para a sua clinica em POA, para isso preciso seu site ,telefone ou coisa assim para agendar, por favor urgente. Bjos e que Deus te proteja…



maria
em

“respeitar os animais é um dever de todos, amá-los é privilégio para alguns…”

parabéns parabéns e parabéns por sua missão, seu jeito, seu amor, pelo seu atendimento, por suas palavras, sua compaixão, é pessoa iluminada e cheia do ESPÍRITO SANTO, desejo-lhe vida longa, vitalidade e força sempre…

gostaria que me desse dicas de prevenção às doenças relacionadas ao figado (essa tal de lipidose hepática) aos rins de gatinhos, tenho o tuti, um lindinho, que é castrado e vive em apartamento…grata desde já…
que o ESPÍRITO SANTO seja teu companheiro.



Katia
em

Olá Dr. Synara,

Tenho uma gatinha com 5 anos e ja faz uma semana que ela esta enternada com o diagnostico de Lipidose Hepatica estou desesperada pois ela não esta apresentando melhora alguma e o pior de tudo é que já não tenho mais condição de deixa la internado pois é muito caro o tratamento. Sera que é possivel continuar cuidando dela em casa?

Obrigado

Katia



Sonia Maria Mattoso de Moura
em

Por favor dra.O que acontece neste momento me sinto muito mal. Já tive 8 gatos e agora tenho 4 gatos, sendo que 2 gatos com idade de 12 anos e 10 anos estão com lipidose hepática.Moises é da raça Maine coom está muito grave só come empurrado por uma seringa, a pasta hills A/D (cães e gatos)e mesmo assim 1 hora depois vomita a pasta levei para uma clinica conceituada aquí no Rio de Janeiro onde Moisés ficou internado de domingo para segunda pois não tenho recursos e o que gastei, peguei empréstimo com o Banco e comprei toda medicação somente para 1 gato pois não tenho mais recursos… bem aquí vai um desabafo estou me sentindo muito mal pois não sei medicá-lo e meu marido está me ajudando nas aplicações subcutâneas, mas como muita dificuldade. Estamos desolados e discutindo o que fazer? eu realmente me sinto incapaz pois sou muito nevosa para essas situações não sei resolver. Até 6 meses atrás tudo estava indo muito bem, mas as coisas pioraram e não sei, qual a solução.Se eu soubesse de alguém que soubesse tratar do meu gato eu entregava êle (para não vê-lo morto) parece que eu não amo meu gato, mas não é isso.Preciso de ajuda. obrigada



Sonia Maria Mattoso de Moura
em

Meu telefone para contato (21)71487052 Rio de Janeiro sonia Mattoso



Mario Camara
em

Nosso gato (8 anos) passou a apresentar o seguinte comportamento:

1 – Só comia ração (Iams) e de vez em quando um “agrado”(sachê, latinha, sticks e coisinhas assim).

2 – De uns 30 dias para cá passou a “pedir” comida humana e acabávamos sempre dando um pedacinho de carne, uma lasquinha de frango, um pedacinho de peixe para tentar agradá-lo.

3 – Depois que ele começou a pedir este “adicional” percebemos que ele passou a perder peso…

4 – Cinco dias atras (21 de Janeiro) ele pediu algum “extra”, mas não comeu… Pediu, cheirou e não comeu. Minha esposa achou estranho e abriu um sache e ele acabou comendo um pouco.

5 – Na sexta (22/01) percebemos que o comportamento dele estava mudado: ele não queria comer nada e estava se afastando de nós e se escondendo (ele nunca foi de fazer isso).

6 – Como sabemos que isso não é um bom sinal levamos ele até a veterinária no sábado (23/01) e a veterinária pediu para voltarmos hoje para fazermos a coleta de sangue para ver se havia algo de errado. Já no exame clínico a veterinária pode perceber que ele sentia alguma dor na região do fígado.

7 – Ontem ele começou a ficar com as orelhas e a boca “amarelada”. Como o tio deste animal morreu no ano passado com câncer no fígado já ficamos preocupados, principalmente porque o tio dele morreu com 6 anos e o nosso Toulouse já fez 8…

8 – Passamos hoje na veterinária e coletamos sangue para os exames.
A veterinária acabou de nos ligar dando o resultado dos exames:

FOSFATASE ALCALINA : 1117 (REF DE 4 A 81)

TGP : 544 (REF DE 6 A 83)

Uréia, Creatinina e Hemograma deram normais (variações dentro da referência ou um pouco acima/abaixo).

Pesquisa de hematozoários = negativa

Além disso todos os resultados vieram com o comentário AMOSTRA ALTAMENTE ICTÉRICA.

9 – A veterinária disse que quase com certeza é neoplasia (pelos valores de Fosfatase e TGP).
Como já perdemos um gato com neoplasia no fígado estamos “vendo o mesmo filme” acontecer de novo e gostaríamos de saber uma outra opinião…

Lemos este seu artigo sobre Lipidose e estamos torcendo para ser isso, pois mesmo sabendo que as chances de reversão de uma Lipidose não são grandes, mas mesmo assim são maiores que as chances de uma neoplasia…

A veterinaria aconselhou passar amanhã por lá e tentarmos dar um pouco de Diazepan (injetável) para tentar abrir o apetite dele e darmos 2 ml de Legalon 2x ao dia.

Com a experiência que passamos pelo tio dele aprendemos a alimentar o gato dissolvendo a ração em água quente e depois filtrando por uma peneira, colocando o Legalon para por último aplicarmos a solução diretamente na boca do gato…

Com o tio dele conseguimos prolongar a vida dele por quase 3 meses, mas chegou em um ponto em que a qualidade de vida dele estava nos deixando tristes demais e optamos por sacrificá-lo…

Estamos rezando para não termos de sacrificar outro gatinho nosso…

O que a senhora acha?

Uma fosfatase tão alta só pode ser mesmo neoplasia ou existem outras doenças que aumentariam tanto a Fosfatase e o TGP para níveis tão altos???

Obrigado por qualquer ajuda.

Mário e Denise



Paula R.
em

Olá Dr.

Escrevo aqui para tirar uma dúvida em relação à Lipidose Hepática, pois minha gatinha foi diagnosticada com esta doença e já não sei mais o que fazer.
Há 10 dias ela está sendo tratada a base de soro, glicose e remédios para o fígado, há dois dias foi cogitado pela veterinária colocá-la na sonda, porém não sei se isso funcionará, uma vez que ela tem muitos acessos de ânsia e vômitos. A minha dúvida então é: com a introdução da sonda ainda haverão os vômitos? Estou dando a ela papinha de bebê e leite com nutren, mas mesmo assim ela às vezes vômita e infelizmente não tem demonstrado melhoras. Ela já se demonstra fraca, estressada com o tratamento e muita icterícia.
Gostaria de sua opinião profissional por ser uma pessoa que tanto entende deste assunto.

Muitissimo obrigada!

Paula R.



Mario Camara
em

Atualizando: nosso gatinho continua amarelinho, m as parou de vomitar…
Estamos dando ração “em seringa” (de hora em hora) e 1 pacote de sache (10 pedacinhos a cada 2 horas), além de 1 seringa de água de hora em hora, junto da ração…



Iaci
em

Meu gato Luquinha,de 6 anos,está com lipidose hepática diagnosticada há 25 dias clinica,laboratorial e ecograficamente,ora internado para tratamento com soro,injeções e alimentação forçada por seringa.O pessoal da clínica só indica a sonda quando o gato está vomitando.Já esteve em casa por 10 dias,nos quais alimentei-o com seringa e soluções hiperproteicas,incluindo A/D,mas tornei a interná-lo por observar perda de peso gradativa.
Pretendo levá-lo para casa de novo e comparecer à clínica diariamente para medicação parenteral,uma vez que fica cada vez mais estressado longe de casa e dos outros gatos,além de confinado.
Qual a quantidade mínima de alimento em solução a ser dada por dia?Qual seria uma boa “receita”,em quantidades,de nutrientes a compor esta dieta?Quanto de ovo(gema e clara?),de queijo branco,de leite desnatado,carne ou frango a compô-la,além do A/D e Whiskas sachê(só ingere o caldo)?

Agradeço pelas informações,que acredito serão úteis para todos os que têm animais nessas condições.

Iaci e Luquinha



Iaci
em

Infelizmente,Luquinha faleceu antes que eu recebesse uma resposta.



Synara
em

Ola Iaci. Sinto muito, mas estou com demanda alta de pedidos de ajuda e opinião sobre a situação de saúde de seus animais. Nem sempre consigo dizer alguma coisa em tempo hábil. Mas as perdas fazem parte da vida, e perdermos nossos bichos dói bastante. Mas passa. Tudo passa.
Abraço fraterno.
Synara Rillo
Médica Veterinária



Iaci
em

Obrigada.
Valeu para incluir o site entre os favoritos para outras dúvidas que surgirão,pois tenho outros gatos,no momento,saudáveis.
Iaci



