Insuficiência Renal Crônica – A história do cão Paloma


paloma 2 set 27 2011  Paloma é da raça Bichon Frise , tem quase nove anos e é a cachorrinha de estimação da Tânia.  Já comecei a falar dessa doença progressiva dos rins (IRC), que a Paloma é portadora em outra postagem do site. Intitulei: ” Cálculos de Bexiga e Cistos Renais – a História de Paloma e Tânia”. Nesse parte I do caso conto toda uma história de vida dessas duas personagens desses temas. Falo do apego ( que a Tãnia aprendeu a lidar com esse sentimento)  e  do amor incondiconal dela para com a sua cachorrinha, assim como descrevo a situação clinica da Paloma frente as patologias citadas. Ficou um texto longo e entremeado de linhas de raciocionio que eu fazia a respeito da situação em que a Paloma se encontrava.

Com esse texto quero passar para vocês os resultados de todos os manejos empregados para manter a saúde da Paloma em  equilibrio, com qualidade e condição de vida. Para que possamos entender uma doença de caracter progressivo é fundamental que se faça uma linha de racicionio fisiológico e suas alterações. Do contrário, paga o cão e paga mais o dono ainda. Paga o cão por que passa a ter que receber constantes manejos e eles por si só já causam mais estresse ao animal, portanto, toda a cautela é pouca. Cautela com a condição de um bicho e cautela com o bolso do dono.  Mantendo esse equilibrio tudo tende a dar bem. Mesmo numa doença terminal como a da Paloma.

A partir do momento que nos defrontamos com um caso de Insuficiência Renal Crônica temos que agir com atenção e somente lançar mãos de exames quando forem necessários, tanto para avaliar as condições de funcionamento renal, quanto para dar esse andamento depois. E selecionar quais exames são necessários para tal fase da doença crônica, já que ela é progressiva e fatal.

A Paloma vem reagindo bem a todo o tratamento e abordagens que temos feito. Agimos sempre na hora certa dos sintomas e tentamos mantê-la em equilibrio com essa doença crônica. Toma seus medicamentos que hoje são imprescindiveis para manter a estabilidade orgânica dela e recebe, sem atropelos e ansiedades, todos os manejos quando a função renal  se desequilibra, trazendo variados sintomas.

E esse ponto é importante que tenhamos em mente: IRC desequilibra a “homeostase” do organismo, trazendo sinais clinicos em outros órgãos do corpo e que tem que ser levado em conta. Numa IRC podemos ter distúrbios gástricos ( irritação da mucosa pelos agentes uréia e creatinina que tendem a ficarem altos), do sistema hematológico – anemia pela baixa sintese do hormônio eritropoetina -, do sistema músculo esquelético ( relação retenção do Fósforo versus  Cálcio e relação de exigência proteica) , podemos ter também distúrbios na pressão sanguinea (  metabolismo do sódio), entre outros.

Por isso é importante que entendamos todas as fases de uma IRC, para que possamos ir tratando ou mantendo o animal com condição – e qualidade de vida mais que tudo. E foi  o que quis aplicar com o tratamento e manejos que submeti a Paloma: respeitar as fases da doença para seu melhor manejo. Ela está com diagnóstico firmado de IRC há quase um ano. Mas durante seis meses foi tratada para essa doença sem alguns critérios, não levando em conta a progressão dessa doença renal. Quando fui fazer a consultoria e orientar a Tânia percebi muitos exageros medicamentosos e uma bagatela de exames sem sentido para o momento.  Quer fazer exames de suspeita para IRC? Peça um E.Q.U ( Exame Quantitativo de Urina)- é imprescindivel, um hemograma básico e dosagem de creatinina ( mais fidedigno parâmetro para avaliar a filtração renal). Apenas com esses exames podemos ter uma idéia se estamos frente a um IRC e em que estágio dela.

Se no EQU aparecer uma densidade urinária muito baixa ( 1010, por exemplo)   já podemos pensar  que estamos frente a perda de concentração urinária, que é compativel com a doença. Essa medida da densidade urinária , geralmente, é a primeira manifestação da IRC. Evidente, que associado aos sintomas fisicos. Numa Insuficiência Renal Crônica o animal vai apresentar quadro de aumento de excreção urinária e como compensação ingere mais água. Portanto é um paciente que está com Poliúria e Polidpsia.

paloma 3 set 27 2011 Depois vamos para um hemograma básico, verificamos a condição de saúde como um todo ( infecções urinárias oportunista) e vamos nos atentar para as hemáceas,ver se há anemia. Na IRC o animal progressivamente vai perdendo a sintese do hormônio eritropoetina, importante na produção das células vermelhas do sangue, sendo essa a causa para a anemia. Podemos pedir contagemm de reticulócitos no hemograma para confirmar o tipo de anemia, nos dando mais certeza de ser uma anemia que não se regenera.

Outro passo é medirmos a creatina e ver em que nivel está. Fica alta a normal. Vai depender de que fase do dano renal estamos  e por sua vez  o comprometimento da filtração renal. Podemos ainda solicitar uma ecografia com a função básica de termos a medida dos rins para ver o avanço dessa patologia.

Alguns autores classificam as Fases da IRC como:  Reserva Renal diminuida ( Fase I), nessa fase considera-se como tendo uma perda de até 50% dos néfrons funcionantes. Não vamos ter aumento de Creatinina, permanece a capacidade de concentração da urina e a função excretora está bem preservada. Os sintomas fisicos que o animal mostra tende ser apenas a Poliúria e /ou Polidipsia ( aumento  na quantidade de urina eliminada e aumento da sede). O proprietário pode se queixar que o animal urina dormindo ( noctúria).

Fase II ou Insuficiência renal: perda de 65 a 75% dos néfrons funcionantes. Nessa ponto podemos ter discreto aumento da Creatinina e a capacidade de filtração renal diminuida. Importante dizer que nessa fase qualquer estresse ao cão ou gato portador de IRC, pode  preciptar uma crise de Insuficiência renal bem evidente. Os sintomas podem variar de vômitos, muita urina, muita sede, desitratação, apatia, infecções,  entre outros.

Fase III da IRC:  Vamos ter perda de maior que 75% dos néfrons funcionantes. Aumento considerável da Creatinina ( grave), capacidade de concentração diminuida, podemos ter capacidade de diluição, anormalidades eletrolíticas, acidose, anemia e manifestações extra renais de uremia ( úlceras gástricas e quadros neurológicos variados). Nessa fase da doença são variados sintomas que se cruzam,  onde o animal começa a ter um desequilibrio rápido e mais intenso frente aos danos renais. Eu entendo que nessa fase o cão - ou gato - entra na linha de um sofrimento desnecessário. Hemodiálise?  Eu acho que não vale a pena pendurar um cão - ou gato - numa máquina que leva a falsos sopros de vida, numa doença crônica e num cão velho. E , por certo, vai sugar o bolso do dono. IRC é doença progressiva e fatal.

 Vimos que por fases ou graus do densenvolvimento do dano renal é que devemos agir  e manter em equilibrio os cães e gatos com suspeita ou portadores de IRC. E para cada fase sintomatológica há uma forma de agir. Há casos em que vejo sendo apenas prescrito mudança de ração para as da linha terapêutica, e nem sempre é o momento de lançar mão de mudança alimentar brusca. Envolve vários fatores para decidirmos que uma ração dita terapêutica será eficaz, um deles o próprio hábito condicionado do animal comer, e não é simples mudar isso num animal. Muitas vezes elas são indicadas para os pacientes de IRC que não estão na fase de passar por aumento - ou restrição - de sal.  Muitas vezes o gasto calórico não comporta, ainda, uma correção dos niveis energéticos ( calorias e suas fontes ). Por isso acho precipitado simplesmente trocar o alimento do cão com IRC.

Quando foi diagnosticada a IRC da Paloma ela estava entrando na fase II da doença,  mas muito bem compensada. Não achei que nessa fase ela precisaria de mudanças abruptas na alimentação e fui seguindo os hábitos alimentares dela, retirando alguns ingredientes, colocando e diminuindo outros . Passou a receber Vitaminas do Complexo B por via oral, isso é importante de prescrever ao animal pois são vitaminas hidrosolúveis e com a baixa concentração urinária se perdem muito dessas vitmanas. Estava tomando medicação cardiaca ( ela tem também uma discreta Insuficiência Cardiaca) e decidimos manter esse medicamento pois passa a ser também um medicamento auxiliar para o controle da pressão renal.

 Nessa fase da doença da Paloma (Fase ll)  temos que ter mais cuidado com os manejos desnecessários aos cães, pois estão na fase onde mais pode haver desequilibrio orgânico de fundo renal. Cuidado com as vacinações, cuidado com o estresse, cuidado com uso de medicações aleatórias, cuidado com os manejos de banhos. Tudo o que o cão precisa nessa fase é de muita água fresca à disposição, estar tomandos seu complexo B, talvez uma medicação para a pressão arterial  e com seu apetite em dia. E precisam que os donos  entendam que ele é um cão velho, que depois dessa doença em desenvolvimento no organismo dele não será mais o cão de antes. Se tornará menos ativo e fará a sua auto preservação por meio desse recolhimento.  Nessa fase mais complexa da IRC temos que lidar com as descompensações sem irmos ao limite do estresse ao cão. Quando isso ocorrrer é coletar o sangue e medir a Creatinina ( que pode estar em elevação) e solicitar um hemograma básico se tivermos suspeitas clinicas de algum sintoma ou agente secundário nessa descompensação. Se a creatinina está alta submeter esse cão a soroterapia para fazer o rim “ trabalhar” elimando as toxinas que estão circulantes no organismo dele, usar um protetor de muscosa gástrica injetável, dependendo da situação usar uma glicose para reforço da excreção urinária e como fonte calórica se o animal parou de comer. Se nos depararmos com alguma processo infeccisoso secundário tratarmos com antibióticos devidamente selecionados para evitar sobrecarga metabólica ao rim. Assim, em tese, é uma descompensação da Insuficiência  Renal  e assim em tese devemos agir. Tudo vai depender da gravidade dos sinais clinicos para revertermos bem cada uma dessas descompensações.

Não adianta o dono entrar em pavor quando o seu cão - que já se sabe que é portador da IRC na velhice – descompensa porque a ansiedade vai gerar  mais ações e mais erros. São necessários acompanhamentoss clinicos padrões e na fase certa da doença. A Paloma descompensou uns dias atrás e achei por bem pedir apenas uma ecografia para avaliar o tamanho do rim dela ( um já está atrofiado- o esquerdo) A atrofia  dos dois rins  indica fase terminal da doença. E o rim funcionante dela já começou a diminuir de tamanho, pois meses atrás, em outra ecografia, o rim direito dela estava bem aumentado de tamanho, raciocinamos eu e o José Eduardo ( ecografista) que seria uma hipertrofia compensatória ao outro rim que está com atrofia. Com o decorrer dos meses e conforme a Paloma vai sinalizando, vou acompanhando no devido tempo com outra ecografia esse rim direito funcionante dela.