Joana Cristina Frois da Silva
em

Cara dra. Synara,encontrei o seu site quando procurava esclarecimentos sobre doenças hepáticas em gatos e confesso que estou apavorada pois minha gatinha Nina, que vai completar 5 anos esta internada desde o ultimo domingo e os sintomas são muito parecidos com os da lipidose hepática pelo que tenho lido aqui no site.ela parou de comer e como trabalho fora pedi ao meu filho de 10 anos que a levasse a pecuaria próxima a minha casa, e ela começou a ser tratada com antibióticos e vitaminas e continuou por 4 dias só que ao invés de melhorar parecia cada vez pior, então levei ela em uma clinica veterinária onde já foi internada e foi colocada a sonda, foi feito exames de sangue e ecografia, a ecografia eu não sei o resultado mas dos exames de sangue foi: ALT 234,71 U/l – Creatinina 3,09 mg/dl – Albumina 2,26 g/dl – Fosfatase alcalina 603,89 U/l – Gama-glutamil-transferase(GGT)3,57 U/l ERITROGRAMA: Eritrócitos 7,87 – Hemoglobina 10,9 – Hematócrito 31,0 – VGM 39,39 – CHGM 35,16 – LEUCOGRAMA: Leucócitos totais 17700 – Mielócitos 0 – Metamielócitos 0 – Bastonados 0 – Segmentados 89 – Eosinófilos 1 – Basófilos 0 – Linfócitos 9 – Monócitos 1 – Plasmócitos 0 – observações:plasma ictérico, anisocitose moderada,poiquilocitose discreta, neutrófilos hipersegmentados. E no de bioquímica a observação : soro ictérico. Confesso que estou apavorada pois é provavel que amanhã ela venha para casa mas estou preocupada porque ela ainda esta bastante prostrada e com alguns vômitos, e tambem tive a impressão de que esta com olhar fixo, embora depois de ficar algum tempo com ela tenha tido a impressão de que ela me olhava. também começou a ronronar enquanto eu fazia carinho nela coisa que ontem ela não fazia. mas estou com medo de leva-la para casa porque trabalho o dia todo e não sei meu filho que tem 10 anos vai saber cuidar dela, o veterinário que esta cuidando dela é bem conceituado e parece irrepreenssível até aqui, o que me preocupa é que ele foi muito vago quanto ao diagnóstico, me disse apenas que deveria ser alguma doença crônica hepática, mas eu não fazia idéia da gravidade até encontrar este site. como faço para confirmar o diagnóstico? baseada nos exames você pode me dizer alguma coisa? posso dizer também que ela era obesa e que passou por uma situação estressante antes de adoecer. qualquer coisa que você possa me dizer me será de grande ajuda e conforto. pois estou apavorada com medo de ver minha gatinha tão amada sofrendo. Eu sei que você tem uma grande demanda neste site mas eu agradeceria se você pudesse me responder o mais rápido possivel. desde já muito obrigada! PS: gostaria também de saber se é possivel a cura total no caso de lipidose hepática. Um abraço. Joana Cristina.



Barbara Louzada
em

Muito bom ler sobre lipidose hepática…me ajudou muito a entender o que meu gatinho tem e a ter esperanças…Obrigada.



Joana Cristina
em

Olá dra. Synara, a cerca de 15 dias escrevi-lhe para saber sua opinião sobre o caso de minha gatinha nina, a sra. me respondeu através do meu e-mail e eu lhe agradeço muito a consideração, baseada nos exames a sra. me disse que parecia lipidose hepática o que posteriormente foi confirmado pelo veterinário que a estava tratando. bem ela ficou 5 dias internada já com sonda que foi a primeira providencia do veterinario, nos primeiros dias de internação ela nem conseguia ficar em pé,depois de cinco dias veio para casa com a sonda pois eu não tinha mais condições de manter a internação. eu havia lhe perguntado se uma criança de 10 anos conseguiria alimenta-la através da sonda e a sra. me disse que não achava muito viavel, opinião por mim compartilhada, mas eu não tinha outra opção pois trabalho fora, foi então que o veterinário, dr. Abilio pegou meu filho e ensinou-lhe e sua assistente,Silvia teve uma longa conversa com ele dizendo-lhe que ele era capaz e que a melhora dela dependia dele,( como profissionais empenhados e interessados fazem a diferença), ele foi maravilhoso alimentando-a de hora em hora com toda a paciência e hoje depois de 10 dias em casa ele me liga no trabalho para dizer que ela arrancou a sonda, corri para casa e tentei alimanta-la mas ela não comeu de jeito nenhum, liguei para o dr. Abilio e levei-a lá onde por inssistencia minha ele colocou outra sonda pois eu tinha medo que ela ficasse sem se alimentar e piorasse. Chegando em casa alimentei-a pela sonda e quando deixei-a sozinha por 10 minutos ela arrancou a sonda de novo. em desespero de causa comecei a colocar-lhe ração na boca, ela mastigava um pouco e jogava fora, porém já não tinha ânsias ai eu segurei-lhe a boca para que não jogasse fora e ela engoliu, dali a pouco eu olhei e ela estava comendo os farelinhos que haviam caido, comecei a dar-lhe um por um os grãos de ração até que ao oferecer o prato ela aceitou e comeu!!! estou muito feliz com a melhora da minha gatinha, e agradecida as pessoas que ajudaram para que isto acontecesse: ao dr. Abilio, a Silvia sua incanssável assistente e a sra. e este site que muito me ajudaram a entender o que estava acontecendo. por sua grande ajuda muito obrigado,profissionais como a sra. dignificam qualquer profissão. um abraço e que Deus lhe abençoe!!! Joana Cristina e Nina.



Aurea Bekman
em

Minha gata Carreirinha, está com 6 anos. A 1 ano e meio atrás ela teve os mesmos sintomas e foi diagnosticado lipidose hepática, ficou internada por 10 dias e recuperou a saúde.
Dia 22/03/2010 encontrei ela caida sem conseguir levantar e qd cheguei perto ela tentou me morder, vale ressaltar que meus gatos moram no meu trabalho.
Levei correndo para a veterinária e mais uma vez foi diagnosticado lipidose hepática,de lá pra cá diariamente vou ao consultório para ela tomar 250 ml de soro fisiológico, uma ampola de Bedozil, uma ampola de Ornitargim no soro e 5 ml de bactrosina e uma capsula de Same 90 mg e para alimentção A/D.
Primeiros exame 23/03/2010
Hemácias / ml 4.6
Hemoglobina g/dl 7.6
Hematócrito % 23
Leuc. Global /ul 20000
Segmentados 18000
Linfócitos 600
Fosfatase Alcalina 174.4
TGP/ALT 179.7

Segundo exame em 29/03/2010:
Fosfatase Alcalina 66.3
GGT 2.7
TGP/ALT 222.9

Hoje dia 04/03/2010 colocou sonda naso-gastrica e estou a alimentando de 3 em 3 horas com A/D diluido em água.

Dra. essa doença tem cura ou é só estabilizada?
No setor que faço o tratamento da minha gata é só dessa doença e estou apavorada com o sofrimentos de muitos que ali se encontram, não quero ver minha gata sofrer.
Ela está comigo no meu apt. só que está isolada pois tenho 3 cachorros.
Não consigo dormir preocupada com suas reações.

Espero conseguir sua resposta.

Obrigada e parabéns pelo belo trabalho!

Aurea Bekman



elisangela oliveira
em

Dr.Synara,minha gata Lili está muito mal devido a lipidose hepatica,ela fez sabado dia 3 de abril o exame de sangue e deu bem alterado o figado,deu anemia,um pouco de alteração nos rins etc,ela ficou o dia inteiro tomando soro,mas a veterinaria ñ deu remedio nenhum p ela tomar,e pedio p levar devolta na segunda,mas eu e meu marido estamos desempregados e ñ tinhamos como pagar a internação dela,tentei dando soro pela boca ,a comida RENAL desmanchei e dei no conta gotas,até leite eu tentei,mas nada para no estomago dela,a veterinaria ñ me passou outra solução,cada dia de internação era 65,00 reais,mais o ultrasom,e a sondagem….. HOJE ME SINTO CULPADA POR VER ELA SE DEFINHANDO E EU Ñ PODENDO FAZER NADA!!!!JÁ TENTEI ,MANDANDO EMAIL PARA VARIAS CLINICAS DAQUI DE CAMPINAS,MAS NENHUMA ME RESPONDEU QUERENDO ME AJUDAR!!!! SINTO QUE ELA ESTA INDO EMBORA…. E EU ETOU ME SENTINDO CULPADA!!!!! ELA JÁ TEM 10 ANOS!!!! ME ACOMPANHOU PARA VARIAS MUDANÇAS ATÉ DE CIDADE!!!! ELA ME AMA, O AMOR ÁGAPE!!!! QUE Ñ EXISTE EM SERES HUMANOS!!!!!



Jaciara Marques
em

Cara Sinara,

Há um ano atras meu gato teve lipidose, cheguei a postar questionando algumas medicações que ele nao estava tomando, mas um ano após vi que o nao so o tratamento que as vet seguiram quanto a papinha MARAVILHOSA



Jaciara Marques
em

Cara Sinara,

Há um ano atras meu gato teve lipidose, cheguei a postar questionando algumas medicações que ele nao estava tomando, mas um ano após vi que o nao so o tratamento que as vet seguiram quanto a papinha MARAVILHOSA que a senhora deu a receita aqui salvaram meu gato.

Com o A/d ele estava estavel, mas quando entrei com a papinha em duas semanas a melhora dele foi visivel, ganhou peso, saiu da apatia, enfim… em setembro ele teve alta e neste ultimo mes de fevereiro comemoramos 11 anos juntos!!!!

Queria agradecer a senhora por toda a atenção dedicada as pessoas que lhe escrevem, algumas informações sao preciosas.

Parabens pela profisdsional e a pessoa que a senhora demonstra ser.

Abraço

Jaciara



Joana Cristina
em

Ola dra. Sinara,aqui estou eu de novo a Nina continua melhorando graças a Deus, até já ganhou peso, mas eu sempre entro no seu site para ver se tem alguma novidade que possa me ajudar a acelerar a recuperação dela e vi o comentário de Jaciara a respeito de uma receita de papinha,será que a sra. pode me mandar esta receita? desde já agradeço. um abraço e fique com Deus!



Synara
em

Ola Barbara. Obrigada pelo comentário. Fico mui contente quando vem elogios, incentiva mais a continuar na caminhada de ajudar aos bichos e donos.
Abraço fraterno.
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Ola Joana Cristina.
Saiba que estás em boas mãos de um profissional dedicado e estudioso, muito compartilhei conhecimento clinico sobre os bichos com o Abilio. E muito aprendi com ele. Sorte à Nina e obrigada pelos comentários aqui postados.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Ola Aurea. Bom, se , realmente, tua gata é portadora de Lipidose, está fazendo “surto clinico” com muita frequência. Ao meu ver o exame mais fidedigno somado com os sintomas clinicos é a ecografia, mais do que as medidas bioquimicas hepáticas e outras,esse exame diz muita coisa na lipidose, como grau de infiltração gordurosa e inflamação hepática por imagem sugerindo congestão desse órgão.
Quanto ao protocolo achei muito “pesado”, mas cada cabeça uma setença. Tenham claro, que um felino é susceptivel a inúmeras patologias virais e por outros agentes, como protozoaários, clamidias, etc. Nesse caso , pelo exame podemos pensar em algo viral associado com processo inflamtório e /ou infeccisoso. Vale manter teu gato bem nutrido, independente , em um primeiro momento, do que causou esse mal estar nele. Vale uma dosagem de glicose. Atenção ao diabetes pós lipidose, vale uma investigação de pancreatite…por ai.
Abraço e boa sorte.
Synara Rillo
Médica veterinária



Synara
em

Ola Elisangela. Sinto muito pelo teu sofrimento frente ao caso da tua gata. Compreende o quanto um gato fica importante depois de 10 anos de convivência mútua com os donos. Mas ajudá-la dessa forma- em despero teu – não tenho como. Esse animal precisa de internação,de uma avaliação real da suas condições e qual atitude a ser tomada perante todo o contexto que envolve, desde a doença dele e seu progn´sotico, ate as condiçoes financeira de vcôes, como a atitude de um colega que possa examinar esse bicho ao vivo. Tudo q



Aurea Bekman
em

Dra. o que a sra. quer dizer? Quanto ao protocolo achei muito “pesado”,.
Exame dia 19/04.
TGP/ALT 56,2



Synara
em

Ola Aurea. Perdão, ao ler comentário por comentário, misturei dois relatos na resposta. O protocolo “pesado” não é o do caso da tua gata e sim de outro que estava respondendo. O que estão usando nela é suporte, para recuperação. E um antibiótico a base de amoxicilina. O Same, que não conheço, sei que pode ser usado como protetor hepático à Fibromialgias. No meu ponto de vista, não vejo maiores contribuições, e não creio haver uso comprovado em gatos. Mas??
Obrigada pelo alerta!
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



Ana Pereira
em

Dra. Synara, inicialmente desejo dar os parabens por esse brilhante trabalho de amor aos pets e aos seus donos.
Meu bebe mais velho tem 12 anos foi diagnosticado com pancradite e com quadro de icteria. Depois de 1 mes medicado com antibiotico e alimentação oral com seringa melhorou sumindo a icteria. Sendo que continua não se alimentando e nem hidratando sozinho. Estou continuando a dar A/D e agua na seringa so que parece que ele tem algo na boca que o icomoda.
Estou com medo com duvida se faço a coisa certa ou se estou estressando o bichinho. Devo oferecer comida e bebida só quando ele desejar?
Dra. posso colocar o seu nome nas minhas orações diarias?
Obs:Aguardo respostas para as minhas perguntas.
Obrigado pela atenção e mais uma vez seu trabalho e abençoado.
AP



Ana Pereira
em

Por favor não leve em consideração os erros de portugues.



Roberta Salles
em

Minha gatinha de 2a apresenta quadro de lipdose hepática, está medicada e já está com a sonda a dois dias, mas o que come mesmo pela sonda vomita tudo…voltei a clínica veterinária e aplicaram soro novamente…ela está muito prostrada, aquele olhar perdido, sabe? e continua vomitando mesmo não tendo nada no estomago, tenho até medo que sua resposta não dê mais tempo…por favor estou ansiosa aguardando sua resposta…
Parabéns pelo site….que Deus te abençoe….
Um abraço…



ana
em

Somente pecou no protolo anestésico…



synara
em

Ola Ana. Se pequei, conforme alegas, explique o porquê, será de muita valia a mim e a outros colegas que, por ventura, me leiam ou buscam pesquisas sobre patologias dos animais domésticos. Mas de antemão te digo que tenho e tinha pleno conhecimento de que o anestésico quetamina , em principio, não deve ser usado em alterações hepáticas GRAVES, ou seja quando o sistema hepático não terá nenhuma condição de metabolização. Se é isso que pensou quando leu meu protocolo, veja bem, há situações e situações clinicas que nos fazem optar por determinada conduta anestésica. Outro fator que podes ser o que te fez dizer que “pequei” no protocolo é a manutenção do reflexo orofaringe, mas pela minha experiência não afeta o procedimento em si. Não sou do tipo de profissional que leva a teoria ao pé da letra , embora prezo, bastante, tais dados. Nem sempre a teoria condiz com a ação prática, mas sei que se complementam, evidente. Além do mais, a gata está viva e sem danos causados pela minha opção anestésica. Mas deixo o espaço aberto para que possas explicar condutas anestésicas seguras. Não é legal apenas deixar uma frase em aberto, pode soar como “saber mais que o outro”. Minha intenção é dividir conhecimento teórico e prático, pois ambos andam juntos na medicina, sei que sabes disso. Valeu pela participação no site e contigo a palavra sobre condutas anestésicas sobre felinos…
Abraço fraterno.
Synara Rillo
Médica Veterinária



Rosa
em

Dra. Synara,
Tenho uma gatinha de aproximadamente 13 anos, ela sempre foi saudável,só se alimenta com ração. Porém a duas semanas atrás ela teve perda de apetite e a levei ao veterinário ele não diagnosticou nada e só passou remédio de verme.
A alimentação voltou um pouco. Observei que seus dentinhos estavam inflamados e a levei a outro veterinário que observou e removeu a placa , orientou observação , injetou um antibiótico e passou vitamina glicopan 2 ml ao dia.
Chegando em casa sob observação percebi que continuava a comer pouco e depois de uns dias tudo o que ela ingeria vomitava até mesmo água . Retornei ao veterinário e na parte da manhã aplicou plasil e mais um antibiótico, chegando em casa mais vômito , retornei ao vet a tarde e pedi para colocar ela no soro. Ele deu mais uma aplicação de plasil e aplicou o soro, chegando em casa mais vômitos, hoje percebi suas orelhas e gengivas amarelas. Não sei o que fazer, moro no interior e definitivamente em minha cidade não existe competência em clínicas. Por favor peço ajuda para alguma orientação.
Hoje de manhã dei duas gotas de eparema e vou tentar dá um pouco de caldo de carne pq acredito que seja forte.
Por favor peço ajuda.
Obrigada!



Rita Souza
em

Drª, acabei de ler a história da Mel,e estou com uma gatinha no mesmo caso, e já estou ficando desesperada, gostaria de uma ajuda da srª.
Descobrimos a lipidose hepática na Bianca em 23/05/10, qdo ela apresentava dificuldades p/ comer, segundo a Médica q está tratando dele desde então, a doença foi descoberta no princípio, então seria um tratamento longo, mas com resultados bons caso seguissemos a risca as orientações.Bianca ficou internada na clínica por 3 dias, após tinhamos q levá-la todos os dias pela manhã e buscá-la no final da tarde para tomar soro e medicação por 10 dias, durante todo o tratamento a alimentamos com a ração pastosa Hill´s AD c/dissolução em água e através de uma seringa de 3 em 3 hs e também com plásil de 8 em 8hs, a médica também mandou manipular um remédio, mas toda vez que Bianca tomava vomitava, então mandou suspender, após um mês de tratamento já fizemos dois exames de sangue,os quais apresentaram a taxa que acusa a lipidose bem baixas, mas nesta última 3ª feira ao voltar na clínica p/ revisão a Médica colocou ela no soro novamente. Bianca já perdeu 2 kg desde q começou o tratamento, ela pesava 6 kg e hj pesa 4kg,a médica dizia que era assim mesmo, q o tratamento é muito lento e tem-se q ter paciência, o problema é que estou muito preocupada, a médica já orientou a comprar 2 rações diversas da Royal Canin, mas Bianca não come, ainda só está comendo de seringa, fazendo suquinho de cenoura e também damos através da sering.
Pensei em trocar de médica,mas tenho medo, o que a Srª acha? estou desesperada minha Bianquinha vai ficar boa??? me ajude, por favor,
Obrigada,
Rita Souza.



Aline
em

Olá doutora, estou a lhe escrever para tirar uma dúvida, meu gatinho Bartolomeu de 8 anos, castrado teve lipidose hepática no final do ano passado, ele de repente parou de comer e há meses vinha perdendo peso, até q começou aparecer ulceras na boca e ficou icterico… resumindo: ele ficou internado não conseguia comer nem com a seringa e chegou no fundo do poço como a veterinaria mesmo disse, autorizei ate a eutanasia mais a vet ficou com pena e deu mais um dia de vida pra ele, e qdo ela chegou na clinica pela manha para trabalhar ele tinha comido a ração de forma espontanea, e se recuperou, voltou pra casa, dei durante muito tempo o metronidazol e ele tinha diarreias constante, a vet mandava eu dá uma semana sim e outra nao, ele comia bastante mas nao engordava; até que passado dois meses q ele havia saido da clinica teve um surto de giargia nos gatos pq tinha mais dois (uma eu perdi hj com PIF úmida), e a vet os medicoram com giarlan dai pra frente, ele come, brinca demais é muito ativo so q esta muito gordo e estou preocupada, dou “golden gatos” pra ele, não sei se é a ração mais tenho medo q ele venha sofrer de novo com esse mal, sabemos que ele teve a doença devido uma situação de stress pois mudamos de um estado para outro e ele veio de carro mesmo sedado ele foi o que mais se estressou dos tres. Aguardo seu retorno, se me sugere uma outra ração ou coisa do tipo. E a todos q estão com o gatinho doente com lipidose hepatica tenha fé em Deus e confiem seus bichanos a veterinários competentes….