Tem que haver uma cadência clinica num caso de IRC. Isso requer do dono uma disposiçaõ em ajudar seu animal a passar por essa doença mostrando paciência, compaixão e o desapego. E tendo alguma reserva no banco, por que tudo envolve custo e os prestadores de serviços para os cães e gatos estão com  os preços altos demais. Não todos, evidente.  Por isso a importância de um compremetimento sincero da parte do Veterinário e do dono para que o animal passe bem por uma doença como a IRC, do contrário, perde o cão, perde o dono e ganham os Veterinários em cima das dores animais e das dores humanas.

                                                    paloma 4 set 27 2011Vamos ver como a Paloma percorre esse dificil caminho da velhice com uma doença renal crônica em fase II. Estamos em equipe unida Tânia, eu e o colega Harry Jr. que participa nesse caso clinico com a abordagem prática da Clinica. Uma coisa é certa : ela não sofrerá, no que depender de nós três. Na hora certa ela vai em paz.

Uma exposição de um caso clinico para pensarmos , todos, Veterinários e donos.

86 Comentários


Fernanda
em

Ola! Synara acho que cometi o maior erro ao me apavorar quando minha dog passou mal. Decidi interná-la e aí ela parou de comer de vez e piorou mt. Queria mt ter feito algo por ela. Sinto muita falta dela era uma vira lata dócil companheira e perde-la foi mt difícil. Onde errei onde erraram? Queria sua ajuda talvez eu me sinta melhor. Abraços



Synara
em

Oi Fernanda. De novo!! Outra postagem. Ninguém errou. Os bichos também envelhecem. E morrem.
Abraço fraterno.
Synara Rillo
Médica Veterinária



Fernanda
em

Synara envio minhas postagens via celular e no momento que as enviava sempre aparecia mensagem de erro. Por isso enviei varias imaginando que nao tivessem sido postadas. E só hoje consegui ler suas respostas. Teu site oferece consultoria on line e esse foi meu interesse principal desde a primeira postagem ate porque tenho uma gata que tambem está com problemas urinários. Quanto a morte creio ser um processo tão natural quanto o nascer e junto com eles todos os sentimentos inerentes que Deus nos permitiu ter seja para quaisquer ser vivo. Já tive outras perdas e sei que o sentimento de culpa o vazio é comum numa perda recente e sei também que a saudade e as lembraças é o que sobra com o tempo. Já li em outras postagens que perdeu um gato e que foi difícil. Não compartilhei isso contigo mas tenho certeza que seus conhecimentos e experiencias com animais ajudam na hora da dúvida e no desapego quando um deles se vai. Gostei muito do teu site e estou por comprar teu livro. Acredito que na vida aprendemos uns com os outros quando nos permitimos a isso. Nao gostei de tuas respostas e julgamentos precipitados mas aprendi muito com teus artigos e respeito seu ponto de vista. E quero compartilhar uma idéia. Assim como vc acha importante a clínica para um melhor diagnóstico e tratamento de um animal doente tente entender que esse apego que alguns tem com seus animais as vezes não é culpa deles pra isso a psiquiatria está fazendo sua parte. E mais uma vez parabéns pelo trabalho. Abraços.



Andreia
em

Bom dia,
Dra.Synara,
Tenho uma cadela de 04 anos e 09 meses da raça Daschund, que teve sua primeira e unica ninha em novembro de 2008, tem exatamente 03 anos, mas o que ocorreu com ela foi terrivel, pois veterinaria dela detectou que ela não tinha passagem para ter parto normal e portanto foi feito uma cesariana, mas até aí tudo bem, porém quando ela abriu a Nina para fazer o parto foi visto que o útero dela estava rompido e que seria nescessário a esterectomia, e assim foi feito, mas a Dra. Ana Maria retirou o útero um ovário e deixou o outro, e eu acho que por isso que minha Nina não teve mais saúde, ela vive com corrimento vaginal, e quanto foi entre o fim de maio e o começo de junho ela começou a apresentar um quadro de diarréia seguido de vômito com isso ela pedeu muito peso e ficou com uma magreza assustadora e apresentando um tumor aquoso, daí eu levei para a veterinaria e ela solicitou um exame de sangue com pequisa, pois ela suspeitava de anemia, mas quando recebeu o resultado era a doença do carrapato e fizemos todo o tratamento nescessário, mas ela tem vomitado quase tudo o que come e quanto não está com prisão de ventre está com diarréia e eu já não sei o que faço para ajuda-la, pois já dei todos os medicamento receitados e também mudei de alimentação e não vejo melhoras, muito pelo contrario só fica mais magra é só couro e osso. Por favor me dê uma ajuda eu não quero que ela morra.



Synara
em

Oi Fernanda. Está postado e aprovado teu comentário e justificativa. Esses celulares nem sempre funcionam. Para navegar e enviar mensagem para sites o nelhor é o PC, mesmo. Acaba dando no que deu.
Obrigada pela participação no site.
Abraço fraterno.
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Oi Andreia. Mas porque deixaram um ovário? Acho que esse corrimento vaginal pode ter outras causas e não somente pela suposta presença de um ovário. Diarréia e os võmitos podem ter outras e variadas causas. Não entendi o quiseste dizer com “tumor aquoso”. Acho que a doença do carrapato não é…Tem algo realionado a digestão ou alguma colite.( doença intestinal) . Para ajudar teria que fazer uma boa história clinica com ela. Se quiseres me mandar fotos atual dela, uma boa história clinica ( relatando tudo que puderes e depois eu faço perguntas pertinentes ao caso) me envia para o e-mail direto. Fico à disposição.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Fernanda
em

ola Synara! Tenho uma gata que desde o fim do ano passado começou a fazer xixi com sangue em pequenas quantidades por vários cantos da casa. Foi tratada ano passado e recentemente com antibióticos suplemento vitamina c e diurético e também esta comendo ração cat urinary da premiata pois não aceitou a ração da royal. Ela esta melhor mas de vez em quando ainda faz xixi com sangue o que pode ser? Ela tem três anos e é castrada. Agradeço se puder ajudar. Abraços!



Synara
em

Oi Fernanda. Deve ser uma cistite inflamatória crônica pelo tempo que manifesta a doença. Talvez o uso de meticortem. ajuda. Evitar estresse ambiental onde pode precipitar essas crises. Por ai.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



vera
em

meu gato com 14 anos foi tratadocom homeopatia para nefrose e nefrite e curou-se da isuficiencia renal o remedio e do laboratorio renal maiores informaçoes contate comigo.



Synara
em

Oi Vera. Se ele reagiu ao tratamento é por que a Insuficiência Renal era aguda e não crônica, pois está é progressiva e não tem cura…Pode ter tido com a medicação um “estacionamento” da evolução do quadro, apenas isso.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Andrea
em

Bom dia Dra Synara,

Tenho uma cachorrinha que teve insuficiência renal ano passado, a causa foi piometra, depois de fazer diálise ela se recuperou muito bem. Ela está mantendo as taxas bem controladas, uréia a 31 e creatinina a 0.9, mas ela faz soro sub cutâneo 2 x por semana, para ajudar o rim.

Ocorre que ela tem um lipoma que já faz muitos anos que ele apareceu, porém, o médico que cuidava dela antes não achava que ela precisava operar, mas agora ele está bem grande. E um outro pequeno está em formação.

Conversei com o atual médico dela e ele acha muito importante retirar este lipoma pois se deixar ele vai continuar crescendo até arrastar no chão e tb disse que ela precisa limpar os dentes, pois o tártaro pode prejudicar a doença dela.

Então, marcamos a cirurgia para a remoção destes lipomas para quinta feira e ele disse que se correr tudo bem, ele vai fazer a limpeza do tártaro dela no mesmo procedimento com anestesia inalatória.

Eu gostaria de saber se existe algum cuidado que precisamos tomar para que a anestesia inalatória não lesione o rim dela. Existe alguma anestesia específica para ser usada por pacientes renais? Se ela fizer bastante soroterapia, antes e após a cirurgia isso faz com que a anestesia não lesione o rim dela? Que cuidados ajudam a minimizar os riscos de lesão no rim? Queria muito uma ajuda sua, pois estou bastante nervosa e queria ficar mais tranquila. Leio seus casos e percebo que vc entende muito e ficaria bastante feliz se me desse sua opinião.

Por favor, se puder, me responda, pois a cirurgia está marcada pra quinta feira, dia 29/03.

Um abraço cordial!



Synara
em

Oi Andrea. Penso que a conduta toda está correta, essas taxas de ureia e creatinina estão em niveis bem normais. Geralmente I. Renal por piometra tende a ser bem reversível, se for de causa aguda por deposição de complexos imunes causados pela bactéria escherichia coli, agente mais comum de ser encontrado em infecções uterinas. Tens que diferenciar bem essa Insuficiência renal de aguda da crônica. A dosagem de Fosfóro sanguineo é também um bom parametro para avaliação de dano real agudo do crônico. Tanto quanto a anemia – se está ou esteve presente. Anemia arregnerativa que se mede por meio dos reticulócitos pode dar essa diferenciação. Em muitos casos de IRC ela é arregenerativa.
Acho que o colega tem razão em retirar esse lipoma. Quanto aos tártaros, se tiver associada doença peridonatal, pode vir com o tempo a “prejudicar” os rins, já que as bacterias ali existentes podem por via hematógena carrear bactérias para os rins e membranas cardíacas . Para esse procedimento devem usar antibióticos 48 horas antes da limpeza dos dentes e manter por mais 3 dias ( Metronidazol e espiromicina são os mais indicados para bactérias gengivais.)
Quanto a anestesia, a inalatória é a mais segura e de preferência o anestésico Isoflurano nessa inalação. Um boa soro terapia controlada ( não em excesso) é, realmente, importante para a função renal. Por ai. Boa sorte!
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Andrea
em

Dra. Synara, muito obrigada por sua atenção.

Eu tive de adiar a cirurgia da minha cachorrinha, pois ela está com anemia e a médica que fez a hemodiálise achou importante subir o hematócrito dela que está em 25. Sobre os reticulócitos, a última vez que medimos ele estava em 0.4 vc pode me explicar este número?

Continuo dando eritropoetina em dias alternados a ela, seguindo as orientações da médica que fez a hemodiálise nela e tb dou um comprimido de Noripurum ao dia. Além disso, ela toma soro sub cutaneo 2x por semana e 1 comprimido de Lotensin, 10 mg, 1 vez ao dia.

Obrigada por toda a sua orientação. Fico bastante aliviada e mais tranqüila por saber os caminhos que devemos percorrer.

Muita luz em sua vida!

Andrea



Adriana Perin
em

Boa tarde. Meu bbcão teve insuficiencia renal, mas levou ele a morte. Descobri esta doença no sabado dia 31/03 e ele foi embora dia 03/04. Estou sofrendo muito e não entendo onde errei, pois sempre cuidei dele com muita atenção e carinho. Na noite antes dele partir ele começou a vomitar um liquido marrom escuro as 22:00, as 23.30 ele começou a gritar de dor. Isso foi ate as 8 da manha do dia seguinte. Levei ele ate a veterinaria e ela disse que ele naum estava com dor, mas que seu organismo estava envenenado pelas toxinas dos rins e que ele não conhecia mais ninguem. Tivemos que sacrifica – lo, mas mesmo coma injeção letal ele demorou a morrer, ai fica minha amargurante duvida. Onde eu errei? Eu fiz correto deixando ele ser sacrificado?
Me ajude por favor.



Synara
em

Oi Andréia. Por essa medida de reticulócitos indica que a anemia é arregenerativa, ou seja, a medula óssea não está respondendo bem. Pode indicar que a Insuficiência Renal é Crõnica e não aguda. Com isso tudo tende a ser evolutivo, essas lesões renais. Tudo pode complicar em dias ou meses…
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Oi Adriana. Apenas com esse relato fico sem saber o que te dizer…Ele já era velho?? Dor por certo ele tinha e esse vômito de cor escura indica fortemente uma ulceração gastrica. Que pode ser ocasionado por retenção de ureia e creatinina, sim. metabólitos renais que se acumulam. Acho que tu não errou em nada…Mais que isso me limito nesse teu relato.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



ana maria jorge gomes silva
em

a cachorra de 10anos estava a um mes com problema renal na noite passada ela estava com a respiracao muito ruim estava na hora dela tomar o remedio quando eu dei o remedio ela começou a engasgar então eu nao sabia que fazer ela veio a óbito



Synara
em

Oi Ana Maria. Bom, se ela estava com quadro renal ( insuficiência, principalmente) devia estar em estado bem ruim, se já apresentava dificuldade respiratória…Sinto muito pela perda da tua cachorra.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Daniella
em

Olá , tenho um cão de 7 anos que sofre de insuficiencia renal e diagnosticamos isso a pouco tempo, a taxa de creatinina dele está 4,2 e uréia 165. O veterinário indicou a raçao Royal Canin , só que ele nao come de jeito nenhum! Ele está acostumado a comer a raçao pedigree misturada com carne ou frango, e tivemos que cortar isso. Ele está ativo, corre , brinca e quem vê ele assim nem imagina que ele sofre dessa doença ! Ontem ele comeu uns matinhos e vomitou muito pouco isso é da doença? Ele está muito magro pois nao quer comer esta raçao, eu misturo com biscoito de polvilho ( ele pode comer?), mas mesmo assim ele só cata o biscoito! Não sei mas oque eu faço para ele comer, amanhã ele irá para o 4° dia de soroterapia para depois medirmos a taxa de uréia e creatinina para ver se melhorou algo , se não melhorar não terá mais jeito ): Mas tenho fé que Deus possa Curar meu cão dessa doença tão maldita!

Aguardo ansiosamente por uma resposta ! Obrigada.



nety
em

bom dia,tenho um filhote de pinsher de 10 meses,há 20 dias atrás levei ele no veterinário pois ele estava emagrecendo muito,ele sempre fou muito ruim de comer, e por isso eu sempre acrescentava uma quantidade grande de carne a ração.o veterinário fez o exame de sangue que deu creatina sérica 1,6 + e soro hemolisado..ele receitou pro rins 3 x ao dia 2 borrifadas e ração royal canin, renal canine,ele esta cada vez mais magro até que ele come a ração bem,dou 3 x ao dia um punhado,mais mesmo assim ele continua muito magro e cada vez urinano menos.fora o fato dele esta muito apatico dorme muito.oque a dr. me da de orientação,agradeço.e qual é a espectativa de vida dele?obrigada!



Rosilene
em

Dra. Synara, minha cachorrinha, Princesa, de 13 anos, morreu…foi tudo tão rápido que também me pergunto…onde errei?
Ela foi diagnosticada com irc e começou a fazer fluidoterapia, uma vez por semana, no entanto, começou a vomitar e sentir fraqueza e comecei a levá-la todos os dias para o soro…foram 23 soros até que os índices de creatinina e ureia baixassem. Ela perdeu uma pequena parte da língua, tão altas estavam as taxas e a veterinária achou um verdadeiro milagre ela ter sobrevivido e as taxas baixarem. Continuamos na fluidoterapia, no entanto, de um dia para o outro, ela começou a piorar e uma patinha ficou inchada, tirei radiografia que não apresentou edema nenhum, mas como foi em outra veterinária que fiz a radiografia, a veterinária me disse que infelizmente ela estava muito mal, tinha o hálito muito forte(já havia estado com esse hálito, mas tinha melhorado…) e que, infelizmente, ela não andaria mais…que a situação era grave.Voltei à veterinária dela e relatei tudo e ela não me desanimou, mas disse que, realmente, o estado era grave.Continuamos na fluidoterapia. Notei que ela tinha começado a balançar a cabecinha, como se estivesse com mal de parkinson…a cabeça trêmula. À noite, notei que ela não conseguia ficar com a cabeça em pé e passei algumas horas com ela se agitando, até que liguei para a veterinária porque a doguinha começou a uivar e esticar as patinhas…uma cena horrível…Quando foi 5 horas da manhã eu fui até à clínica e a veterinária me atendeu dizendo que não havia mais o que fazer, tendo de aplicar a eutanásia. Eu não quis ficar perto, porque já estava sofrendo muito. A veterinária disse que não precisou aplicar a injeção, porque só com a anestesia ela partiu.
Dra. Synara, tudo isso o que relatei poderia ter sido evitado? havia algo a se fazer ainda? fiz o que devia? Dê-me uma luz…morro de saudade…era como uma filha…13 anos de felicidade e amor.
Obrigada



Synara
em

Ola Nety. Tem que pensar na possibilidade de anemia ( não acho que seja renal a causa primária). Façam um bom exame de sangue com contagem de Reticulócitos e uma morfologia celular sanguínea. Não tenho como falar em expectativa de vida para ele, sem os exames apropriados. 10 meses é novo para ter função renal comprometida, salvo por disfunções outras, primárias. Essa creatinina um pouqinho alta pode ser por desidratação, tanto quanto o fato dele estar urinando pouco. Mais que isso me limito em te ajudar. Mas ficam essas dicas.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Ola Rosilene. O que precisava foi feito dentro das possibilidades clinicas, a Insuficiência Renal Crônica era em estado terminal nela, segundo relatas. 13 anos é uma idade avançada para um cão. Descansou teu bichinho, podes crer. Com o tempo esse dor passa e ela por certo já está nas tuas melhores lembranças, pois ter um cão como companhia por 13 anos já um grande presente de Deus.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



RENATA RAMOS
em

DOUTORA MINHA CACHORRINHA DE 15 ANOS JÁ SOFRE DE INSUFICIENCIA RENAL A MAIS DE UM ANO E VENHO TRATANDO DESDE ENTAO COM O KETOSTERIL E TBM TOMA REMEDIO PARA O CORACÃO, MAS A 3 MESES ELE COMEÇOU COM UMA DOR DE BARRIGA QUE NAO PASSA NUNCA E ESSE ULTIMO MES ELA PIOROU MUITO FIZEMOS EXAME E ELA ESTA COM A CREATINA 9 E A UREIA FOI PARA 360 ELA TOMOU 10 DIAS DE INJEÇAO COM VITAMINA PORQUE TBM PAROU DE COMER E DE 22 QUILOS ESTA COM 12 , DEPOIS DA INJEÇAO ELA TORNOU A FICAR RUIM E FIZEMOS 3 DIAS DE SORO COM REMEDIOS JÁ NEM SEI MAIS O QUE FAZER , PASSADO ESSES 3 DIAS ELA MELHOROU UM POUCO ,MAS PIOROU DI NOVO FIZEMOS MAIS 3 DIAS SÓ FICOU BOA 1 DIA E SETA RUIM DI NOVO ESTA MUITO MAGRA E NAO ESTA CONSEGUINDO FICAR EM PE´O VETERINARIO FALOU QUE É PORQUE ELA PERDEU TODA A MASSA MEU DEUS ESTOU APAVORADA EU LEVEI ELA HOJE E ELE DISSE QUE NAO TEM MAIS O QUE FAZER ELA ESTA EM FASE TERMINAL EU NAO ESTOU AGUENTANDO VER ELA ASSIM , JÁ FAZ UM MES QUE NAO COME EU ESTOU DANDO NA BOCA DELA TODOS OS DIAS UM POUCO DE RECOVERY ROYAL CANIN É O QUE ESTA SE ALIMENTANDO POR VONTADE MINHA NAO DELA, QUE POR ELE ELE NEM QUER VER A COMIDA O QUE EU FAÇO EU PAREI ATÉ DE TRABALHAR EU SÓ CHORO ME AJUDE . OBRIGADO



Rosilene
em

Muito obrigada, Dra. Synara…fiquei mais tranquila e em paz com sua resposta. Eu a queria para sempre…mas…é isso! a efemeridade da vida…temos de aceitá-la…
Fique com Deus!



Ana Paula
em

Bom dia, Dra. Synara me ajude por favor.
Tenho uma Lhasa Apso de 3 anos e recentemente foi diagnosticada com Insuficiência Renal Crônica (IRC), teve uma crise e conseguimos reverter com fluidoterapia e eritropoetina já que apresentava quadro anêmico, notei que ela vinha emagrecendo, mas como a veterinária falou que estava tudo normal – tinha costume de fazer exames de sangue de 6 em 6 meses, fiquei tranquila – mas qdo. ela começou com vômitos e parou de comer levei-a à veterinária que fez ultrassom, radiografia e exames bioquímico, até então não sabia que para se saber se estava tudo normal mesmo, ver se as funções hepáticas e renais estavam em ordem, precisava desse exame bioquímico. Então veio o diagnóstico IRC, ou melhor, só veio depois de ter mudado de veterinário, ainda bem, senão ela já não estaria aqui, pois estava tratando de infecção urinária e com um antibiótico que atacava os rins de acordo com a bula. Mas enfim, agora pensei que estaria tudo em ordem mas sábado, 18/08/2012, fez exames novamente e a URÉIA (248 mg/dL) e a CREATININA (2,3 mg/dL) estavam altas novamente – ainda bem que o HEMATÓCRITO (41,0%) estava normal, então semana passada fez fluidoterapia (300 ml subcutâneo 1 X ao dia) novamente e ele quer entrar com Ketosteryl para controlar a uréia, só que andei pesquisando e alguns dizem que esse não é um medicamento e sim um complemento alimentar. Semana passada entrei com ACUPUNTURA e homeopatia FATOR RENAL DA ARENALES, dia 25/08/12 fez exames novamente URÉIA (160 mg/dL) e a CREATININA (1,7 mg/dL) e o HEMATÓCRITO (44,0%).
Estou meio que sem saber o que fazer, pois ela só come a RAÇÃO RENAL DA ROYAL se misturar com clara de ovo cozido ou frango grelhado e também adora maçã, banana, cenoura, chuchu e batata cozida mas o veterinário disse que nem isso posso dar, o que fazer??????????? Então ontem descobri uma veterinária que faz ACUPUNTURA e comecei a levá-la, pra ver se controlamos a doença e estabilizá-la fisicamente e dar uma qualidade de vida melhor para a Bella, como também entrei com o FATOR RENAL DA ARENALES. Será que estou agindo corretamente?? Pois meu veterinário disse que homeopatia não resolve… Será que posso continuar dando a ração misturado com ovo ou frango ou cenoura, e posso dar fruta???? ME AJUDEM!!!!!!!!!!! Moro no interior de SP e estou meio que perdida no meio de tudo isso.
Atenciosamente

Ana Paula

obs.: Esqueci de comentar que ela está comendo muito, o apetite dela está a todo vapor, brincando muito, então clinicamente ela esta bem.