Synara
em

Oi Rosa. Veja só, dar uma ajuda efetiva não consigo, estou a ler teu comentário quase um mes da postagem, as vezes consigo responder breve, em outros nomentos não, tenho outras atividades



Synara
em

Seguindo a resposta para a Rosa ( deu pane na internet enquanto escrevia) – além do site, mas pode ser varias as causas dessa icterecia e anorexia, desde figado até renal. Sinto não poder ajudá-la.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Oi Rita. Veja bem, a doença Lipidose é melhor diagnosticada por ecografia. Além disso, pode haver outras causas dessa falta de apetite. Não relatas idade da tua gata, mas se for velha tens que pensar em algo renal, também. Precisa de uma investigação mais ampla, tanto pela parte clinica ( exame clinico) quanto laboratorial. Mais que isso me limito.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Oi Aline. Fico feliz que teu gato se recuperou bem. Quanto ao peso, a castração predispõe , mas ao mesmo tempo ela é fundamental para a convivencia do gato com os seres humanos, mas o sedentarismo é causa bem significativa de obesidade. Tenta diminuir o consumo de ração e fazer ele brincar mais para gasto energético. Obrigada pela participação no s



Synara
em

site.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Sônia
em

Estou passando a mesma situação da Mel, com a minha filhota de 7 anos, Fanny. Peguei a Cristal com 2 meses em maio e em Junho a Fanny mudou, parou de comer e demeorei para conseguir respostas… Gastei muito em exames, mas soube que era lipidose… Tratei, internei, voltou a casa, mas não coloquei sonda.. Ainda estou em observação. Amanhã irei rever a veterinária para avaliar e ver se há necessidade de sonda… Só quem ama seus filhotes é que sabe a situação… Saúde pra Mel…



Nadja
em

Olá Dr. Synara!!!
Minha gatinha de 8 anos de idade foi diagnosticada com lipidose, ela tem comido hills ad e outras rações em pasta, se recusa a comer ração seca, está tomando legalon 70mg, 2 comprimidos por dia. Logo após começarmos o tratamento com o legalon ela começou a espirrar muito, lacrimejar do olho esquerdo e não pára de babar, o que eu faço? Pode ser uma reação alérgica, ou uma rinotraqueite? Esses sintomas estão associados á Lipidose?
Ela tem contato com gatos de rua, ás vezes, existe alguma doença viral que tenha os mesmos sintomas da lipidose e possa ser confundida com tal?
Ela é gordinha e castrada, e esteve internada, com diarréia, vomito, desidratação, anorexia, temperatura de 33º e apatia, o diagnóstico da lipidose veio após ecografia abdominal e hemograma, este ultimo apresentou alteração na função hepática (acima de 360) e creatinina á 2.3.
Aguardo ainda outros exames quanto a enzimas.
Está atualmente sem diarréia – fezes normais e comendo quando com ajuda.
O que tem realmente preocupado é a salivação, o olhos lacrimejando e
a apatia, só fica deitada.
Ela também se recusa a beber água.
Desde já agradeço o profissionalismo e dedicação, o seu blog me explicou muita coisa, amo gatos, tenho 4! E encontrei mais informações aqui do que em qualquer consultório veterinário. Moro em Bsb, e tenho visto péssimos profissionais que realizam diagnósticos no maior descaso, é bom saber que ainda existem bons profissionais por aí!
Obrigada!!



Marlene
em

Ola Dra Synara tudo bem? espero que me ajudar ,minha cadelinha tem 8 anos e é (S R D) a 1 mes atras ela estava muito ruim não comia nem tomava agua ,levei ao vet,ele fez uma ultra e disse que erra infcção de utero e precisava de cirurgia urgente ,a deixar la no mesmo dia ele a operou, na 1ª semana pos cirurgia ela ainda estava sem apetite ,praticamene eu tinha que dar na boca pra ela comer um pouco,ja da2ª semana em diate ela voutou a comer ,tomar agua, brincar estava tudo bem com ela até sexta passada dia 17 ,quando de repente ela voltou a ficar aptica não come ,não quer tomar agua ,e tem alguns tremores,e se estica toda ,estou desesperada ,pois não tenho mais como pagar o vet ,pois tudo que eu tinha eu gastei com a cirurgia ,que foi muito cara,sera que a senhora pode me ajudar de alguma maneira. beijos e obrigada ass.Marlene.ourinhos 21/09/2010



Juliana
em

Oie!
adorei ler o relato me deu mta esperanca!
passei por isso a uns 2 meses c meu gato mas infelizmente ele nao resistiu! colocaram a sonda e eu ate achava que ele estava mais animado quando o medico soliciou q levasse OVO para ele no momento q colocou a segunda gema pela sonda ele comecou uma convulsao! e nao resistiu! estranhei o procedimento e a coincidencia. Estou pesquisando e nao achei nada a respeito. E adequada a utilizacao de ovo na alimentacao?! ele ainda estava internado no 4 ou 5 dia quando ocorreu.Gostaria mesmo de saber se foi apenas uma fatalidade.
Abs Juliana



Suely
em

Olá , Dra. Synara, parabéns pela dedicação e competência. Olhe, minha gatinha está com lipidose mais ou menos há um mês. Ela ficou sem comer, vomitou e todo quadro característico. Forcei a alimentação e usei antibiótico por 5 dias (flotril 2,5%) indicado por um amigo veterinário. Notei que com o antibiótico ela parou de vomitar, ficou mais animada. Então usei uma ração da royal canin renal veterinary diet associado a um complexo de vitaminas e aminoácidos. Ela voltou a se alimentar, a urinar e defecar. Fiquei tão feliz, achei que havia passado o perigo, mas ainda está magra, urinando escuro e fezes secas. Agora está apresentando umas lesões na pele. O que posso fazer agora doutora? Pensei em vermifugá-la mas tenho medo do vermífugo prejudicar mais seu fígado. Ela se encaminha para a cura, já que voltou a comer naturalmente? Espero que possa me responder e me enviar uma luz. Desde já agradeço de coração. Fique com Deus!



Synara
em

Oi Suely. Veja bem, para podermso afirmar que é uma Lipidose Hepática precisamos de uma boa história clinica associada a alguns exames laboratorias e ecograficos da região abddominal. Como ela respondeu rápido ao antibiótico, voltou a comer e mantém uma uirna escura tens que fazer o diagnóstico diferencial de Hemobartonella. Por ai…
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Ana Paula
em

Olá,
a lipidose hepática do meu gato siamês evoluiu para encefalopatia hepática e tenho de tomar a difícil decisão de sacrificá-lo pois ele nem mesmo anda mais, está totalmente apático sem fazer nada, nem mesmo comer, por iniciativa própria. Gostaria que alguém me dissesse que esse quadro é reversível.Eçe tem apenas 8 meses.



Synara
em

Oi Ana Paula. Muito novo para ser Lipidose; mas com essa idade há outras patologias que podem envolver o figado e o sistema neurológico. PIF (Peritonite Infecciosa Felina) uma delas. A encefalopatiahepática cursa com convulsões. É isso que ele tem como dano neurológico?? Se por ventura for PIF é grave…se for outa patologia pode ser reversivel se ele não está muito comprometido em seu estado geral…Dificil te dizer apenas com essas tuas colocações.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Ana Paula
em

Synara,
o veterinário, o terceiro consultado, não me deu esperanças e sugeriu a eutanásia. Infelizmente, o fizemos. Gostaríamos, no entanto de saber o que houve com o gatinho. Quando te escrevi já era a última noite dele na veterinária, de manhã, tomamos a decisão. Ele, quando forçavamos a ficar de pé, pendia p/ um lado e outro, parecia tonto, ao cair tentava levantar, seu rabo girava e não conseguia. Para comer, só se o tratássemos na boca.Estava extremamente magro, apesar de siamês. Era muito apegado com meu marido. A última vêz que andou foi até ele, cambaleava, parava, levou um tempão para atravessar um corredor que os separava. Quando deitou no colo dele, parecia extenuado pelo esforço.O intestino havia 2 dias não funcionava, xixi só uma vez ao dia, nós o colocávamos na caixinha de areia. Tudo começou quando ele parou de brincar, não guardava mais as unhas (retração normal), se tocávamos próximo do ouvido, ou pescoço parecia sentir algo, tinha reação de dor.Seu comportamento mudou completamente, comia pouco. Coicidentemente, OU NÃO, COMECEI A PERCEBER OS PROBLEMAS com a troca da ração, o dono da loja disse que Wiskas PREJUDICAVA problema Os rins e trocamos para goldem, ele não gostou e tentamos voltar para wiskas, sem sucesso, no fim ficamos com a royal canan e wiskas sachê. Este último vet, entrou com a HILL AD. Isso foi depois de uma piora repentina. No sábado estava bem, andando, comendo, eu estava começando a dar carne de frango cozida, desfiada que ele adorava.À noie lambeu um pou pouco de pasta de presunto, sobras de um lanche que havíamos feito.Segunda de manhã começou com um leve desequilíbrio ao andar. À noite, JÁ TINHA MUITA DIFICULDADE E ESTAVA DESIDRATADO E O VET O INTERNOU POR 3 DIAS.QUANDO VOLTOU, FOI AQUELE QUADRO DESCRITO ACIMA, DEPOIS DA PALAVRA DECISÃO. Espero que essas informações ajudem você a entender melhor o quadro E SALVAR OUTROS ANIMAIS.
Obrigada por ajudar.
Ana Paula



Synara
em

Oi Ana Paula. Toda a descrição do quadro é compativel com dano neurológico, possivelmente envolvendo a região cerebelar e ou tempotral como foco inicial. Não creio em Lipidose e nem em encefalopatiahepatica como consequência dessa. A causa desse dano neurológico pode ir de causas virais,( Peritonite Infeccicos Felina, uma delas), protozoários, trauma ( atropelamento, batida na cabeça, queda), alguma má formação congênita cerebral até alguma intoxicação exógena. Quando a ração ser a causa só se a mesma estivesse contaminada por fungo ( pelo milho na composição) ou algum conservante, corante; mas isso só poderiamos saber fazendo uma análise toxicológica da ração. Enfim, que era um dano cerebral, isso é certo. As causas tende a ser, inicialmente, pelo que discorri acima.
Mas sei que é duro passar por isso, mas essa dor da ausência dele vai passar. Me solidarizo contigo.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



tatiana
em

Boa tarde, a minha gatinha penelope tem 12 anos e no final de janeiro descobri que ela tem lipdose e um cisto bem pequeno no rim. A veterinaria deu soro e vitamina e mandou e mudar a ração para royal canim e pediu para dar mercepiton.( dei soro para ela dia sim, dia não durante 2 meses em casa)
Já faz 5 meses e as vezes vomita com a medicação.não pode ver carne , que não para de miar, continua magra e apatica. o que eu posso fazer??? obrigada pela atenção



Synara
em

Oi Tatiana. Será que era lipidose mesmo?? Cisto no rim pode ser apenas um achado acidental sem maiores problemas. Quanto a dar a ração Royal Canin teria que saber qual e porquê. Se mia ao ver a carne é porque tem fome, mesmo sendo um apetite caprichoso. A magreza pode ser em face do tempo sem ter uma alimentação em quantidades adequadas assim como a apatia. Vi os exames e nada me pareceu ser preocupante na época…Não sei como tudo começou – sintomas- para te ajudar melhor. Eu daria a carne para ela inicialmente, pelo menos come. Com a idade dela não seria recomendável mante-la apenas com a carne vermelha por ser muito rica em fosforo , mas por hora , eu daria para ela. E devem fazer uma boa inspeção bucal nela. Por ai…
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Keylla Mazzaro
em

Olá doutora
Tenho 4 gatos sendo 3 femeas e um macho e a um dia percebi q ele parou de comer e beber agua, sua pele esta toda amarelada, ouvido boca fiquei desesperada e comecei fazer papinha de figadado de boi batido com ração em lata e coloquei na seringa para ele comer, com muito sacrificio ele come mas nao sei a quantidade que forço a comida e de quanto em quanto tempo eu dou comida. Fui na agropecuaria e perguntei para um amigo e ele me indicou o BAYTRIL FLAVOUR DE 15MG dou metade do comprimido, comecei hoje com essa medicaçãomas quueria saber se posso dar esse remedio ou troco por amoxilina?
Hoje a tarde ele ate bebeu agua sozinho e comeu um pouco da papinha fiquei feliz mas ele ainda esta muito abatido;
Por favor me ajude.