Synara
em

Oi Renata. Por certo a tua cachorra já morreu, pois nesse mes de Agosto atrasei as respostas do site. Veja bem, a Insuficiência Renal Cronica num animal nessa idade é prognóstico totalmente desfavorável. Essas suposta diarreia ou dor na barriga como colocas tem a ver com irritaçao gastrica e intestinal pelo excesso de ureia/ amonia no organismo dela, assim como a perda de massa muscular é compativel com essa doença renal. Deixa esse bicho descansar…eutanásia nessa situaçao é compaixão. Mas acho que nao deveter resistido até hoje, quando consegui te responder. Um cao com 15 anos ao lado da gente já uma dádiva dos céus…agora é libertar…Fica em paz.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Oi Rosilene. De nada…
Abraço.
Synara



Synara
em

Oi Ana Paula. Barbaridade com 3 anos e com diagnóstico de IRC!! Tem que ter algo genético ou congenito nesse animal…raças , raças e seus cruzamentos de “fundo de quintal”…Uma pena, pois paga o bicho e o dono. Veja bem, coloco isso por que não é comum uma Insuficiência renal cronica com essa idade…mas essa raça infelizmente tem uma predisposiçao congenita para a doença. Bom, eu concordo que o ketosteryl é muito mais um complemento alimentar do que um medicamento que controla o nivel proteico ( perda de massa muscular), o mecanismo de açao das toxinas uremicas é bem complexo…Eu nao usaria o produto em paciente meu…Acho que no caso de IRC é fazer controle da ureia e creatinina com soroterapia ( usar diálise quando muito altas as taxas – ter uma boa reserva de dinheiro para isso…), manter ela com alimentaçao com baixo nivel proteico e hipercalórica ( no caso se ela aceita essa raçao manter).
Acho que deves seguir como estas fazendo…raçao…ovo que ela aceita, pequenos pedaços de frango. Se percebes que há uma melhora com a acunpultura e com a homeopatia segue usando. Pois nao trazem efeitos colaterias, e nesse caso de doença crónica irreversivel e progressiva ajuda. Quanto ao colega nao acreditar que nao adianta vai da posiçao de cada um. Na verdade, IRC é uma doença sem cura, apenas vamos controlando os efeitos deletérios no organismo. Mas veja bem, eu creio mais na homeopatia quando conduzida por um bom homeopata. Apenas comprar o medicamento e dar…soa estranho…Enfim. É por ai que posso te ajudar. Enquanto ela tiver qualidade de vida vai levando teu bichinho. Sem muito adereços clinicos…que talvez só te tire dinheiro do bolso. Boa sorte,
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Harry Junior
em

Synara querida! Mais uma vez estou aqui para te dizer que admiro tua postura. Querida estou com um caso de IRC onde o queridao do MAX me olha dizendo não estou aguentando mais… Duro ver isso e confortar o proprietário, mas a consciência que tudo esta sendo feito na minha visão e o que faz eu continuar a rotina da clinica medica e cirúrgica. Beijo querida!!!!!!!



Julliana
em

Olá,boa noite! Desculpe o texto enorme, mas to precisando desabafar, muitas coisas aconteceram em poucos dias.
Minha cachorrinha é uma pinsher ,tem 5 anos, vai fazer 6 em dezembro. Sempre bebeu muita água e como consequência disso, sempre fez muito xixi. A uns dois meses- mais ou menos, amanheceu toda caída e como uma hemorragia. Foi levada ao veterinarío (que por incompetência, não
conseguiu coletar o sangue para fazer os exames.) porém receitou uns anti-inflamatórios e anti- hemorrágicos que fizeram ela ficar boa em 1 semana. Ufa, apenas um susto. Nessa quinta feira ela não comeu o dia inteiro Nessa última sexta feira, ela não comeu o dia inteiro e quis ficar ditada a amior parte do tempo. No sábado, ela amanheceu estranha, com o mesmo sintoma, porém não havia sangue. Se recusava a comer e a levantar. Cuidamos dela, o veterinario receitou outro anti-inflamatório e um remedio para proteger o estomago. No domingo, apresentou alguma melhora, porém quando tudo parecia ir bem, na segunda feira… ficou muito mal, sem comer, sem beber agua( apesar de estarmos dando na seringa) teve pela primeira vez, duas convulsões (fiquei depesperada)

levamos a uma outra clinica (no caminho teve outra convulsão) e foi feito um exame completo, o diagnostico : insuficiência renal, combinada com infecção e um pouco de anemia. O quadro está muito delicado e ela ficou internada. Passou bem a noite na clinica, no soro, sem nenhuma convulsão. Fui visita-la no dia anterior, a encontrei melhor, já consguia ficar de pé e queria vir pra o meu colo, fiquei muito feliz que o quadro clinico estava melhorando, todos os médicos se surpreenderam, pois ficou outra cachorrinha depois da minha visita. Latia, chegou a comer alguma coisinha, queria ficar no colo dos veterinários.
Porém, (segundo os próprios veterinários)minha visita por mais que tenha ajudado ela se levantar, foi estressante para ela , que ainda estava debilitada e fez com que tivesse uma outra convulsão na madrugada. Só fiquei sabendo quando cheguei lá hoje para visita-la, e a encontrei sedada para que eu pudesse ve-la sem estresse, fiquei muito pouco e fui embora. 4 horas depos, fui informada que ela teve outra convulsão. Porém estava estável, deitadinha como sempre.
Amanhã serão feitos novos exames, para ver se é cronica ou aguda, para ver se as taxas melhoraram e se o tratamento está surtindo efeito. Se tudo estiver ok, ela vai receber alta na sexta de manhã. Eu acho que não devo mais visita-la, estou confusa e desesperada, minha visita faz bem, é nitido quando me viu mudou, porém, ela não está preparada para me ver e continuar lá se a gente!Tá muito claro, isso. To me sentindo impotente,me sinto responssável pelas convulsões e estou cheias de dúvidas do quanto minha presença ajuda ela, como também atrapalha. È normal ter tantas convulsões seguidas? É normal uma doença cronica, de manifestar apenas aos 5 anos de idade? Será que a hemorragia dos meses atrás, já eram indícios disso e ninguém percebeu? Ela é tão pequenininha e frágil, está no soro, mas tá pele e osso. Quero acreditar que faz parte e que tudo vai melhorar e vou ter boas noticias com os resultados de amanhã. Mas ve-la assim, está me deixando arrasada e sem saber o que pensar. Está muito bem tratada, mas com gente estranha, sem estar no espaço dela, sem ter os donos dela, melhorou cliniamente quando me viu e depois piorou quando fui embora! Não sei até que ponto a medicina ajuda tanto quanto a cumplicidade do amor do cão por seu dono e vice e versa. Uma combinação, seria perfeita.
Não sei até o quanto a internação é melhor do que o amor e os cuidados caseiros (obviamente direcionados por um veterinário)

Beijos e obrigada!



Julliana
em

Bem, minhas dúvidas já acabaram. Minha cachorrinha não resistiu. Após muitas convulsões seguidas nessa madrugada, ela faleceu. Os veterinários fizeram de tudo para reanima-la, mas , segundo eles , a última convulsão, foi muito forte e sofreu uma parada cardio respiratória. Estou inconsolável, mas ciente de que foi bem tratada. Meu único erro é nunca ter desconfiado que poderia sofrer de IR, apesar de demonstrar os sintomas como o de beber muita água e fazer muito xixi. Mas talvez, mesmo que tivesse tratado antes, o tempo dela seria esse mesmo. Talvez já tenha cumprido o papel dela com a gente!



Rosilene...
em

Dra. Synara, a Paloma, a cachorrinha da sua amiga com irc, está viva? Desculpe-me, mas li a história e fiquei pensando…
obrigada!



Synara
em

Ola Rosilene. Não, a Paloma foi eutanasiada depois de lutar quase um ano com a doença. Entrou em sofrimento incompatível com qualidade de vida para ela, além disso a IRC é uma doença progressiva e fatal.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Rosilene...
em

Que pena, Dra. Synara.
Dra. Synara, posso “Alugar” você mais um pouquinho?
Se puder, responde via mail?
Dra. Synara…eu ainda estou me sentindo culpada por não ter ficado com minha doguinha até ela morrer naturalmente…será que esse remorso vai passar? O que lhe relatei era realmente o “fim” dela? estou ainda muito arrasada…ela era minha filha…acha que já é o momento de eu adotar um outro doguinho? Ne sinto culpada…a eutanásia deixou-me mal…mas não foi decisão minha…eu simplesmente não podia vê-la sofrendo…obrigada…Sinto pela Paloma…Li todos os seus relatos. Continue escrevendo, são lindos, poéticos, sensíveis.Obrigada pela resposta!



Amanda nascimento
em

Minha cadelinha tem 11 anos, está em tratamento há 6 meses, inicialmente deu erlíquia que complicou os rins, já chegou a 8.2 de creatinina e 300 de uréia, contudo depois de 5 meses de soroterapia direta, a creatinina e uréia abaixaram, porém a anemia não sara, já fêz 6 transfusões e a anemia acaba voltando. Atualmente ela está tomando 1 ml de Metacell duas vezes ao dia, Glicopam 4 ml 1 vez ao dia e 1/2 comp. de maleato de Enalapril, quanto a comida quando ela não aceita a ração Royal Renal, eu dou na boquinha. O que mais posso fazer? Estou desesperada. Desde já agradeço sua resposta.



Milton e Rosane
em

Dizem que os anjos são representados em cavalos, cães e gatos. Nunca imaginei um dia, sentir uma dor tamanha, pela doença de minha cadela (Leka), seu estado grave, me aproximou de Deus, e peço a ele que não a deixe sofrer. Minha situação hoje , é muito difícil, estou desempregado, e minha esposa também. Mas nos empenhamos em tentar dar o melhor para a Leka. Descobrimos, que a USP tem um hospital veterinario mais em conta, e estamos tratando da IRC Agudizada de nossa menina, todos os caminhos indicam para terminal, mas ainda cremos em uma grande possibilidade de uma pouco mais de vida para ela. Fico feliz de saber, que em meu país, temos pessoas que se preocupam, e se dedicam a cuidar de nossos animais de estimação, terminologia utilizada para manter um equilibrio de valores, mas na verdade, são como filhos. Espero que meu desabafo, sirva de incentivo para as pessoas com os mesmos problemas, não desistam.

Obrigado.

Milton e Rosane



itania
em

Bom dia dra, preciso de ajuda. Minha pinscher de 8 anos tem um barulho estranho na barriga, parece um chiado …. quando tem esse barulho, as fezes dela ficam amolecidas e com um pouco de sangue, ela não se alimenta durante essa crise, estou dando para ela a raçao intestinal da canin, melhorou bastante, mas ainda tem crises de vez em quando. Relato tambem que ela ja perdeu varios dentes por problema de tartaro, tem mal halito e esta bebendo muita agua. Me dê uma luz, ja levei ao veterinario, vou fazer uns exames ainda, ate pq ela esta com um tumor mamario inicial, vai ter que fazer cirurgia, preciso da sua opiniao, te achei bastante inteligente e segura. Posso dar dipirona ou buscopan nessas crises? É uma pinscher pequena. Obrigada!



alessandro
em

Ola Dra. Synara.
tenho uma cocker com 11 anos de idade, diabetica e evoluiu na ultima semana com uma provavel cetoacidose diabetica, com sintomas de vomitos e anorexia. esta internada em um hospital veterinario em Caxias do Sul- RS realizando fluidoterapia e insulinoterapia… hoje coletaram exames que apresentou creatinina de 6,5mg/dl.
Esta com pneumonia que pode ter sido a causa da descompensação, em tto com amoxacilina/clavulanato iniciado ontem. Continua quietinha, inapetente mas aceitando refeicoes batidas em liquidificador pela seringa… gostaria de saber o prognostico da situacao e se podemos fazer internacao domiciliar para manter ela perto da familia.
Obrigado.

Alessandro.



Maria Virginia
em

Ola Doutora,
Por favor me ajude. Este mês perdemos três de nove poodles que tínhamos, em um curto espaço de intervalo, e enqto escrevo esta mensagem estou com os outros ( três filhotes de 9 meses, dois filhotes de 3 meses + ou – e o pai deles de 6 anos) em estado apático, comendo pouco ou nada, alguns já fazendo xixi amarelo/laranja de odor forte, provavelmente já caminhado para a morte; é só uma questão de horas, dia ou noite, de vomitaram o sangue e pronto. Estamos angustiados, depressivos, sem saber o que esperar, pois nao sabemos mais o que pensar e fazer, de onde vem isto, ou onde e a quem recorrer. São vacinados, um com vacina nacional BIOVET , outros com umas V8 importadas. Enfim, as perguntas que fazemos e não encontramos respostas: foram envenenados? É uma intoxicação de qq espécie como plantas, Front line spray, produtos de limpeza, cloro que ingeriram, ou por cheirarem fezes de outros animais qdo passeamos com eles ? Foi no banho e tossa, uma hepatite ? Picados por carrapatos contaminados? Vacina ruim? Doença bacteriana? Lepstospirose, leshimaniose, hanta virose, doença transmitida por baratas? É uma virose? É doença Renal? Picada de cobra, insetos, roedores, voadores? Não sei, não sabem, e a única coisa que pedem é o exame de urina e sangue, e dizem que ali nada acusa , exceto uma lesão hepatica de origem desconhecida. O que é isto? Como recorrer, com o que medicar? A primeira a falecer DoceDolly ( com 2 anos de idade), fêz, há uns 3 meses atrás, uma noite após o ultimo parto dela, um coco preto e brilhoso igual a uma graxa de sapato. Questionei um veterinário que disse q era normal após os partos, como passou , deixamos assim. Agora, 3 meses depois, ela fez esse coco preto novamente, só que então vomitou sangue vivo, bebeu muita água , ficou apática e morreu ictérica menos de 24 horas após o vomito sangue e após a levarmos ao Hospital onde esteve internada. O Segundo cachorrinho filhote dela do parto anterior (de 10 meses de idade+ ou – ), apresentou três dias após a morte da mãe o mesmo sintoma: xixi laranja, uma rápida indisposição e o vômito sangue (não teve fezes ou diarréias); Assim que vomitou o sangue corremos com ele para o HV, onde ele veio a óbito menos de 20 horas após sua internação; Dele deu tempo de fazerem um exame de urina e sangue e uma ultrasonografia que segundo os médicos, nada acusou. E a Terceira (1 semana mais ou menos apos a morte do segundo, ou seja, antes de ontem, perdemos nossa estimada e amada cachorrinha de 9 anos, com sintoma igual, porem, ela teve uma evolução que assim notamos: apareceu com mesmo sintoma, xixi laranja –vomitou a ração, e tudo o que comia , sem fezes durante uns 2 dias, entao a levamos a uma clinica, no caminho vomitou sangue, medico pediu exame sangue e urina –medicou com remédios humano/infantil para fígado + plasil e vita k, disse que havia uma lesão hepática. Ele prescreveu esses medicamentos e aplicou PLASIL E VITAK mas a doença progrediu, ela bebeu muita água, vomitou muito sangue e começou a q expor sangue pelo anus (não eram fezes ou diarréia). Após isto O vita k coagulou o sangue pois parou de expelir o sangue pelo anus, mas continuou com vomito liquido + sangue marrom. Parou de fazer xixi, coco já nao fazia. Morreu esta madrugada menos de 24 horas após o inicio do vomito e tratamento… Todos três que morreram estavam todos saudáveis, comendo, e brincando e de repente vem o xixi laranja, a apatia e prostação, o vomito sangue e entao a morte súbita.
O fato é que ninguém sabe o que está ocorrendo, o tratamento não está sendo eficaz, os exames não são suficientes, já que desconhecem o que venha a ser, eles não têm diagnóstico, desconhecem a causa, a origem , e portanto, acredito que partindo deste principio não devem saber que conduta ou medicamente administrarem para curar nossos cachorrinhos. Pedem exame de sangue e urina e dizem que tem uma lesão hepática, estão um pouco anêmicos, creatina 0,539 mg., Alt 39, plaquetas 106.320 mm³, Bilirrubina +++ , PH 5,0 , sangue oculto +, glicose +, proteínas traços , hemácias 2p/c microbiota bacteriana normal , cristais Bilirrubina ++ e seguem lendo o resultado do exame com termos que aos meus ouvidos de leiga são incompreensíveis. Por favor, Dr. , a Senhora poderia nos ajudar, nos dizer, que é que pode ser isto? Estamos sentindo tão impotentes vendo-os morrerem já sem saber o que fazer . Precisamos informar aos médicos aqui de minha cidade o q pode ser, ou saber o que pedir a eles, ou mesmo, diante da emergência da situação, o que nós podemos dar a eles , ou que outra providencia em urgência tomar pra evitar que morram todos . …
Agradeço
Obrigada e Deus a abençoe!
Maria
(Uberaba – MG)



Natasha
em

Esse texto da paloma me tras uma certa “calma”, meu cachorro está passando pelo mesmo problema, possui 10 anos, é um vira-lata, possuí sopro no coração e quando percebi a falta de apetite levei ao veterinário e foi identificado com IRC, que apresentou 5,5 mg/dl, depois de menos de um mês agora a creatinina dele subiu para 17,1 mg/dl, não sei mais como administrar tudo isso, estou sofrendo com a ideia de perde-lo, mas sofro ainda mais com a ideia dele estar sofrendo..
Se tiverem alguma ideia de como devo proceder neste caso, ficaria grata em saber..

Obrigada..

Natasha



Synara
em

Oi Junior!Pois é, nossa profissão traz isso também, vermos a dor de nossos pacientes. Mas estamos aqui também para impedir que passem por sofrimentos desnecessários.
Beijo!



Angela Patricia
em

Bom dia Dra Synara.
Gostei muito do texto sobre a Paloma.
Tenho uma labadrora de 6 anos que no dia 01/11 fez uma eco e foi diagnosticada IRC, o rim direito estava menor e o esquerdo maior, mas demorei p ver os sintomas.
Ela esta com 9,0 de creatina, e esta tomando 500ml de soro por dia.
Gostaria de saber as chances dela. Pq é dificil aceitar ela esta bem, brincando esta mais resguardada é verdade. Mas esta sendo muito dificil, pq é uma questão de tempo.
Se não baixar a creatina, sexta dia 09/11 ela ira fazer outro exame se nao baixar terá que fazer hemodiálise.
Me de uma orientação! Obrigada



Synara
em

Ola Angela. Bah, mas que pouca idade e já com IRC??? Por esse dado a creatinina está alta, mas acho que com soro ela tende a baixar esse grau da creatinina. Para fechar um diagnóstico de IRC o ideal é fazer hemograma e ver se tem anemia e se a causa é renal ( arregenerativa)…exame de urina avaliando algum outro dano renal ( se atentar para a densidade da urina) ou confirmando a IRC…Por ai as dicas… Boa sorte.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Andreza
em

É, a minha shitzu tem apenas 8 meses e a um mês começamos na luta para recuperar ela….e semana passada tivemos certeza que é a crônica….ela estava a 4 semanas em tratamento com soro, a cratinina baixou…mas semana passada voltou a aumentar para 8,4.
Ela esta a um mês sem comer sozinha, temos que da na seringa….
Infelizmente não tem volta….agora é esperar o fim, ainda não chegou nas dores…quando chegar essa fase, não vamos deixar ela sofrer.
Temos uma veterinaria muito legal….ela sugeriu colocar uma sonda, para ela se alimentar…
Eu e meu marido estamos tristes, mas fazer fazer o que…estamos aproveitando o restinho de vida dela.
Abraços!



Angela Patricia
em

Bom di a Dr. Synara.
Pois também acho ela muito nova para estar assim e a situação piorou, ela nao quis comer mais a ração e a creatina subiu para 21,4. Estamos fazendo soro intravenoso todo dia, mas vejo que esta dando pouco resultado. Ela está muito debilitada, nao que comer ( uma semana), mas recomeçou a tomar agua por vontade propria. O calor tem judiado dela demais. Normalmente no verão ela comia quase nada. E a hemodiálise é muito cara. To muito triste. Elas tem urinado muito pouco e comida tem que dar a força com uma colher ou seringa.
Só não queria ve-la sofrer, é muito triste ver uma pessoa que você ama definhando aos poucos, ela pesava quase 40Kg e agora esta com uns 20kg mais ou menos. Agora infelizmente é so esperar, mas estou trabalhando a ideia de não deixa-la sofrer, o veterinario dela é bem legal e ja conversou comigo sobre essa possibilidade. Obrigada pela atenção.



Leda
em

Meu cãozinho Brad é idoso,não sei dizer a idade,ele foi adotado.Tossia muito.Foi diagnosticado com sopro.Começaram os edemas pulmonais, e muitos remédios.Lasix,digoxina,lotensin,apresolina,espironolactona.Depois parou de comer,começou vômito amarelo-gema,e diarreia com sangue.Fez exames,uréia e creatinina aumentada. Fez 3 dias de soro com medicamentos e foi retirado todos remédios do coração. Começou a comer e ficou super disposto.Depois de 2 dias voltou a tosse e a inapetencia.Não sei mais o que fazer.Ja gastei tudo o que eu podia. Por favor me dê uma luz.Estou desesperada.Que devo fazer? Esperar que ele morra? Estou vendo que não tenho o que fazer. Grata.



Synara
em

Ola Leda. Um quadro cardiaco pulmonar é sempre delicado em caes idosos. Se já houve comprometimento da funçao renal mais grave se torna o caso. Pense em libertar esse cão se percebes uma perda qualidade de vida nele. Mais que isso me limito em te ajudar frente a situaçao do quadro dele.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Oi Angela. De nada…
Abraço .
Synara



Leda
em

Obrigada Dra pela atenção.
Meu cãozinho Brad com insuficiencia renal iniciou tratamento com Ketosteril,e dieta com carboidrato.Ele deu uma incrível melhora.Come bem, esta disposto,brinca.O nível de creatinina e ureia e creatinina baixaram com essa medicação.Estou muito feliz com o resultado.
Espero que continue assim por muito tempo.
Dra,muito grata pela sua atenção.Abraços,Leda.