Synara
em

Oi Keylla . Pode ser uma hemobartonella ou algo hepático. Acho que vale seguir com esse antibiótico por 15 dias seguidos e se ele começar a comer é bom sinal. Não pode ficar sem comer. Mas tem que ficar atenta a ele e se for o caso levá-lo para um hemograma básico e dosagens de F.A e ALT. Isso já vai dar uma pista da causa e da gravidade do caso dele.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Elisiane Pinto
em

Olá Dra. Synara,

A dez anos atrás minha gatinha desevenvolveu esta doença chamada Lipidose Hepática. Fez todos os exames, medicações diárias, deita especial e forçada…sei que o tratamento todo levou uns 3 meses. Exatamente hj, ela está internada novamente com o mesmo quadro. Como ela já tem 17 anos, e vinha se alimentando pouco, passando seus dias deitada pegando um solzinho (ela adora), eu acabei não percebendo que esta doença estava voltando. Não houve nenhum evento que tivesse causado algum stress, bem como, algum motivo de carência, houve sim uma perda de peso gradativo, nada assim de um dia pra outro. Mas achei até normal pelo fatos da idade. Os vômitos aconteciam apenas quando ela comia a graminha, o que pra mim era normal. Ela tomava água “normalmente”, se lambia e, ao contrário da primeira vez, ela não se escontia…sempre estava deitada perto de nós ou pegando um solzinho. Comecei a dar os mais variado tipos de ração, bem aquelas com cheirinho apetitosos que ela adorava…ela até miava perto pra ganhar. E hj quando fui dar comidinha pra ela, só pelo cheiro da ração, ela ficou nauseada e vomitou. O líquido era uma espécie de espuma branca e quando ela foi andar, mal se aguentava. Então levei ela na hora pro veterinário que cuidou dela pela primeira vez. O diagnóstico foi o mesmo e ela esta, nesta hora, internada fazendo fuidoterapia e outras medicações. Na verdade, estou escrevendo pra senhora porque ainda não entendi como eu não percebi. Os sintomas de agora não eram os mesmo da primeira vez, e pra mim tudo estava bem, só hj me bateu um medo enorme de ela estar doente novamente…e acabei me sentindo constrangida na hora da consulta por não ter percebido e não ter levado ela quando ela começou a perder peso. Já se passaram 5horas desde que ela começou a fluidoterapia e o quadro continua o mesmo…isso é assim mesmo? as primeiras medicações levam quanto tempo pra começar a fazer efeito? O fator idade interfere na recuperação dela? Que tipo de alimentação, com proteína, carboidratos, ou outros, são necessários para sua recuperação. Sei lá, acho que de tanto ser sobre isso na internet acabei ficando um pouco preocupada com a situação.
Caso a senhora possa me auxiliar, ficaria muito grata.
Obrigada.
Elisiane Pinto



Synara
em

Elisiana. Essa doença até pode retornar, mas com essa idade via ser bem dificil a reversão do quadro. Com 17 anos um gato já está em sua idade média de vida. Enfim, recebi tua outra postagem que ela foi à óbito. Sinto muito, sei a dor que sentimos quando perdemos um companheiro animal que compartilhou a vida com a gente por tantos anos. Mas passa, tudo passa na vida, até a dor da perda. Tempo ao tempo.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Carla Dornella TRessa
em

Oi Dr.Synara,

Vi que atende com bastante atenção as perguntas feitas aqui então, resolvi escrever também visto que hoje foi diagnosticado que meu gato Brady com 5anos apresenta sintomas de lipdose hepática, ele não como nem bebe nada a 2 semanas, está bem amarelo, no entanto como trabalho e não tenho muito tempo ele fica muito sozinho e acabei demorando para perceber os sintomas, o médico receitou o paté A/D hills 2 a 3 vezes ao dia, mas hoje as duas vezes que dei ele vomitou, estou com medo dele não resistir até segunda feira, gostaria de saber se você acha melhor deixar ele internado com sonda, pois tenho medo de tentar alimentar em casa e não dá certo e ele acabar morrendo.
Fico aguardando anciosamente sua resposta, meu gatinho companheiro precisa se recuperar estou me sentindo culpada.
Beijos e desde já obrigada.



Synara
em

Oi Carla. Acho que a sonda, um bom profissional e dedicado são imprecindíveis para essa situação do teu gato. Independente da causa, nem sempre é Lipidose esses sintomas. Mas duas semanas sem comer traz complicações múltiplas para um gato.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Carla
em

Oi Dr. Obrigada por ter respondido,

Gostaria de saber mais algumas dicas, qual a quantidade que devo dar da pastinha A/D estou conseguindo atingir um total de 60 mL, será que é suficiente? Posso aumentar a quantidade? Tem quase 3 dias depois que comecei a dar a pastinha e ele não fez cocô ainda, é normal?Quais são os medicamentos indicados, levei ele no veterinário mas a diária é 40 reais e teria que ficar 10 dias além da comida e medicamentos, agora não tenho como bancar, além disso acho que ele vai ficar mais deprimido lá, vou tentar tratar em casa, mas preciso de algumas dicas pra ter certeza que estou no caminho certo.
Obrigada.



Francine
em

Olá Dr.

gostei muito do seu blog, achei bem explicativo e notei sua dedicação.
meu gato Thomas ficou 25 dias desaparecido e quando voltou estava a metade do peso dele,(ele não era um gato gordo)com ele é mistura de Chartreux, ao meus ponto de vista ele era um pouco mais musculoso que gordo (posso estar errada)notei que assim que ele voltou não comia e nem bebia água e estava bem amarelo então o levei ao veterinário e foi constatado Lipidose, ficou 13 dias internado e essa semana ele está em casa, ele gostou da ração gran plus mas come bem pouco e gosta muito de peito de frango cozido, como ele foi alimentado com a/d ele pegou asco dessas rações em pasta, tento dar carne crua e fui recomendada a deixar a carne durante três dias no congelador e após descongelá-la dar a ele, tento dar a ele também peixe mas ele não gosta nem de um nem de outro.
é bom ele comer (sozinho) o peito d frango cozido?
com sua experiência acredita que ele possa se recuperar pois ele possui apenas 4 anos de idade.
percebi que ele está bem mais carente que o habitual e como trabalho procuro mimá-lo bastante, converso com ele o tempo todo com ele, estou fazendo certo?

obrigada.



Synara
em

Oi Carla. Desculpe a demora em responder mas estive em viagem a trabalho e acumulou trabalho com o site. Acho que 60 ml está bem, mas ele é que vai te sinalizar esse limite da quantidade. Quanto a defecar pouco é comum pelo tipo de alimento pastoso. Quanto a medicaçào nao tenho como prescrever por aqui sem ter uma história clinica bem completa e exames. Boa sorte com ele.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Oi Francine. Acho que é mais provável que esse amarelão dele seja oriundo de uma hemobartonella ( parasita transmitido pela pulga e por arranhões e mordidas de outros gatos contaminados.) Ele tem histórico de ter ficado sumido e por certo se meteu em encrenca com outros gatos e pode também ter pulgas. Um hemograma seria bom de fazer nele e antibióticos a base de doxicilina. Mas talvez tenha sido feito pelo colega. O que ele comer agora é válido. Acho que se o diagnóstico foi correto e o tratamento também pode ter chance de se curar, sim. certo?
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



CFMV
em

Não acho nem um pouco ético passar nome de medicamentos pela Internet, induzir a tratamentos e emitir opinião sobre colegas em público sem ter total conhecimento das condições do paciente, reveja seus métodos, mesmo que seja de boa vontade você pode prejudicar tratamentos em andamento, induzir a medicação por parte do proprietário, isso pode prejudicar você, seus colegas e os pacientes em tratamento. Espero ética e discernimento em futuras publicações. Obrigado



Synara
em

Ola pessoal do CFMV. Discussões de ética e sobre ética são relativas e exigem profundos debates entre os cidadãos. Meu trabalho e objetivo com o site é de apenas ajudar e abertamente, sem medo do julgamento e das criticas – ou ameaças de quem quer que venha. Quanto a seus argumentos de que emito opiniões sobre colegas eu discordo, o que faço é expressar minha liberdade de opinião, frente aos fatos a mim relatados, como cidadã e profissional do meio. Nunca citei o nome de nenhum colega o que entendo não ser imoral ou anti ético as minhas abordagens. Tenho postagens muito bem arquivadas e não levadas a público onde pessoas tentaram usar meu espaço com o intuito de “falar mal” de determinados estabelecimentos e colegas, e nunca permiti que viessem a público. Essa ética eu defendo, de não fazer julgamento ao outro. Mas de emitir uma opinião sobre a atual situação em que se encontra uma profissão, sem apontar o dedo a ninguém em especial, aloco no direito de liberdade de expressão. E faço uso dessa liberdade. Há tantos estabelecimentos – vai mais uma opinião minha ai – necessitando de uma verdadeira fiscalização dos Conselhos Regionais e vocês querem tapar a boca de uma profissional que tem a intenção de tão somente dignifcar a profissão de Médico Veterinário ( na área de pequenos animais) por meio de atitudes que não prejudicam ninguém. Mesmo que vocês aleguem que eu possa prejudicar(?) tratamentos…Se lerem com bastante atenção todas as respostas que dei , mesmo tendo indicado alguns medicamentos, verão que estão bem sedimentados tais comentários. Se o CFMV vem se manifestar dentro do meu espaço é por que, por certo, devo estar incomodando algumas pessoas em particular, e não uma classe de profissionais. Ou estou desonrando a nossa profissão? Devo levar esse comentário como uma advertência do Conselho? As advertências em caso de suposto “deslize ético” não devem ser feitas em reservado? Somente dirigida ao profissional? Mas prefiro que tudo seja feito às claras mesmo. Foram suficientementes claros para mim. Quanto a futuras publicações acompanhem e tomem as atitudes que entendem cabíveis.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



edizia
em

ola synara tudo bem? estava procurando sites sobre os felinos e acabei encontrando o seu.estou preocupada com meu gato.hoje ele não quis comer ração e nem bebeu aguá.o que pode ser? sera que deram veneno a ele?que medicamento posso dar a ele para que ele volte a comer…ahh notei que ele esta mancando um pouco a perna e a boca dele esta meia torta.não sei se foi atropelado ou alguem deu uma paulada.por favor qual remedio posso dar a ele? é urgente espero respostas.bjus.