Synara
em

Oi Leda. De nada…fico muito contente que conseguiram estabalizar o Brad. Com qualidade vale a pena vida dele.
Abraço.
Synara



Mônica
em

Olá Dra. Synara,
encontrei seu site, hoje, na procura de informações sobre a insuficiência renal que meu cão, um Golden Retriever de 3 anos – Bobby, passou a apresentar nos últimos dias. O que nos levou a procurar o veterinário foi tosse e inapetência. Porém, ao fazer um exame de sangue, o nível de creatinina estava em 8. Foi recomendada internação imediata e fluidoterapia. Há uma semana ele está internado e o nível de creatinina, que já chegou a 6, voltou a subir para 6.7. Não me parece que houve melhora na tosse. Ele teve leishmaniose há cerca de dois anos mas, foi medicado e, inclusive, vacinado. Será que os sintomas que ele apresenta são da leishmaniose que voltou a atacar? Sei que não há cura para leishmaniose mas, pode-se proporcionar boa sobrevida ao cão. Será que o que ele tem tem cura? Vi alguns comentários sobre cachorros que precisaram de diálise que, além de oneroso, pode trazer sofrimento ao animal. Sei que sem avaliar o cão e seus exames fica difícil se manifestar mas, gostaria de conhecer seus comentários.
Antecipadamente, agradeço. Mônica.



Daniela Malaquias
em

Boa tarde a todos, assim como uma boa parte das pessoas que aqui escrevem tambem venho sofrendo e lutando pela vida de minha cadelinha Pug com IRC. É muito triste ver eles piorando com o passar do tempo, já não sei mais o que pensar nem como agir. Bebel fez uma cirurgia em fevereiro para retirada do útero e desde então não tivemos mais paz, cada hora é uma coisa e o sofrimento só aumenta. Faço tudo pra que ela não sofra nem me veja sofrendo, sei que o dia dela está se aproximando e a única coisa que quero é dar uma qualidade de vida pra ela.
É muito importante a realização do Hemograma de 6 em 6 meses pois pode prevenir tamanho sofrimento.
É muito bom ter com quem dividir o que eu tenho sentido.



Joelma Martins
em

Dra.boa noite! procurando entender o que esta acontecendo com meu cachorrinho que vem sofrendo de insuficiencia renal descoberta a 5 dias que meu marido encontrou o caso da cachorrinha Paloma e encontramos vosso Blog. Foi atraves do mal hálito que descobrimos, pois levamos ele ao Hospital Veterinario para avaliarmos sua condição para entramos com um tratamento de tartaro. Foi quando veterinaria pediu um exame de sangue para ver se ele nao estava com anemia por causa sa anestesia que ele tomaria para o tratamento do tartaro. Aproveitando ela pediu um exame de funcionamento dos rins – creatinina e ureia…para nossa surpresa,ambas as toxinas estavam elevadissimas – creatinina 8,3 e ureia 337 alem de tudo com um anemia – 22 %. Esta internado ha 5 dias com tratamento de fuidoterapia 24 hs mas o que está nos incomondando é que o pouco que come está vomitando…porem repetimos os exames e a creatinina baixou para 5,8 mas a ureia foi para 348 e a anemia 18%. Hoje nossa veterinaria vai entrar com uma medicação – Eritropoetina – para melhorar essa situação da anemia e amanha repetiremos o exame. Estamos lutando para que o Romeu ( é o nome dele ) fique bem…porem o que está nos matando e ter que deixa-lo na clinica 24 hs pois sabemos que ele sente muito nossa falta e temos medo que essa distancia possa piorar a situação dele. Gostaria de uma palavra amiga..pois num momento como esse, uma palavra de carinho é tudo, né? Ele é um Poodle, tem 10 anos e foi adotado era de
rua e teve leishimaniose, foi tratado e é
vacinado todo ano como manda o protocolo. Repetimos a sorologia da leishimania e deu negativo…estamos confiando na medicação que a veterinaria ira começar hoje ( eritropetina ) e a reação ao tratamento. Estamos torcendo para que ele saia dessa fase grave em que se encontra, para podermos traze-lo para casa e cuidar para que fique entre nós por muito mais tempo. Grande abraço e obrigada por nos dar a oportunidade de falarmos sobre esses “ANJOS DE 4 PATAS”.



Rosilene
em

Dra. Synara, espero, sinceramente, que sua cachorrinha melhore…obrigada por tudo!



Cristiane
em

Olá
Dra Synara
Minha amada cachorra é uma São Bernardo de 05 anos, e a 4 dias descobrimos que está com problema renal, amanhã iremos fazer outro exame para saber se é cronico ou agudo, mas no 1ºexame de sangue que fez a criatinina estava 16.5 (quatro dias depois de soro repetimos o exame e subiu para 21.0, ela está no soro e medicamentos. Há possibilidade deste quadro melhorar? estou super preocupada.
abraços
Cristiane



Synara
em

Oi Monica. Com essa idade se é portador de IRC e não Aguda, podemos pensar em leihimaniose ativa ainda. Ou não. tem que investigar melhor isso tudo para ver se ainda pode ser algo relacionado a Leishimaniose.Por ai…Certo?
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica veterinária



Synara
em

Oi Rosilene.
De nada…
Abraço fraterno
Synara Rillo



Synara
em

Oi Joelma. Se for IRC e com esses dados, o prognóstico dele é bem desvaforável. É ir levando assim…até quando ele tiver qualidde de vida. Por ai…
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Oi Cristiane. Dá uma medida na relação proteina/creatinina. Exame feito com amostra de urina. Por ali se pode ter uma ideia da extensão desse dano renal e o prognóstico. Por ai, posso te ajudar.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica veterinária



adriana
em

Dra Synara.Minha cacorrinha tinha apenas quatro anos e a um mês e meio atras ela começou a soltar um liquido nas tetas parecendo leite, mas era grosso então a levei no veterinario e ele disse que era gravidez psicologica, ai eu truxe ela embora mas ela estava predendo o apetite e voltei a leva-la de volta no veterinario e insisti que fizesse um exame pois não estava achando isso normal, o exame deu alterado a ureia em 180 e a creatinina em 4,8. No começo mesmo com esses resultados em mãos ele passou uma ração eukanuba e duas vitaminas e um remédio chamado pro rim, passou uma semana e ela só piorava ai então ele resolveu fazer a soroterapia, ela tomou soro 6 dias seguidos e fez outro exame a ureia baixou para 80 mas acreatinina subiu para 5,8. Passou doiis dias sem a soroterapia e ela morreu. Aí eu te pergunto se tivesse feito a soroterapia desde o começo o rim teria reagido? O que teria levado a esse problema sendo ela tão nova?



Márcia Monteiro
em

Boa noite Dra Synara,

Tenho uma Golden Retriever de 2 anos que se chama Sissi. Pouco antes de fazer 1 ano ela contraiu Erliquiose. Há uma suspeita de que ela tenha nascido com problemas renais, quadro que se agravou com a doença. Hoje ela tem insuficiência renal crônica. Quando descobrimos o problema, ela ficou realmente muito mal, emagreceu muito, seu pêlo caiu bastante e, ela chegou a urinar sangue. Ela ficou internada, fez fluidoterapia, passou a tomar todos os medicamentos indicados pelo veterinário (incluvive Ketosteril) e, finalmente, melhorou. Desde então, ela faz fluidoterapia toda semana, só come ração renal, toma omeprazol e benazepril (ela tem pressão alta). O Ketosteril foi suspenso, pois devido ao seu elevado valor, ficou inviável para mantê-lo. A Sissi, passou a ter uma vida normal, a impressão que tínhamos era de que ela não tinha nada, pois, ela continuou muito ativa, comendo direitinho a ração e, brincando muito (eu tenho outro golden e os dois brincam muito), apesar de os exames dela não melhorarem nada, pelo contrário, a ureia aumentou para mais de 200 e a creatinina mais de 6, além da anemia. Já faz pouco mais de um mês, notei algumas mudanças nela, primeiro, ela começou a vomitar com muita frequência (não todos os dias), passou a brincar menos e não querer comer a ração. Agora, ela piorou bastante e é por isso que estou lhe escrevendo, pois preciso de sua opinião. A Sissi ficou internada 2 dois dias, fez novos exames e ficou constatado que a ureia abaixou para menos de 200, a anemia melhorou um pouco, mas a creatinina aumentou para mais de 8, além de ter sido acusado algum processo infeccioso, que o veterinário desconfia que seja uma recidiva da erliquiose (ainda não saiu o resultado da sorologia). Ela saiu da clínica ontem e hoje, estou muito preocupada com ela, pois ela não está querendo comer, só fez xixi duas vezes, não quer tomar água, fez cocô muito mole e está muito amuada. Estou dando para ela os seguintes medicamentos: doxiciclina, dermacorten, ranitidina,omeprazol, benazepril, hemolitan e dipirona. Como ela está recusando até água, fiz soro caseiro e estou dando para ela. Amo muito a Sissi e não quero vê-la sofrer, tampouco, quero me apavorar, achando que o quadro é mais grave do que eu suponho. Por favor, me dê sua opinião sincera, pois, apesar de muito triste, estou preparada para a verdade. Desde já lhe agradeço.



Synara
em

Oi adriana. Com a creatinina nesse nivel indicada uma insuficiencia renal. Que pela idade é mais compativel com IRA ( Insuficiencia Renal Aguda). O que pode ter causado??? Muitas possiblidades…infecçao uterina uma entre tantas.
Por ai…
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Ola Marcia. IRC com essa idade…bah! A dica que posso te deixar é sugerir ao colega que está tratando a tua cachorra que faça um exame de urina e medir a relaçao da Creatinina x Proteina. Com isso dá para ser ter uma ideia do avanço do dano renal frente a essa IRC. E uma ecografia para visulizar rins seria interessante. Nisso que posso te ajudar agora.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Alexandra
em

Olá Dra Synara. Obrigada por dividir conosco sua experiência.Estou numa situação como a dos demais. Tenho uma labrador de 10 anos e começou a apresentar falta de apetite e sangramento vaginal. Está internamos há 8 dias dias e feito o exame a creatinina estava em 9,00 de creatinina e 175 de ureia.O diagnostico do sangramento é infecção no útero. É recomendado com essa creatinina e ureia fazer a histerectomia para debelar o que está provocando o aumento das toxinas(creatinina e ureia)? Ela tem vomitado no internamento e está a dieta zero. Não perdeu peso.O veterinário já sugeriu a eutanásia, mas se é para ela morrer, pelo menos que tentemos fazer a cirurgia para tirar a infecção que causou a insuficiência nos rins. Ecograficamente eles estão normais.O que a senhora acha? Agradeço a atenção.Alexandra



Alexandra
em

Acrescentando..O veterinário falou ser arriscada a cirurgia com essas taxas, mas se é para fazer eutanásia, pelo menos tentamos fazer a cirurgia. Quem sabe dar certo. Só Deus comanda a vida. Mas estou muito indecisa, por favor me ajude. Obg. Alexandra



Nathalia
em

Boa noite Dra synara.