Synara
em

Oi Edizia. Veja bem, não tenho como saber quem é quem no meu site e leia acima postagem feita pelo conselho federal de medicina veterinária. Estão me “podando” no site…agora tenho que seguir o manual da ética…uiiii!!! Além disso, fico com uma pulga atrás da orelha com algumas postagens, e entra a tua em sequencia a deles. Serás uma ratoeira em nome de alguém?? Espero que não.
Mas vou te responder teu comentário sim, e a minha maneira que entendo estar ajudando e não atrapalhando quem me solicita ajuda por aqui.
Bem, pelo teu relato é bem provável um atropelamento ( paulada quem recebe atualmente sou eu, os gatos não) pois essa boca torta pode ser uma fratura de mandibula, e isso pode requerer intervenção cirúrgica. Quanto a receitar algo um anti inflamatório seria bem vindo nesse caso do teu gato, mas como estão me cerceando por aqui, vá numa loja veterinária e relata teu caso, por certo vais sair de lá com um medicamento e sem ser avaliado por um profissional. Claro, que há locais que vendem produtos que tem vetererinários, mas tem toneladas de estabelecimentos sem cumprir a legislação dos conselhos e que continuam abertos e a disposição de todos.
Meu site, está sendo considerado perigoso para vocês.
Me desculpe se entraste de “gaiata” nessa história, mas preciso ficar atenta as ratoeiras.
Boa sorte com teu gato!
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



edizia
em

synara obrigada por responder.não entrei de gaiata não.estava pesquisando no google e achei o seu site interessante.li vários aqui mais não foi de grande valia para o que eu estava pesquisando e cliquei no seu. vi as pessoas fazendo perguntas e resolvi tirar minha duvida com vc e vi que vc ajuda as pessoas e deu para perceber que é uma excelente veterinária pelo que postaram aqui e mim interessei em perguntar por esta preocupada com meu gato.bjão e fique com deus.



edizia
em

quem dera se no mundo existissem muitas pessoas assim como vc o mundo seria bem melhor.



Synara
em

Oi Edizia. Desculpe, então se te coloquei no balaio. Mas, pelo menos, fica como um alerta a quem me ler aqui e que pretende me fazer desistir dessa luta, que é também a de ajudar quem precisa, e se vê perdido em meio a profissão de Médico Veterinário, profissão que peca pelos excessos e pela ganância aos dias de hoje. Doa a quem doer, essa é uma realidade.
Abraço.
Synara



Synara
em

Oi Edizia. Valeu pela força!
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



carolina
em

olá Dr eu tenho uma gata de 7 anos de idade, de uns tempos para cá ela parou de comer,beber água e fazer suas necessidades.Meu pai achou que ela estivesse com depressão, pois a 3 ano a trás ela teve que ser operada para a retirada dos fetos mortos dentro dela.Eu comecei a pesquisar em sites e o diagnostico que tive era que ela estava com lipidose hepatica, então eu e meu pai á levamos no veterinario e foi comprovado que ela estava com lipidose hepatica. A veterina disse que teriamos que dar comida forçada.Ela ficou 2 dias internada, e assim que fomos busca-lá a veterinaria disse que ela tinha que comer a ração diabtic feline, dar vitaminas do complexo B, plasil e eu estou dando soro e mingau para ver se ela come pelo ao menos isso.
Hoje dia 25 de fevereiro de 2012 eu olhei para ela e achei que tivesse falecido e comecei a chorar mas graças a Deus isso não aconteceu.Ela está fraca.
Eu queria saber se tem algum remédio que faça ela melhorar, já vai fazer 2 meses que ela está assim por favor me ajudem.



Synara
em

Oi Carolina. Depressão com esse motivo animais não tem! A lipidose só pode ser afirmada por meio de uma ecografia, onde o figado apresenta uma imagem que é bem caracteristica dessa alteração. E complementar com outros exames bioquimicos – enzimas hepáticas e outros. Do contrario, é precipitado afirmar que seja Lipidose, em face de muitos doenças poder comprometer o sistema hepatico de um gato. Se está assim ha 2 meses, estão vacilando com ela, e tem risco de não resistir, embora a grande resistência que tem um felino. No minimo colocar uma sonda esogágica para uma melhor nutrição e fazer todos esses procedimentos que citei acima. Se não tem como fazer isso, pelo amor de Deus, não deixa tua gata morrer à mngua. Opte enão pela eutanásia. Sou bem franca , baseada no relato de vocês. Não adiante “tapar o sol com a peneira”….Senão meu site perde o objetivo que é, realmente, proteger os animais de estimação e dar a real para os donos. Sinto muito por tudo que passas, Carolina, e espero que me compreendas.
Abraço fraterno
Médica Veterinária



Marcia
em

Dra Synara,acompanho seu trabalho já algum tempo e, só lamento não morar na sua cidade para te eleger como veterinária do meu gato.Peço sua ajuda pq estou desesperada. Tenho um gato( na verdade um filho) de 14 anos, siames e de 1 ano para cá no exame de bioquímica começou a ter alteração na tgp e tgo somente ( 3x o normal tgp e 2x o normal tgo)somente apresentando vomitos e aparentemente normal. O tratamento foi legalon 2ml, ornirtagin cp durante 30 dias sem sucesso. Com base no novo exame foi inserido ursacol 50 mg a cada 12 horas junto com legalon e ornirtagin( já prescritos anteriormente) e, após 30 dias com o novo exame a tgo normalizou e tgp abaixou para 2x acima do padrão, a recomendação foi mais 30 dias e fazer tipo 2x na semana para proteger o fígado.O que aconteceu é que de uns 2 meses para cá observei que quando não dava os remédios ele não comia nada e começõu a ficar tipo “dependente”para comer, o que me fez aumentar as vezes de dar o remédio. Há 1 semana fiz nova bioquimica e deu alterado, tgp (429), tgo (204), fosfatase (107), bilirrubina indireta (0,77) e total (0,92) e ultrasom normal somente com baço aumentado.Com base nos dados foi inserido ração hill’s kd e a mesma medicação que já vinha fazendo uso só que a cada 12 horas. Após 7 dias na realização de novos exames normalizou todos os índices mas, a tgp AUMENTOU PARA 792. Ninguem consegue diagnosticar a doença e o motivo do aumento da tgp.No hemograma deu de 1 semna para cá neutropenia relativa e linfopenia absoluta. A única coisa que entrou diferente nesta semana foi a ração e a medicação a cada 12 horas. Estou desesperada de tanto pesquisar e não ter uma definição sobre o que fazer enquanto o gato ainda vive.Me ajude por favor, vc é a minha última porta e que Deus te abençõe pelo seu trabalho



Synara
em

Oi Márcia. Pelo resultados da bioquimica hepática há um dano hepático. Ponto. As causas de alterações dessas enzimas é de variadas causas. Com esse resultado do leucograma ( sérei branca do hemograma e que indica células de proteção ou reação a agentes bacteriológicos, virias e algumas vezes agentes protozoários) temos que pensar em algo por virus, em face de terem dados baixa nos neutrófilos e linfócitos. Assim como podemos pensar em uma hepatite com evolução para cirrose. Mas para eu me posicionar melhor, precisaria ver a imagem ecografica desse figado, ter um hemograma completo para ver se cursa uma anemia junto, entre outros exames. Apenas com essa dosagem bioquimica ficamos apenas sabendo que há dano hepático.
Temos que acompanhar o estado nutricional como um todo, se houve perda de peso, em que grau, se ele mantém o apetite, se essa alimentação é forçada entre tantos outros fatores. A raça siamesa é uma raça longeva – tem uma vida longa e são muito resistentes. O gato, de uma forma geral , é bem resistente, e o teu gato pode estar em um quadro hepático mais “grave” e está se mantendo “bem”, dentro desses sinais clinicos e bioquimicos.
Realmente somente vendo os exames e aprofundando uma história clinica sobre ele que poderia te dizer algo mais preciso.
Penso que agora, independente da causa, seria interessante usar antibióticos ( sugiro amoxicilina + Ácido Clavulônico) e, talvez, até mesmo uma corticoterapia.
Bom, esses são os esclarecimentos que posso te deixar por ora. Se quiseres me passar mais dados, fique a vontade. Quem sabe podemos pensar melhor sobre esse quadro de alteração que está – também – envolvendo o sistema hepático do teu gato. Certo?
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Marcia
em

Muito obrigada Dra Synara.O hemograma não apresenta anemia e está normal.Por favor, sem querer te incomodar me passa as doses do antibiótico. Gostaria de levar ele na sua clínica mas, como sou do Rio fica complicado. Vi no seu site que vc faz consultoria à distância e quero muito sua ajuda. Como faço? Tentei ligar mas não consegui.Vou providenciar uma eco amanhã mesmo. Muito obrigada pela luz!



Adriana
em

Olá Dra Synara,encontrei a sra, como quase todos em seu site, por busca na net. Estou com algumas dúvidas e espero que possa me ajudar. Tenho um gato macho, 2 anos e 4 meses, com 5kg e 400gr. O chamo de filhusco. Resolvi fazer hemograma completo. Mas, não foi feito jejum. Achei que tivesse que estar em jejum, não? Pedi a vet, o exame, porque tive uma gata antes dele, que nunca fiz um exame, porque ela não tinha nada e um belo dia ela estava com carcinoma e a perdi. Voltando, neste exame deu alteração em uréia (60,17mg/dl); TGP – ALT (94,98 Ul/L) e TGO -AST (87,70 Ul/L). A Dra acha que devo levar em conta, porque ele comeu uma hora e meia antes da coleta do exame. Os outros resultados estão dentro da faixa normal, ele não tem sintoma algum de nada. Se alimenta de Hill’s light e atum em água. Faz pouco xixi, um no max dois ao dia e coco dia sim, dia não, normalmente. Pula, brinca, morde, normal. Gostaria muito da sua opinião. A unica coisa que recebi de orientação foi para dar Hep Vita, aquela pasta. Obrigada pela sua atenção.
Adriana



Ivanir Borges
em

Doutora,pelo amor de Deus me ajude!mesmo ganhando um salário mínimo e morado só,eu levei meu gato na clínica veterinárfia mais proxima com grande dificildade de transportá-lo, lá fizeram hemograma e fizeram ultrasson,exame de urinae deu calculo renal e infecção de urina e fígado…ele esta mijando com dificuldade. Fizeram eu comprar um monte de remédio caro e comprei,ministrei as doses e os horários solicitados e nada. Eu tenho ele ha 7 anos. e éa unico ser que tenho..aqui não há recurso e não tenho como ir lá de novo. passaram enrofloxacino,dermacortem e ceflacor e cha de quebra pedra e não ta funcionando e meu bichano esta sofrendo muito…me ajude



Synara
em

Oi Márcia. Se não tem anemia já é um bom sinal….Doses evito de passar por aqui. Ainda mais para gatos ( mais sensiveis a medicamentos) . Já te respondi sobre a possibilidade da consultoria.
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Oi Ivanir. Bah, tudo isso que relatas é compativel com obstrução urinária e terão que fazer procedimento de massagem peniana e / ou passagem de sonda. Se teu gato não urinar pode haver complicações renais e ele sucumbir. Apenas com medicamentos e ele não reagiu, terá que ser feito o que sugiro acima. Sinto muito mesmo, mas fico sem poder te ajudar.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Oi Adriana. Acho que não deves te preocupar com esses resultados…Segue observando- o. Sem sintomas significativos nele…Relaxa. Boa sorte.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Nathália Moral
em

Drª que maravilha de blog! Ontem tive o diagnóstico de lipidose da minha gatinha de 6 anos e vim procurar informações na internet.

Parabéns, pelo trabalho!

Foi me sugerido a colocação da sonda, mas vou tentar dar comidinha ao menos uns 4 dias…que dó do bichinho ficar com isso… Além do problema hepático ela ainda está com formação de cristais de tri-fosfato na bexiga…ta tenso o negócio…

Será que consigo fazê-la comer?O que oferecer e qual a quantidade diária satisfatória para a recuperação dela?

Agradeço desde já.
Nathália.



Synara
em

Oi Natália. Obrigada! Se é um quadro evidente de Lipidose e ela está com dificuldade ( anorexia) de comer, a sonda virá em beneficio dela…Podes tentar por via oral, mas depende da aceitação dela, dos manejos que terãoq ue ser empregados. Não tenho como te dizer a quantidade ideal para ela, pois precisamos saber do peso, etc. Mas vai dando uns 10 ml de alimento diluido a cada 3 horas…por ai…
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Marli
em

Bom dia !!! No caso de lipidose gostaria de saber qual a dose diária de L-carnitina que vc recomenda. Parabéns pelo site. Grande abraço.



Synara
em

Oi Marli. O padrão são 250 à 500 mg por dia. Ou 50 à 100 mg/ kg /dia.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Ingrid Brito
em

Dra Synara

Tenho um felino Siamês chamado Nino de 8 anos e desde seu primeiro cio o castrei. Agora, anos após sua castração, ele urina nas almofadas do sofá, nos tapetes dos banheiros, da cozinha, dos quartos e eu não sei se é para demarcar o território dele, se é possível ter revertido a cirurgia, como também depressão devido a idade.

Gostaria que me esclrecesse pois ele é muito doce, vive deitado no colo e na cama, porém, à noite para dormirmos, ele fica fora dos quartos, pode ser isso pra chamar a nossa atenção?

Obrigada,

Ingrid – Rio de Janeiro e mãe do NINO.



Synara
em

Oi Ingrid. As causas podem ser de origem orgânica ou comportamental. Descartar doenças como diabetes e renais. Na parte comportamental verificar se está tudo bem com a bandeja sanitária dele, ou seja, se não mudaram tipo de areia, se foi mudada de local, se algo o assustou quando foi urinar, verificar se ele defeca na bandeja mas não urina nela. Observar se houve mudança ambiental como um todo: brigas em familia, novo gato no ambiente ou nas proximidades ( ou cão), pessoas diferentes na casa, alterações da rotina dele como um todo. É mais ou menos por ai…Para te dar orientações mais precisas eu precisaria de ter todo um exame clinico inical com ele e depois uma investigação ambiental e de todo um histórico de vida atual dele…Mais que isso, apenas com esse teu relato fico limitada em precisar essa situaçao do Nino e fazer as devidas “correções”. Certo?
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



roberta
em

Boa noite dra.

Vi seu site por acaso, pois estava procurando sobre pancreatite felina. Adorei o tratamento que a dr descreveu sobre “Lipidose Hepática Felina” cuidando da gatinha Mel com todo o cuidado, utilizando até de sonda esofágica nela.

Bom, minha gatinha foi diagnosticada com TRÍADE FELINA há 4 dias (hoje é 04/08/12, então foi feito ultrassom e raio x dia 31/07/12). Ela está sendo medicada, tomou um antibiótico chamado Convênia (com duração para 14 dias) e há 3 dias vem tomando soro na veia, pois está com anorexia (falta vontade de comer por si só). Quando ela urina a coloração é de amarelo cor pra laranja. Está com um pouco de icterícia nas orelhinhas. A respiração dela está bem forçada.

Gostaria de uma informação: a cor do xixi, logo após o soro, é normal ser dessa coloração?
A dificuldade de respirar, o que se pode fazer para melhorar?
Como posso faze-la comer? (pois ela não come, e tenho medo q vire Lipidose Hepatica, pois a veterinária já mencionou q há perigo para isso.

O quadro dela pode ser revertido?

fico no aguardo,

Roberta



Vera Lúcia Santos
em

Prezada Doutora,

Tinha um gatinho de 02 anos muito saudável que foi diagnosticado com FELV, estava com ascite e lipidose. Tentamos tratar desta doença, com o gato já debilitado, com sonda na sexta-feira, mas depois de receber uma terceira dose de alimento, o mesmo começou a sentir falta de ar, parecia estar com convulsão, espasmos musculares, e veio a óbito na madrugada de sábado. A Senhora acha que a sonda pode ter saído do lugar? Achei que o gato estava muito mole desde quinta feira, parecia estar em estado de torpor. Qual seria o melhor procedimento neste caso? Grata pela atenção. Vera Santos



Mohara
em

Olá Drª. Synara,
Gostaria de tirar algumas duvidas, tenho uma gata com 11 anos, de grande porte, mas acima do peso (7kg), a mais de um mês teve vômitos recorrentes, a primeira vez achei q fosse por causa da comida, mas depois de uma semana vomitou novamente umas 7 vezes e corri para o veterinário. Fizeram exame de sangue e ultrassom e foi diagnosticado lipidose hepática, depois de três dias voltou pra casa, em nenhum momento parou de comer, beber água ou de fazer as necessidades. Tirando os vômitos ela estava normal. Mudamos a ração para royal canin diabetics e peixe ou peito de frango sem tempero ou gordura, mandaram dar mercepton. Passou uns dias ela vomitou novamente, liguei pro vet. e mandou trocar a medicação por ornitargin 2x ao dia. Passados uma semana vomitou novamente,liguei e mandaram dar plasil de 12\12h e ornitargin também. Passados uns dias vomitou novamente trocaram o medicamento para Meclin 12\12h e ornitargin tbm, com uma semana desses medicamentos hoje de manhã tava enjoada novamente e voltou a ter vômitos. Conclusão: não perde o apetite, toma bastante água, vai ao banheiro normal, mas continua tendo vômitos, será q não tá melhorando? O vet. disse q as taxas estavam altas e o fígado aumentado. Vou repetir o exame de sangue semana que vem. O q faço? Tah tudo certo ou é melhor procurar outro tipo de tratamento?



Synara
em

Ola Roberta.
Desculpe pela demora em resonder mas nesse mês de Agosto tive compromissos de viagem e atrasei o tabalho na site. Mas vamos lá: Acho que devem atentar para a possibilidade de Anemia Infecciosa Felina com hemobartonella. Fazer um hemograma para ver quadro de anemia, em que grau está. Essa respiração “forçada”pode ser em face da anemia em si, que causa baixa oxigenaçao no organismo. Talvez entrar com doxiciclina ao invés do convenia como antibióticos. Se há uma anemia significativa muito soro prejudica pois dilui mais o sangue. Atentar por ai para fazer um diagnóstico diferencial para a triade. Boa sorte.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Oi Vera Lúcia. Fica dificil eu te dizer algo sobre a sonda….os procedimentos dependem dos sintomas, resultados de alguns exames, enfim…Mas me parece compativel com a PIF esses sintomas…Bueno, sinto muito pela perda dele.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Oi Mohara. Pois é, se ela come, e está com tudo em dia no aspecto saúde geral, temos que repensar o diagnóstico de Lipidose…
Se ela é muito peluda, e se lambe muito, é interessante observar se esses vömitos nao tem como causa os pëlos ingeridos…äs vezes nao sai nada de bolas de pêlos junto com o vomito, apenas a raçao pre digerida…E essa época e com esse “inverno” fora da ordem climática eles ( os gatos) podem estar fazendo a troca dos pëlos…Obervar isso.
É bom também verificar a creatinina dela ( funcáo renal). Esse tomar bastante água é em exagero?? Acho que Lipidose não é..Vai observando o estado dela…se esses vömitos nao debilitam ela…vai levando ela assim. Na observação e controle. Quanto mais medicamento sem uma causa definitiva e verdadeira pior é para o gato…Por ai…opino. Boa sorte.
Abraço fraterno.
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Oi Mohara. Pois é, se ela come, e está com tudo em dia no aspecto saúde geral, temos que repensar o diagnóstico de Lipidose…
Se ela é muito peluda, e se lambe muito, é interessante observar se esses vömitos nao tem como causa os pëlos ingeridos…äs vezes nao sai nada de bolas de pêlos junto com o vomito, apenas a raçao pre digerida…E essa época e com esse “inverno” fora da ordem climática eles ( os gatos) podem estar fazendo a troca dos pëlos…Obervar isso.
É bom também verificar a creatinina dela ( funcáo renal). Esse tomar bastante água é em exagero?? Acho que Lipidose não é..Vai observando o estado dela…se esses vömitos nao debilitam ela…vai levando ela assim. Na observação e controle. Quanto mais medicamento sem uma causa definitiva e verdadeira pior é para o gato…Por ai…opino. Boa sorte.
Abraço fraterno.
Synara Rillo
Médica Veterinária