Preciso muito de uma opniao.

Minha cachorra, kiss, tem 14 anos, e uma poodele a mais ou menos um mês tem tido muito desses sintomas. No dia 02/07 levamos ela no veterinário, pois ela estava perdendo muito peso e nao sabíamos o que fazer, nesse dia foi feito a bioquímica no qual os valores alterados foram : BUN mg – 45 ; CREA mg – 1,4; TPg – 7,4; ALBg – 1,6; GLOB – 6,8. nesse dia a veterinária passou uma ração para o rim, protetor gástrico, ficou internada um dia com soroterapia e com um remedio para aumentar o apetite. Voltamos no dia 16/08, pois desde entao ela nao teve nenhuma ,melhora, nesse intervalo reparamos que ela estava bebendo muita agua e fazendo muito xixi, a sua boca estava com um hálito muito forte, e cada vez mais ela perdia peso, só ficava na cama. Nesse dia fizemos uma nova bioquímica e os resultados alterados foram: BUN – 189; CREA- 5,7; TP – 7,8; ALB 1,6. Estamos com muitas duvidas, estamos morando em Lisboa a 3 anos e nao conhecemos muito essa veterinária, na verdAde nao confiamos muito, ate pq aqui eles pensam um pouco diferente. A veterinária disse que nao tinha mais jeito, que ela estava com IRC e que o melhor a fazer era a eutanasia. Perguntei a ela se ela estava sofrendo e ela nao soube me responder. Hoje ela começou com vómitos, tem feito xixi na cama e só come pela seringa uma papinha que eu faço. Dra nao sei o que fazer, nao sinto que a minha cachorra esteja sofrendo e como e obvio pensar em eutanasia me assusta muito. Gostaria de uma opniao do que fazer. E muito ruim p ela se eu a mantiver comigo? O que faço Dra?



Synara
em

Ola Alexandra. Se ela está com infecáo uterina e com essas taxas de creatina, é sinal que já está começando uma Insuficiência Renal Aguda. Possivel de reverter: soroterapia endovenosa, antibiótico a base de ampicilina se possivel endovenoso também. Assim que estabilizar a creatina, e tende estabilizar depois do soro, é operar, sem medo! Seguir dando suporte de soro bem controlado conforme o peso dela depois da cirurgia e dar continuidade a um antibiótico injetável ( Enrofloxacina) por mais 7 dias.
Conversa com o colega e dá todas essas dicas.
Assim posso te ajudar. E ve se ele tem experência em cirurgia, se não tem procura outro colega.
Tomara que dê tudo certo!
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Ola Nathalia. Pode ser um quadro renal crônico pela dado da creatinina que evolui de um exame para outro. Tem que fazer um hemograma e se possivel um exame de urina. E associar no exame de urina a relação creatinina x proteina. Com esses dados podemos avaliar melhor o grau dessa lesão renal.
Outro dado que acho importante é fazer uma dosagem de Glicose. Temos que descartar uma Diabetes.
Mas de todo modo, com essa idade dela tudo tende a se mais dificil…Por ai, posso te ajudar, por ora.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Pamela
em

Bom dia Doutora.Estou muito triste pois perdi meu amigo de quatro patas que já estava com pouco mais de 14 anos. O dia que ele começou a piorar teve que ser passado uma sonda nele para retirar o xixi,pois ele não estava conseguindo urinar, saiu urina de cor marrom e cálculos renais, isso no dia 15/07.Mas tratando em casa a bexiga dele ficou boa, mas o apetite dele foi diminuindo, depois disso ficava mais tempo só deitado ou dormindo, tinha que ajudar ele a levantar e isso quando ele não caia. Sentia desconforto, creio que sentia dores, algumas vezes chegou a gritar de dor, e o remédio não funcionava. Teve dias que ele ficou tão mole que parecia estar anestesiado. E para piorar não comia praticamente nada a 4 dias. Até que no dia 21/08 ele começou a gritar de dor e ficar desinquieto.A veterinária disse que ele já estava com insuficiência renal, disse que poderia internar e fazer exames, mas não tinha condições para isso além de achar que ele estava sofrendo muito e com pouca qualidade de vida, pois me doía muito ver ele, debilitado, sem alimentar e com dores. Então achei melhor fazer a eutanásia pois na minha opinião era prolongar o sofrimento dele. A veterinária concordou e ele se foi, neste mesmo dia. Sei que ele não tinha qualidade de vida, pois ficava só deitado, não queria saber de comer e sentia dores, mas me sinto culpada de ter chegado a eutanásia, não queria aquele fim para ele. Fiz o que pude, mas o pior é saber que não tive condições de dar a ele todas as chances e a prevenção da doença.



Synara
em

Ola Pamela. Perder um cão com 14 anos de convivência é um privilégio! Pensa por ai. Com essa idade, com a gravidade dos sinais clinicos, fizeste bem em libertá-lo do sofrimento fisico desnecessário e possivelmente irreversivel. Fica em paz. Ele ficou nas tuas boas lembranças. E a “dor” da ausencia dele logo se esvai…
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Andressa
em

Dra tudo bem? Preciso de sua ajuda!
Na semana passada minha cachorra uma poodle de 8 anos começou a vomitar, nao queria comer e so ficava deitada, levei ela no veterinario aqui da cidade que por sinal é o unico, ele analisou ela e percebeu um cheiro forte vindo da boca dela, disse ele que poderia ser a ureia que estava alterada, fez exame e pediu pra dar soro caseiro, isso era no sabado e o exame so iria ficar pronto na segunda.
Entao o exame ficou pronto, e foi esse o resultado:

Ureia: 577,0 mg/dL
Creatinina: 3,7 mg/dL

Ele nao falou especificamente o que ela tinha, so disse pra dar bastante soro, cortar a proteina, porque se piorasse teria que fazer hemodialise em outra cidade e seria bastante caro, e me vendeu a ração Renal (Royal Canin).

Ela parou de vomitar, o mau cheiro da boca diminuiu, o apetite voltou mas ela so ta querendo comer carne e outras porcarias, eu não posso dar, entao to batendo a ração no liquidificador e dando na seringa, to batendo verdura tambem, so que agora ela ta excretando um liquido pela vagina parecido com pus, ela é castrada, o que sera isso Dra? Qual a sua opiniao sobre o resultado do exame?



Karen
em

Olá Dra. Tenho uma lhasa com 2 anos e meio, peguei a Sol com 40 dias,qdo ela fez 3meses descobrimos q ela tinha uma má formação nos 2 rins, aos 11meses foi mudada a ração p/ a renal, ela passa meses bem dps sobe uréia e creatinina, controlamos c/ fluidoterapia e logo volta ao normal, a creatinina dela o maximo q chegou foi a 2, nunca subiu mais q isso. O problema agora é q dps desse ultimo cio ela ta muito ruim pra comer, foi feito hemograma e ta tdo normal. Ureia 44 creatinina 1,3. O q será que pode estar acontecendo? Ah e da ultima x que ela fez a fluidoterapia ela passou mal dois dias seguidos, babava muito e ficava toda dura, depois de muitos exames todos normais, descobrimos o aumento de lactato, unica coisa alterada nos exames. Entao a conclusao foi q o soro estava fazendo mal. a Dra já viu algum caso assim?



Schirley
em

Boa noite! Gostei muito das explicações dada por Vc a respeito da IRC. Estou muito apreensiva,tenho uma dálmata de aprox 5 meses, ela passou mal, foi levada ao veterinário, e lá ele pediu uns exames (hemograma completo e glicose) e deu que ela está com o nível de creatinina muito alto, sem contar q glicose. O veterinário disse q está tentando reverter o quadro da IR administrando soro IV. Mas estou com medo, o prognóstico nao é MT bom. Entao, pelo meu relato e pelo q vc entende do assunto, vc acha q ela tem chance de sobreviver? É comum cachorro nessa idade apresentar essa doença. E se o caso de cura for possível, qual vão ser os cuidados q deve ter com ela? Pode ficar sequelas? ME AJUDE POR FAVOR!! Obg! Att



Synara
em

Oi Andressa. Pelos dados laboratoriais uma In. Renal se estableceu. Agora é ver se é cronica ou aguda. Esse pus pode ser por uma baixa imunidade…sendo castrada nao é motivo para infecáo uterina…
Por ai posso te ajudar, por ora.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Oi Karen. Não, nunca peguei um caso de anomalia renal em cães jovens. Para usar o soro tem que haver limites e bom sesno. Em excesso pode trazer esses mal estares. E além disso se ela é portadora de patologia renal precoce congenita outros exames precisam ser feitos, o que óbvio, já devem ter feito. Urina, hemograma ( anemia?), padronizaçao da creatina, dosar no exame de urina a relaçao creatinina x proteina…enfim…só estudando o caso para eu saber. Mas fica essas dicas…
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Ola Schirley. Jovem demais para um quadro renal…e hiperglicemia junto. Quanto a sobrevivencia é saber a causa desses supostos aumentos dos dados laboratorias. Difrenciar de um IRAguda de IR Cronica….ver se naóa possibilidade de uma intoxicáo endógena ou exógena…Mais que isso me limito em te ajudar.



Vanessa
em

Olá Synara,

Levei minha cachorra de 10 anos ao vet. para tratar a sarna dermodecica, e no exame de sangue foi constatato que a creatinina dela estava a mais de 300..
Fato que me deixou mto preocupada já que ela não apresenta nenhum sintoma de problema renal…
O vet. pediu para dar royal canin renal e Ketosteril para repitirmos o exame daqui a 5 dias.
Me dê uma ajuda estou desesperada e sem sabe ro que fazer!!



Rosane Camargo
em

Olá!!!
Estou muito triste, meu filho de 4 patas se foi na sexta dia 13/09, descobri a apenas 2 semanas que estava com IRC, ele fazia acompanhamento pois tinha problemas cardíacos, ja tomava vários medicamentos, mas essa doença o levou muito rápido, eu não queria aplicar a eutanásia nele, sempre deixei bem claro isso para o veterinário q cuidava dele, mas na noite de quinta para sexta passamos em claro eu e meu marido cuidando de nosso filhinho, que começou a ter convulsões, hj ele completaria 14 anos e 7 meses, enfim ele começou a ter crises junto com gritos e latidos quase 4 horas da manha, foi quando decidimos q não dava mais o tempinho dele estava no fim e somente sofrimento, foi horrível, quando estavamos levando ele no meu colo ele se debateu e extremesseu o corpinho todo, ali ele teve um tipo de desmaio, quando cheguei na clinica 24hs ja pedi a eutanásia e ele finalmente descansou do sofrimento, mas fiquei inconsolável mesmo sabendo q era o melhor pra ele, e um sentimento de culpa imenso de tirar a vidinha dele que me trouxe muitas alegrias, eu amo esse cachorrinho demais e estou sofrendo muito, o que fazer para tirar esse sofrimento, tem algum livro que possa me ajudar?



Claudia
em

Dra Synara,
Tenho um schnauzer de 9 anos que foi diagnosticado com IRC.
Ele estava bem mas no sábado 21/09 ele ficou apático, não quis comer e vomitou, na segunda 23 foi levado ao veterinário.
Que me falou que ele estava com Irc após realizar ultra-sonografias.
Ela me enviou esse relatório referente ao dia de hoje 26/09.
As taxas de uréia e creatinina eram
DETERMINAÇÃO V. NORMAIS
ALT (TGP) 31 4.8 – 24 Ul/l
AST (TGO) 62 6.2 – 13 Ul/l
Uréia 106 15 – 40 mg/dl
Creatinina 11 0,5 – 2,0 mg/dl
No fim do dia ela me enviou o resultado do novo exame

Creatinina 7,4 0,5 – 2,0 mg/dl

Uréia 180,0 15 – 40 mg/dl
Esta descrito o tratamento, mas parece que ele só piora.
Preciso de uma ajuda
Boa tarde Cláudia, após falar com você resolvi enviar dados sobre as alterações hoje instaladas. Pela manhã observamos distensão abdominal, mucosas pálidas e levemente ictéricas.Ainda se mantém com dispnéia moderada e com apatia. Temperatura retal de 38°C. Agora à tarde comeu um pouco de alimento pastoso e não vomitou.Está ainda salivando muito,necrose na ponta da língua e muita halitose.Em ultra feita hoje 13:30 Hs do nosso horário,apresentou ascite moderada,grande gastrite (paredes do estômago espessadas e hipoecoicas medindo 1,4 cm quando o normal é até 0,4 cm) e a Nefropatia crônica (rins hiperecoicos,cortical espessada,limite corticomedular mal visualizado).
Ainda não temos os resultados dos exames,pois ontem faltou luz e o exame está sendo feito hoje.Estou enviando as imagens da ultra e os exames anteriores para sua observação
Estamos fazendo tratamento de suporte com Fluidoterapia com Ringer lactato intravenoso 100 ml/Kg/dia associado com fluidoterapia subcutânea (40ml/Kg/dia), medicamento para controle de vômito e gastrite (cerenia,omeprazol,bromoprida e ranitidina),antibióticos de amplo espectro associados por suspeita de hemólise por hemoparasitos (Doxiciclina e Imidocarb), prednisona em dose antiinflamatória, Eritropoetina e sulfato ferroso.Por causa da ascite iniciaremos Espironolactona e furosemida.



Angela C N T de Souza
em

Quero distancia de uma veterinária como a q assina esta matéria. Mostra total falta de sensibilidade e amor a profissão, aos animais e donos. Fala em morte, como se falasse em folhas de papel. Grotesca. Como diz o site da ABRALE, q com a ignorância por ela demosnstrada, não deve saber do q se trata – onde há 1% de chance há 100% de esperança. Abaixo médicos vetrinarios como a tal Dra. Synara. Quer ser mais sabia q a sapiência!!! Lutem e amem seus animais incondicionalmente e não caiam em mãos deste tipo e profissional. Conhece (!!!???) muitos termos técnicos mas não conhece o amor, a fe, a solidariedade, a esperança!! Pobre coitada!!!!!



Synara
em

Oi Angela. Pois agora, que te digo com esse teu comentário…? Te digo que ando numa fase da minha vida e, principalmente, dos meus trabalhos profissionais que a “polêmica” seja ela qual for, bem argumentada ou não, raivosa, sem conhecimento maior de toda uma ideia, não me faz mais levantar da cadeira. Portanto, bate boca comigo não rola e nunca rolou.
Bah, e discutir virtudes como solidariedade, trazer fé para o âmbito de um mero comentário e também discutir por esse tema, não tem como. E nem te percebi preparada para isso,para maiores discussões sobre meu trabalho e pensares e pontos de vista.
De todo modo, obrigada pela participação no site.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Fatima Moreira
em

Dra. Synara, tenho uma york de 10 anos com IRC e e sei qual o prognóstico, pois além de ser profissional da saúde,passei por esse problema com minha mãe. Sei que o agravamento da doença está avançando e já me preparo psicologicamente e emocionalmente para o dia da partida de minha bebê. Estava lendo os comentários e suas respostas, achei-a simplesmente mega profissional, realista e que não dá falsas esperanças a quem está com seu animalzinho passando por esse problema. Sabemos que a verdade dói, nem todos estão preparados para ouvir que o ser que amamos está partindo. Prolongar o sofrimento deles é um ato de egoísmo e não de amor, termos por mais uns dias por perto e vê-los sofrer é para mim absurdo. Eu pedia a Deus que levasse minha mãe para de fimao sofrimento dela e meu e não sinto mais culpa por isso, daí já estou certa de que quando minha Kylie estiver entrando na fase terminal não vou permitir que ela sinta dor, que sofra. Estou dizendo tudo isso pelo comentário que li te criticando, te colocando numa situação de crápula…Perdoe esta pessoa que não tem conhecimento de causa e certamente não aprendeu a conviver com a dura realidade da vida. Está ainda despeparada para ouvir a verdade sem falsas ilusões. Sabemos que somente Deus pode tirar a vida,mas sou contra esticar o sofrimento desses seres inocentes.Continue seu belo trabalho, certa de que a senhora tem ajudado muitas pessoas a enfrentarem essa dura situação. Com sabedoria de vida, conhecimento técnico-científico e ética profissional. Obrigada pelo seu site existir, pela senhora existir. Me forttalece no enfrentamento que tenho que passar não demora muito. Parabéns pelo seu trabalho e sua posição diante de tantos comentário. Que Deus te ilumine sempre!



Aline
em

Oi Synara. Minha cachorrinha é uma Cocker Spaniel de 1 ano e meio e foi diagnosticada com IRC. Tudo começou quando ela foi ficando ruim para comer. Ela sempre bebeu muita água e urinou muito., só que nunca imaginei que isso fosse um problema tão grave. Começou a vomitar tudo que comia e sempre que saía para passear com ela, ela queira comer mato no caminho. Achava que ela estava com alguma dor de barriga, mas nada demais. Levei à veterinária, que falou que a Mel estava com infecção urinária. Tomou remédios p infecção urináriaddurante dois dias. Como nada melhorava, a veterinária pediu um exame de sangue e foi aí que vimos que a uréia estava 10 e a creatinina 276. Levamos para uma clínica e lá foi feito ultrassom na Mel o veterinário disse que não há nada a fazer, somente esperar pelo pior. Desde então, ela emagreceu muito, a ponto de não conseguir ficar em pé direito e tem vários dias que não come nada. Hoje ela amanheceu com uma infecção no olho e está cada vez mais fraquinha.Não consigo aceitar como uma caccachorra tão nova já sofre com essa doença! !!! Realmente você acha que não há nada a fazer? Ainda tenho esperança. … mas com os veterinários falando que não há o que fazer, eu fico totalmente sem chão.



Elisaberh
em

Prezada Dra. Synara, estou muito preocupada com meu querido cocker (Gorbi), tem 14 anos e sempre foi muito saudável e energético. Passou mal esta semana e o diagnóstico foi IRC. Estava vom Creatinina 4 e Uréia 117. Fez soroterapia por 84 horas e a CREA caiu para 3,7 e Ureia 110. Pergunta: existe alguma chance de controle? Estes indices remetem à insuficiêcia grau médio ou alto? Enfim, isto está me angustiando muito. Ele está se alimentando bem e tem bom tônus apesar da idade.

A Dra. Atende em que cidade?

Abraços

Elisabeth



FERNANDO E MARCIA
em

Bom Dia Dra. Synara, estou no momento díficil, pois minha cadela MEL, um Labrador Retriever (marrom) de apenas 04 anos, 11 meses e 4 dias encontra-se na fase terminal da IRC.
Detectamos a doença há menos de um ano.
Pasmem… estava até pouco tempo, coisa de semanas atrás com uma creatinina sérica de 16 e uréia de 101 !!! e os sinais clínicos e atividade de um cachorro normal, NINGUÉM dizia que era doente!! Ela está sendo acompanhada por uma veterinária exemplar, e estamos administrando eritropoetina em dias alternados, noripurum para a anemia, que já está controlada, a pressão encontra-se na faixa de 14/8, faz fluidoterapia duas vezes ao dia, pepsamar para redução do fósforo, e ração renal PREMIER.
Eu e minha esposa estamos chocados com a evolução dessa terrível doença. Porém, nesse momento não sabemos mais o que fazer. A pior coisa do mundo é acordar e vê-la se “defiando” a cada dia, já está com dificuldade de se manter em pé, talvez o grau de toxidade, apesar de todo o procedimento medicamentoso, parece não fazer efeito, já atingiu as funções neurológicas, e nesse momento eu e minha esposa chegamos num dilema, que é muito difícil de decidir…
Mantê-la nessa situação até o seu último suspiro, ou poupá-la de todo esse sofrimento??
será que não se trata de egoísmo? Querer ela ao nosso lado? Até que ponto podemos permitir esse sofrimento dela em permanecer viva? Estudamos muito a fundo a doença dela e sabemos que a doença é irreversível, e não tem cura. A gente sempre acredita que este dia nunca vai chegar, pois vivemos com a maior intensidade, Amor e muita dedicação desde seu nascimento em 17.12.2011 em Petrópolis-RJ e nesse período todo. Temos a certeza que é a cadelinha mais amada desse mundo, e temos plena certeza que ela sabe disso! a maior prova disso é que ela tem se mostrado uma verdadeira COMBATENTE!GUERREIRA!
Segundo a nossa veterinária, ela nunca viu nem conhece nenhum caso clínico, dentro da comunidade de nefrologia canina, de um animalzinho conseguir está vivo com uma creatinina de 16 !! Acredite, até a semana passada, a MEL , ainda passeava conosco na orla de Ipanema, muito serelepe e linda como sempre. Mas hoje… quem a viu não a reconhece… emagreceu muito, já pesou próximo dos 30kg e hoje está com 25,5kg, e o pior é que não está se alimentando e anda pela nossa casa dando cabeçadas e esbarrando pelos móveis. Como disse antes, está muito difícil de conviver com isso e vê-la assim…
Nossa proposta (minha e da minha esposa), é de proporcionar a MELHOR QUALIDADE DE VIDA para ela, MINIMIZAR OU MITIGAR qualquer transtorno, dor, a ela, pois nenhum ser vivo merece. Mas percebo que neste momento, parece que estamos arrastando o tempo e não aceitamos a idéia dela estar sofrendo.

Acreditem…
a MEL é o mais doce anjo que DEUS colocou em nossas vidas… nos ensinou muito. Hoje sabemos exatamente o que é
AMOR INCONDICIONAL,

e este sentimento de perda, que está próximo, nos angustia muito.
desculpem pelo desabafo…
Será que é correto nós pouparmos a nossa MEL de todo este sofrimento?? será que devemos acompanhá-la até seu suspiro final?
Sei que a decisão é nossa, mas realmente estamos sem chão, e não gostaríamos de ter a lembrança dela dessa forma, não temos coragem de presenciar convulsões, etc nela.
Está muito difícil..
o que a Sra., com sua experiência, poderia nos escrever….

respeitosamente,
Fernando e Marcia – Rio de Janeiro. 04.11.2016 – 09:00 A.M hs


Comente