Mohara
em

Olá Doutora,
Fiz o exame de sangue novamente e o vet. disse que as taxas melhoraram, já tem mais de uma semana que não vomita, bom sinal né?
O vet. disse que é lipidose sim, mas que não chegou a se agravar mto.
Para os pêlos dou malt past uma vez por semana, e plantei aquela graminha para gatos, tá bom ou a doutora costuma indicar outra coisa?
Esqueci de comentar o vet. me indicou continuar os dois medicamentos (ornirtagin e meclin) por mais 10 dias, e disse que no exame deu que as células de defesa estavam baixas, q depois vai passar um remédio, o que acha?
Acho que a água que ela toma é normal, como eu dava comida úmida ela quase não bebia água, mudei pra comida seca, passou a ingerir mais, mas acredito que é normal.
Gostaria de agradecer pela atenção.
Abraços…
Mohara



Thaís
em

Olá, doutora. Antes de tudo, quero te parabenizar pela determinação e persistência com
a saúde dos nossos anjinhos. Com certeza tu és uma médica diferenciada!
Então, eu tenho uma gata de 9 anos e ano passado ela teve lipidose hepática e ficou 45 dias internada no hospital veterinário da UFRGS, sendo tratada com alimentação adequada forçada (não foi necessária a sonda), homeopatia e soro.
Ela está com os mesmos sintomas novamente: vomitando uma espuma, mudando hábitos e não comendo, só queijo ralado que eu acho muito salgado… lembrando que é uma gata gorda (já está emagrecendo) e muito estressada.
Eu sofri muito ficando longe dela todo este tempo, além do que a médica dela me deu autorização para visitá-la nos finais de semana, mas eu chegava lá e os residentes não deixavam.
Eu sei que são necessários os exames para o diagnóstico e talvez alguns dias de soro no hospital, mas queria saber a sua opinião em relação a fazer o tratamento em casa, após a confirmação com os exames.
Muito obrigada! E parabéns novamente!



Synara
em

Ola Thais. Depois de tudo confirmado por meio de exames e se tiveres tempo para se dedicar a ela, podemos pensar em tratar em casa…Por ai…
Abraço Fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Karen
em

nossa, fiquei muito contente de ler esse texto, esse caso clinico e que deu tudo certo.
com o meu gato, não deu tempo de fazer nada, otamos diferença no comportamento por 1 semana, ofereci tudo o que ele gostava de comer e nada, levei no sabado 3/11 na veterinaria que me indicou fazer os exames de sangue e aproveitou para dar soro e presquever glicopan pet para ver se ele votlaria a comer, mais n foi fechado nenhum diagnostico. tlavez fosse a ração que trocamos, enfim..n soube dizer o porque, mais ele estava sem se alimentar, so dormia, mais que o normal…e bom apos a consulta, no sabado, nao ofereci nada, mais no domingo tentei novamente ração umida que ele adora e ele recusou, se manteve queito..a noite, dei raçao umida na seringa, bem devagar, com calma..ele comeu, se lambeu deitou e dormiu.
as 4 da manha da segunda acordei com ele vomitando, vomitou toda a raçao umida. estranei pela demora para ele passar mal, tendo em vista que a ultima refeição, foi as 19:00 da noite no domingo. ele foi pra casinha e la ficou. antes de meu marido ir trabalhar, checou e me disse que ele estava bem, que inclusive estava no muro. bom sinal, pensei.. um pouco ante ele me enviou uma foto, era dele e uma pocinha bem pequena de vomito, mais ele n soube me descreber como era mais que tinham espumas brancas. fim de expediemnte, fui correndo para casa afim de checa-lo, fazer um carinho, oferecer ração e determinada a fazer exames se ele tivesse do mesmo jeito. Tarde demais. ele ja estava frio e duro. o que me deixou abaladissima, pois dps do soro ele se revigirou um pouco e o fato de estar no muro, mostrou um corpotamento normal dele ao inves de letargia. perdi o meu frajola e é incacreditavel. mais adorei ler o texto e saber que a Mel esta reagindo e principalme nte adorei a sua atitude como profissional e o blog. Deus te abençoe!!!



Synara
em

Oi karen. Que pena que o Frajola não resistiu…gato é insidioso na mudança de comportamento….engana fácil a gente…Alguns com precisão consegue-se salvar….enfim…
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



carolina
em

Olá doutora minha gata passo por uma cirurgia há 3 dias pra tirar um nódulo da barriga quando ela chegou ela vomitava mas achamos normal por causa da anestesia, no dia seguinte ela comeu mas depois logo vomitava e hoje o 3° dia ela nao come nada imagino que seja esse caso do figado ela é bem gorda tem 11 anos e nao comeu o dia todo ta fraquinha, andando com dificuldade e só fica perto da agua, bebendo as vezes, mas comer nao come, será que é esse problema do figado o que devo fazer? que tipo de tratamento, antibiotico, e que tipo de dieta? mtoo obrigaada msm desde ja :*



Synara
em

Ola Carolina. Podemos pensar numa gastrite ( anestesia e estresse). Talvez o indicado é entrar com medicação para o estomago. controlar o consumo de água e se o vomito persistir entrar com remedio para debelar esse vomito. Ficar atenta para algo hepático ( lipidose) visto que tem sobrepeso e algumas situaçoes de estresse podem precipitar esse quadro. Mas de primeiro pensar numa gastrite. Por ai…posso de ajudar.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Dharly
em

Olá Dr. Synara , tenho um gato de 6 anos que foi diagnosticado com lipidose hepática foi tratado com fluido terapia subcutânea ,amoxilina triidatrada a cada 48 por 10 dias ,legalon a cada 24h por aproximadamente 28 dias pois no 29º ele passou a comer por conta própria passei a alimentá-lo com a ração obesity da royal canin , estava muito bem a icterícia estava diminuindo gradativamente o veterinário pediu pra que eu tirasse todo suporte vitamínico pois realmente ele havia voltado a se alimentar muito bem sozinho,ele estava tomando vitaminas do complexo B injetável e vitamina K também injetável,ao tirar toda medicação passou exatamente 1 semana a letargia e a falta de apetite voltou,nesse meio tempo ele se negava a comer a obesity e comia a huggy não a vomito e ao forçar a comida ele come, voltei a dar a fluido terapia por conta própria vejo uma leve melhora isso já faz dois dias , a veterinária que estava cuidando dele no inicio do tratamento não deu a atenção devida na verdade nem diagnosticou que era lipidose por pesquisa própria descobri a doença e confirmei com um segundo veterinário todo suporte de terapêutico fui eu quem dei com a ajuda e prescrição das medicações pelo veterinário, o soro que o meu gato tomava de 100 ml com 0.5 ml vitaminas do complexo B foi dividido em 3 doses pois não conseguíamos pegar sua veia e optamos pela via subcutânea , a vitamina K era dada em dias alternados 1 ml , e dividimos uma porção de 50 g de obesity com uma papinha a base de arroz couve manteiga frango e fígado sem gordura , ele comia a cada duas horas aproximadamente 2 colheres de de sopa rasa, eu me dediquei ao maximo pra que ele melhorasse e realmente nem o veterinário acreditou no quão bem ele estava , mas agora tudo começou novamente nem eu nem o veterinário sabemos que fazer a ultrassom deu lipidose sem qualquer outra doença .
Segundo o veterinario a doença pode ter voltado por ele comer em grande quantidade uma ração com mais gordura no caso a HUGGY, não sei mais o que fazer posso dar todo suporte clinico pra ele desde de a fluido terapia a alimentação forçada em casa quanto a isso sou extremamente atenta aos horários e medicações e a alimentação .
Por favor me ajude a algum tratamento alternativo vitaminas específicas ou rações que eu possa dar a ele
Desde de já, grata pela atenção.



Synara
em

Dharly. Para uma melhor orientação eu precisaria ver os exames ( ecografia abdomen), hemograma, enzimas hepáticas, para definir se é apenas Lipidose. Acho que ele deve ter uma raçao para gatos obesos. Se é lipidose o controle tem que ser por alimentaçao menos gorduroso e com controle efetivo das proteinas. L- carnitina pode ser dado para ajudar nesse quadro. Mais que isso me limito em te ajudar plenamente, conforme comentei acima.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Raquel
em

Olá, Dra. Synara! Tenho uma gata de 11 anos que está sendo diagnosticada com lipidose hepática. A veterinária disse, após verificar a ultrassonografia, que o duto biliar está obstruído, sem, no entanto, saber a causa de sua obstrução. Sugeriu uma cirurgia que retira-se o duto e junta a bili ao duodeno, mas afirma que a cirurgia e o seu pós-operatório serão delicados. Com receio de que a minha gatinha não aguente a cirurgia optei pela administração de umas injeções para um tipo de verme, que pode ser um dos motivos da obstrução do duto biliar, antes de decidir pela cirurgia. Na verdade, não entendo nada de medicina veterinária e nem humana, por isso peço, com a máxima urgência, que a senhora possa me ajudar a decidir pela cirurgia, pois não sei se realmente é preocupante, assim também como não sei quais as consequências de não fazê-la. Também queria saber se existe outra opção de tratamento. No momento estamos tratando a lipidose como 200 ml de recovery ao dia. Agradecidamente, Raquel.


Fatal error: Maximum execution time of 30 seconds exceeded in E:\vhosts\synararillo.com.br\httpdocs\wp-includes\comment-template.php on line 583